Dissertações/Teses

2021
Dissertações
1
  • DENISE APARECIDA FERREIRA VIDAL HAMMES
  • DA ORALIDADE À ESCRITA: UMA ANÁLISE DO RECONTO EM HISTÓRIAS À BRASILEIRA DE ANA MARIA MACHADO

  • Orientador : ALEXANDRE MARIOTTO BOTTON
  • Data: 11/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente projeto de pesquisa tem por objetivo a análise do conteúdo ético e da forma estética da obra de Ana Maria Machado na coleção de quatro volumes de Histórias à Brasileira, tomando como corpus os contos A Moura Torta, Pedro Malasartes e a sopa de Pedra, Pedro Malasartes e o Surrão Mágico, Pedro Malasartes e o Lamaçal Colossal. Os contos chamam atenção pelo fato de a autora ter usado técnicas originadas da forma tradicional da narrativa oral e reelaborar na forma escrita com um toque particular. A pesquisa também tem como foco a identificação de traços da oralidade presentes nos recontos. Será analisado o procedimento narrativo praticado pela autora no processo do reconto, sobretudo nos aspectos estéticos que o aproximam da tradição narrativa popular, sob sua habilidade e criatividade na tarefa de direcionar as histórias recontadas ao público infantil, a formação da ética originada na sabedoria popular que ainda se pode construir a partir da leitura do reconto. Apresenta uma breve análise sobre os conceitos de mimesis e infância de Walter Benjamin, em que o autor coloca em questão a aprendizagem infantil por meio da capacidade mimética ao realizar seu conhecimento do mundo com o exercício permanente da imaginação, da fantasia e da sensibilidade.

     


  • Mostrar Abstract
  • The present research project aims to analyze the ethical content and aesthetic form of Ana Maria Machado's work in the collection of four volumes of Histórias à Brasileira, using the selected stories as corpus, although not exclusively. The short stories call attention because the author used techniques originating from the traditional oral narrative and rework in written form with a particular touch. The narrative procedure practiced by the author in the retelling process will be analyzed, especially in the aesthetic aspects that bring it closer and / or distance it from the popular narrative tradition, under its skill and creativity in the task of directing the stories retold to the child audience, the formation of ethics originated in popular wisdom that can still be built from reading the retelling. It presents a brief analysis of Walter Benjamin's concepts of mimesis and childhood, in which the author calls into question children's learning through the mimetic capacity when realizing their knowledge of the world with the permanent exercise of imagination, fantasy and sensitivity.

2
  • ANA CLÁUDIA REIS
  • RECEPÇÃO DA OBRA LITERÁRIA: O EMPODERAMENTO DE GÊNERO NAS OBRAS AÇÚCAR AMARGO DE LUIZ PUNTEL E A MOÇA TECELÃ DE MARINA COLASANTI

  • Data: 01/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho tem como objetivo analisar como se deu a recepção da obra Açúcar Amargo (2001) de Luiz Puntel e do conto A Moça Tecelã (1999) de Marina Colasanti pelos alunos do 8 º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Parecis de Campo Novo do Parecis, visando conhecer o empoderamento feminino por meio do hábito da leitura nos referidos alunos e alunas. Esse empoderamento concede a mulher ser um sujeito de direitos. Foram realizadas cinco oficinas de leitura na turma, seguindo como fundamento a sequência didática de Rildo Cosson  (2018). Para essas sequências utilizamos as obras mencionadas anteriormente, o filme Valente e o texto 10 mulheres empoderadas que em 2015 provaram que vale a pena lutar de forma a visualizar a mulher em situações diversas. Observamos ainda como os estudantes interagem e dialogam com as narrativas no cotidiano escolar. Para dar suporte ao nosso trabalho buscamos embasamento teórico e crítico em alguns pesquisadores, que nos últimos tempos discutiram essa questão, a saber:  Jauss (1994), André (2004), Coelho (1982, 2000, 2012), Naspoline (1996), Antunes (2003), Lajolo (2007), Zilberman (1984, 1986, 1990, 2005, 2007, 2009), Aguiar e Bordini (1993), Candido (2000, 2006, 2011), Colomer (2003, 2007, 2017) entre outros para compreensão do tema. Após a aplicação das oficinas e a análise, percebemos que os estudantes relacionam a obra com as experiências que conhecem na vida, através de um parente ou através dele mesmo. A obra literária dialoga com o leitor fazendo-o se sentir parte da história.


