Banca de DEFESA: MARIA HELENA DOS SANTOS FARIAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA HELENA DOS SANTOS FARIAS
DATA : 09/06/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Defesa remota - via webconferência
TÍTULO:

O FUNCIONAMENTO ENUNCIATIVO DO SUBSTANTIVO EM LIVROS DIDÁTICOS DO ENSINO MÉDIO REGULAR NO MUNICÍPIO DE CÁCERES-MT


PALAVRAS-CHAVES:

Enunciado, livro didático, substantivo, Semântica do Acontecimento.


PÁGINAS: 87
RESUMO:

Esta dissertação de mestrado se inscreve na linha de pesquisa Estudos dos Processos de Significação do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Linguística, da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). É um estudo que prioriza refletir o funcionamento enunciativo da classe gramatical substantivo extraído em textos dos livros didáticos do ensino médio, portanto as análises desta pesquisa consideram primeiramente os estudos desenvolvidos pelas regras gramaticais, que normatizam a língua em relação a classe gramatical substantivo, em seguida analisamos o funcionamento dos substantivos nos acontecimentos de enunciação que constituem os textos que os livros didáticos apresentam e que tomamos como recortes para nossas análises enunciativas. Desta maneira destacamos o funcionamento da linguagem como construção de sentidos. Nossa opção por essa classe gramatical se dá por ela ser a primeira apresentada nos livros didáticos selecionados. Nesta perspectiva o problema que norteou o desenvolvimento deste estudo é que o uso do livro didático no ensino da Língua Portuguesa do Brasil, muitas vezes, é apresentado, com a função de mostrar ao aluno o uso normativo da língua, sem observar o funcionamento semântico-enunciativo da língua, justificando a necessidade de pensar e desenvolver um estudo que abordasse sobre o funcionamento enunciativo do substantivo extraídos de textos em  livros didáticos que são utilizados e apresentados de forma corriqueiras, deixando de lado os sentidos constituídos no seu  funcionamento enunciativo. Neste sentido, as análises foram desenvolvidas na perspectiva teórica da Semântica do Acontecimento, que estuda a significação no acontecimento do dizer, ou seja, os sentidos se dão no funcionamento de linguagem. Desse modo, os textos são compreendidos, nesta pesquisa, como uma unidade de significação. Para compor as análises selecionamos três livros didáticos do ensino médio de Língua Portuguesa, que foram utilizados em sala de aula nas escolas públicas do município de Cáceres-MT em seus respectivos anos, afim de observar a distinção semântica construída por uma análise normativa na relação com a análise enunciativa sustentada pela Semântica do Acontecimento. Os três livros didáticos selecionados são instrumentos pedagógicos destinados para o público aluno. São eles: Português: Língua, Literatura, Produção de texto (2004), das autoras Maria Luiza Abaurre, Marcela Nogueira Pontarra e Tatiana Fadel; Português Linguagens 2, Literatura, Produção de Texto, Gramática (2010), dos autores Willian Roberto Cereja e Thereza Cochar Magalhães e Português 2, contexto, interlocução e sentido (2016), das autoras Maria Luiza M. Abaurre, Maria Bernadete M, Abaurre e Marcela Pontara. Nossas análises nos permitiram observar, tanto a estabilidade semântica produzida pela normatização da língua como também sua dispersão semântica constituída pelo funcionamento dos substantivos extraídos dos textos de livros didáticos que tomamos como corpus.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 37199002 - TAISIR MAHMUDO KARIM
Interno - 027.799.861-15 - NEUZA BENEDITA DA SILVA ZATTAR - UNEMAT
Externo à Instituição - JORGE VIANA DA SILVA - UESB
Notícia cadastrada em: 12/05/2022 15:46
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-03.applications.sig.oraclevcn.com.srv3inst1