  • Mostrar Abstract

  • The present work aims to analyze how the work Açúcar Amargo (2001) by Luiz Puntel and the short story A Moça Tecelã (1999) by Marina Colasanti was received by students of the 8th grade of Elementary School of the Parecis State School of Campo Novo do Parecis, aiming to learn about female empowerment through the habit of reading in the aforementioned male and female students. This empowerment allows women to be a subject of rights. Five reading workshops were held in the class, based on the didactic sequence of Rildo Cosson (2018). For these sequences, we used the works mentioned above, the film Valente and the text 10 empowered women who in 2015 proved that it is worth fighting in order to visualize women in different situations. We also observed how students interact and dialogue with the narratives in the school routine. To support our work, we sought theoretical and critical support from some researchers, who recently discussed this issue, namely: Jauss (1994), André (2004), Coelho (1982, 2000, 2012), Naspoline (1996), Antunes (2003), Lajolo (2007), Zilberman (1984, 1986, 1990, 2005, 2007, 2009), Aguiar and Bordini (1993), Candido (2000, 2006, 2011), Colomer (2003, 2007, 2017) among others to understand the topic. After the application of the workshops and the analysis, we realized that the students relate the work to the experiences they know in life, through a relative or through himself. The literary work dialogues with the reader making him feel part of the story.

3
  • LUAN PAREDES ALMEIDA ALVES
  • AS CRÔNICAS DE MILTON HATOUM EM PERSPECTIVA:
    CONFLUÊNCIAS E DIVERGÊNCIAS NO MODUS OPERANDI DE UM SOLITÁRIO À ESPREITA

  • Orientador : WALNICE APARECIDA MATOS VILALVA
  • Data: 02/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • Não há.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

4
  • ALZINÉIA MONTEIRO DE OLIVEIRA
  • Os reféns da (im) possibilidade em Quando as máquinas param, de Plínio Marcos

  • Orientador : AGNALDO RODRIGUES DA SILVA
  • Data: 03/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação apresenta um estudo sobre a peça teatral Quando as máquinas param (1978)de Plínio Marcos. O texto potencializa questões que se confrontam com aspectos socioculturais, históricos e econômicos de certo período histórico nacional, construindo densa crítica sobre as ideologias que davam suporte ao governo militar daqueles anos de chumbo, cujos investimentos ufanistas contaminavam parte significativa da população. Para contextualização histórico-sociocultural da análise, optamos pela abordagem teórico-crítica do Novo Historicismo, a partir das ideias de Stephen Greenblatt (2005) e Catherine Gallagher (2005). As discussões desses autores permitem estabelecer o diálogo entre a História e a criação literária e artística, naqueles parâmetros em que a literatura e a arte constituem representações sociais. Desse modo, o texto literário será analisado sob a perspectiva da autonomia da linguagem, que significa tanto na sua época de produção quanto em espaços e tempos distintos. Por se tratar de estudo de cunho descritivo, esta pesquisa constitui uma investigação de natureza qualitativa, nos princípios que circunscrevem as modalidades de pesquisa bibliográfica e análise literária. Nessa direção, serão adotados como aporte teórico-crítico, os seguintes autores: Peter Szondi (2001), Raymond Williams (2002), Bertold Brecht (1978), Kate Hamburge (2013), Mikhail Bakhtin (1997, 2010), Anatol Rosenfeld (1985,1993, 1997, 2014), Décio de Almeida Prado (1968, 2009, 1962), além da fortuna crítica sobre Plínio Marcos e sua obra, tais como: Wagner Corsino Enedino (2009, 2016, 2019), Agnaldo Rodrigues Silva (2016), Ricardo Magalhães Bulhões (2016), Gessé Almeida Araújo (2017) e Oswald Mendes (2009). Quando as máquinas param é um texto que discute as consequências do capitalismo selvagem, articulado aos efeitos da ideologia ditatorial vigente, construindo, dessa forma, um projeto de resistência, no contexto da produção cultural. Será, pois, no lastro dessa discussão que esta dissertação contribuirá com a fortuna crítica existente sobre o dramaturgo e sua obra. 



  • Mostrar Abstract
  • não informado

5
  • FELIPE EVERSOM CAMARGO PONTES
  • NUANÇAS ESTÉTICAS NA REPRESENTAÇÃO DE PERSONAGENS INFANTO-JUVENIS EM TRÊS OBRAS SELECIONADAS PELO PNLD LITERÁRIO 2020

  • Orientador : AROLDO JOSE ABREU PINTO
  • Data: 10/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • As discussões acerca da formação de leitores no Brasil fazem parte dos círculos acadêmicos das áreas de linguagem e educação há décadas, e parecem estar longe de terminar. Garantia de acesso à leitura de qualidade, formação do gosto pela leitura, processos de mediação de leitura, formação de professores e de outros mediadores são algumas das questões aventadas tanto pelos grupos de pesquisa brasileiros como pelos órgãos públicos de educação. Com esta pesquisa, buscamos colaborar para as possíveis respostas a algumas dessas problemáticas. Assim, analisamos o maior e mais importante programa de incentivo à leitura no Brasil atual, o Programa Nacional do Livro Didático, em seu edital mais recente, do ano de 2020, que disponibilizou obras literárias para o segundo segmento do ensino fundamental (6º a 9º ano) para todas as escolas públicas do país. Nesse sentido, analisamos a consolidação deste programa no Brasil, a partir de uma perspectiva histórica, relacionando aos programas anteriores, bem como a qualidade estética de três obras literárias selecionadas pelo edital em questão: O menino que caiu no buraco (2004), de Ivan Jaf, A guardiã dos segredos de família (2011), de Stela Maris Rezende, e Lola e Ervilha (2004), de Annette Mierswa. O estudo destas obras foi realizado a partir da noção de redução estrutural proposta por Antonio Candido (2011), além disso, buscou-se compreender de que modo a personagem infanto-juvenil é compreendida nessas narrativas a partir de sua situação histórica, conforme Ariès (1981) e Zilberman (2005).


  • Mostrar Abstract
  • Discussions about the formation of readers in Brazil have been part of academic circles in the areas of language and education for decades, and seem to be far from over. Ensuring access to quality reading, forming a taste for reading, reading mediation processes, training teachers and other mediators are some of the issues raised by both Brazilian research groups and public education bodies. With this research, we seek to collaborate for the possible answers to some of these problems. Thus, we analyzed the largest and most important reading incentive program in Brazil today, Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), in its most recent announcement, from the year 2020, which made literary works available for the second segment of elementary education (6th to 9th year) for all public schools in the country. In this sense, we analyzed the consolidation of this program in Brazil, from a historical perspective, relating to the previous programs, as well as the aesthetic quality of three literary works selected by the public notice in question: O menino que caiu no buraco (2004), by Ivan Jaf, A guardiã dos segredos de família (2011), by Stela Maris Rezende, and Lola e Ervilha (2004), by Annette Mierswa. The study of these works was carried out based on the notion of structural reduction proposed by Antonio Candido (2011), in addition, it sought to understand how the child and youth character is understood in these narratives from his historical situation, according to Ariès (1981) and Zilberman (2005).

6
  • KARINA APARECIDA JUSTINO TONIASSO
  • A presença do épico na obra Da Epopeia Mato-grossense, de José de Mesquita

  • Orientador : ISAAC NEWTON ALMEIDA RAMOS
  • Data: 31/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação identifica e apresenta, a partir de análises poéticas, como se constitui a matéria épica idealizada nos sonetos de José de Mesquita, em sua obra Da Epopéia Mato-grossense, publicada em 1930Buscamos constatar de que maneira sua escrita se consolida no gênero literário épico. Para clarificar as especificidades deste gênero e identificar a matéria épica presente na obra de Mesquita, observamos durante o percurso como se apresenta a temática épica versada por Bilac (1902), Cepellos (1906) e por D. Aquino (1922), Cassiano Ricardo (1928-1972) de que modo esta se alinha ao projeto estético defendido por Mesquita. Para tais constatações, buscamos aporte teórico sobre a escrita épica em Silva (2017), Silva; Ramalho (2017) e Neiva (2009). Para alicerçar as análises e centrar-se as discussões sobre os sonetos, pensamos a sonoridade, a imagem, a linguagem poética e suas relações em exercício crítico da poética estudada, para tanto consolidamos as interpretações a partir dos textos de Octavio Paz (1982/1996), Campbell (1990), Frye (1973) Bosi (1977) e Fernandes (1978). Para entendermos o percurso da épica brasileira e sua adequação às diferentes épocas, dentre as quais está a epopeia produzida por José de Mesquita, na qual os versos valem-se de metáforas e particularidades históricas, de Mato Grosso e do Brasil, corroboram para com esta pesquisa obras dedicadas aos estudos da história e da geografia: Siqueira (2002), Póvoas (1995), Taunay (1963), Ferreira (1977/2014) e Abud (2019). Outras dissertações e teses agregam à compreensão das figuras históricas que estão representadas nos sonetos e são referenciadas no decorrer da dissertação.


  • Mostrar Abstract
  • não informado

7
  • PAMELA LORENA CALENTE MATTOS LINS
  • POESIA E LUTA NA OBRA SAGRADA ESPERANÇA DE AGOSTINHO NETO

  • Orientador : ISAAC NEWTON ALMEIDA RAMOS
  • Data: 01/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • RESUMO


    A presente dissertaçãotem a finalidade de evidenciar a poética de Agostinho Neto, um revolucionário angolano, que participou ativamente dos movimentos pela libertação de seu país. Os poemas selecionados para análise estão na obra Sagrada Esperança (1978), uma antologia composta por poemas escritos nas décadas de 40, 50 e os últimos escritos no ano de 1960. O poeta, enquanto líder revolucionário, buscou em sua caminhada fortalecer o espírito de união, o respeito pela diferença e o amor às tradições que representam a essência de África. A pesquisa caminhou entre teóricos da lírica e o percurso histórico da obra. Entre os primeiros, que estruturam as análises, estão Octávio Paz, Antonio Candido, Alfredo Bosi e Leyla Perrone-Moysés. Para embasar o contexto histórico, foram utilizados estudiosos como Laura Cavalcante Padilha, Maria Nazareth Soares Fonseca, Luís Kandjimbo, Pires Laranjeira, entre outros. 


     



  • Mostrar Abstract
  • Não há.

8
  • SIMONI RODRIGUES DOS SANTOS
  • TRAVESSIAS: A MULHER E O SERTÃO EM AS JAGUNÇAS, DE ROMULO NÉTTO

  • Orientador : ISAAC NEWTON ALMEIDA RAMOS
  • Data: 02/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação perspectiva apresentar um estudo sobre o conto As Jagunças, de Romulo Nétto. O tema central da investigação nos revela um novo olhar sobre o sertão. Pretende-se com isso elucidar os conflitos que polarizam o debate crítico centrado no conto: o universo feminino da jagunçagem. A saber: as questões sociais, as memórias e o contexto que significam as identidades femininas que compõem as narrativas. Partimos do pressuposto de que o contexto, predominantemente feminino, medeia uma busca por reconhecimento do papel da mulher na constituição social “do sertão”, tendo em vista o processo excludente dessas narrativas. Guiadas pelo senso de justiça e pelo contexto de violência às 21 jagunças, estas assumem o papel de enfrentamento das contingências e lutas que as cercam. Ao adentrarem as veredas áridas da jagunçagem, as personagens, por meio de suas confissões, revelam-nos nuances de narrativas cuja força foi amortecida pelas relações de poder entre homens e mulheres. Reconhecemos, a partir de uma obra não canônica, o conclamar de um sertão marginal que apresenta a elevação das conquistas de um espaço de protagonismo das mulheres. A palavra transgressora extrapola a ideia enraizada de corpo feminino, que revela as ambiguidades desse “ser”, que é representado em vias avessas, abstraídas e significadas por meio de uma linguagem capaz de tensionar os diálogos entre narrador e interlocutor, ambos cúmplices e responsáveis por buscar nas fendas da história a proatividade, a força, a inteligência e as disposição para as lutas das mulheres que desbravam esse sertão. Para analisarmos o corpus da pesquisa, recorremos aos estudos sobre o sertão empreendidos por Walnice Galvão (1972),  Candido (1983; 1957; 1972; 2004), Arrigucci Júnior (1994), Vasconcelos (1997), Sena (2003), Carvalho (2011), Turshi (2006); o conceito de campo literário/sistema discutido por Leite (2005), Rolon (2014) e Castrillon-Mendes (2019); a noção de plurilinguismo evidenciada por Bakhtin (1998); as concepções de relações de poder e a construção do ser feminino sob as perspectivas de Beauvoir (1970) e Bourdieu (2012; 1996; 2010) e Candido (2006); a noção de memória individual como constitutiva da coletividade de Benjamin (1994), Halbwachs (2003), Bosi (2003), Vilalva (2004) e Maquêa (2010), bem como outros estudos que corroboram com a análise em questão. Evidenciamos, com isso, os conflitos que polarizam o debate crítico centrado no conto: o universo feminino da jagunçagem, que busca ressignificar as questões sociais, as memórias e o contexto legitimadores das identidades femininas que compõem as narrativas.


     



  • Mostrar Abstract
  • Não há.

9
  • SANDRA FRANÇA MEIRA
  • AS PERSPECTIVAS DO NARRADOR E O FAZER LITERÁRIO EM: O BERRO DO CORDEIRO EM NOVA YORK DE TEREZA ALBUES

  • Orientador : MADALENA APARECIDA MACHADO
  • Data: 07/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo propõe uma leitura investigativa dos modos de articulação do narrador e o
    fazer literário na obra O Berro do Cordeiro em Nova York da autora Tereza Albues.
    Com o objetivo de compreender como a autora idealiza tecnicamente o foco narrativo
    no projeto estético de sua obra, bem como os recursos linguísticos e da forma, que a
    autora lança mão para que esse narrador subverta as classificações limitantes da
    teoria, se desmembrando em múltiplos narradores facetados partindo-se da abertura
    de perspectivas. Observamos ainda, como à narradora, escritora e protagonista da
    obra, ao longo da narrativa por meio de sua escrita criativa, tece reflexões sobre sua
    vida buscando resolver os conflitos internos e ainda, inquire sobre a técnica
    metalinguística, metaficção e outras características que nos permitem estabelecer um
    diálogo sobre o posicionamento do narrador no romance pós-moderno. A metodologia
    adotada neste estudo foi à revisão bibliográfica. Para fundamentar nossas
    considerações reflexivas recorremos várias bases teóricas, filosóficas e de críticas que
    se ocupam do estudo da matéria literária e ajudam-nos a pensar e a ampliar nossas
    percepções a respeito da tessitura do texto: as diferentes perspectivas da voz
    narrativa, a linguagem, a forma, o contexto pós-moderno etc. Entre os quais podemos
    citar: Jean François Lyotard, Anatol Rosenfeld, Walter Benjamin, Frederic Jameson,
    Zygmunt Bauman, Gilles Deleuze, Linda Hutcheon, Theodor Ludwig Wiesengrund
    Adorno, Davi Arrigucci Júnior, Maurice Blanchot, Mikhail Bakhtin, Pierre Bourdieu,
    Jacques Derrida, Umberto Eco, Norman Friedman, Lucien Goldmann, György Lukács,
    Percy Lubbock, Leyla Moisés Perrone, Jean Pouillon, Silviano Santiago, Oscar Tacca,
    entre outros. E assim, foi possível estabelecer relações entre as teorias lidas e o
    objeto de estudo analisado. Como resultado pudemos comprovar a qualidade estética
    da obra O Berro do Cordeiro em Nova York, que ao eleger como protagonista uma
    personagem feminina, que se multiplica em vozes e perspectivas moduladas pelos
    artifícios do literário, coloca o narrador em uma posição inquisitiva acerca do próprio
    papel que ocupa nas páginas ficcionais no romance. Posição essa que instiga o leitor
    a dialogar e participar ativamente do processo produtivo da obra. À medida que a
    personagem narradora externa seu caos interior, toca também o universo do outro,
    pois suas inquietações e angústias são também as do homem, independente de
    tempo e espaço que se insere.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

10
  • FÁBIO JÚNIO VIEIRA DA SILVA
  • UMA LUFADA DE DESEJO:

     A SEXUALIDADE CONFIGURADA NAS OBRAS ELOGIO DA MADRASTA E OS CADERNOS DE DON RIGOBERTO, DE MARIO VARGAS LLOSA

  • Orientador : WALNICE APARECIDA MATOS VILALVA
  • Data: 24/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação desenvolve uma abordagem das obras Elogio da madrasta (Elogio de la madrastra) e Os cadernos de don Rigoberto (Los cuadernos de don Rigoberto). A primeira foi publicada em 1987, no entanto, nossos estudos se debruçam sobre a versão publicada na língua original pela editora Alfaguara, na Argentina, em 2008; e a segunda também publicada pela mesma editora em Madrid, Espanha, em 1997. Esses romances foram elegidos no rol de textos do escritor peruano, Prêmio Nobel de Literatura em 2010, Mario Vargas Llosa. A análise das obras será pelo viés da configuração da sexualidade que se vincula ao afetivo. A referida análise terá como ponto de partida o próprio texto literário. E, a partir disso adentraremos nos meandros das narrativas para entendermos a configuração do erótico e da sexualidade, além de, em certa medida, observar como tais romances trazem em seus bojos as estéticas do segredo e do indizível, já que as personagens são construídas a partir de protótipos sociais e/ou literário, e abarcam em sua constituição uma identidade e uma memória cultural. As abordagens dos romances serão feitas pelo viés das teorias que tratam da constituição do gênero romanesco, como Bakhtin (2014); da constituição da realidade em Rosenfeld (2015); da sexualidade como em Foucault (1985, 1988, 1999); da configuração do texto de prazer e fruição com, por exemplo, Barthes (2015 e 2001); tendo como premissa basilar a análise da constituição da literatura erótica nessas peças de Llosa. Para tal feito, lançaremos mão de teóricos como Bataille (2017); Durigan (1986) e Paz (1996).


  • Mostrar Abstract
  • não informado

11
  • ALINE JACINTO TOFANELLI
  • AS REPRESENTAÇÕES DA HOMOAFETIVIDADE NA LITERATURA INFANTIL CONTEMPORÂNEA DE WALCYR CARRASCO E RUBEM ALVES

  • Data: 30/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho, propomos um estudo dos contos “O gato que gostava de cenoura” (2012), de Rubem Alves e “Meus dois pais” (2010), de Walcyr Carrasco, buscando discutir como os autores em questão, de forma lúdica, abordam a temática da homoafetividade na literatura infantil, pois estamos diante de um tema em que até hoje é considerado tabu, principalmente, quando ele é discutido para crianças. Os textos dos autores, corpus de análise, buscam, de forma geral, desconstruir estereótipos e estigmas quando se fala em homoafetividade. Objetivamos tomar o conto dos autores fazendo um paralelo com os elementos geradores de discussões como heteronormatividade, patriarcalismo, identidade homoafetiva entre outros conceitos, para posteriormente, refletirmos sobre tais classificações, analisando em quais traços esses textos ficcionais possibilitam ao leitor infantil uma reflexão sobre a diversidade sexual. Nesse sentido, percebemos que os contos apresentam ao universo infantil, problemáticas que o preconceito alimenta, como a rejeição no meio escolar, familiar e social e através do conhecimento e do diálogo em ambas as histórias, o preconceito foi disseminado, deixando de lado a ignorância e dando espaço para que nossa sociedade aceite e respeite a diversidade sexual.

     


  • Mostrar Abstract
  • In this work, we propose a study of the tales O gato que gostava de cenoura (2012), by Rubem Alves, and Meus dois pais (2010), by Walcyr Carrasco, in order to discuss how these authors, in a ludic manner, approach the homoaffectivity thematic in children’s’ books, since we are in front of a theme that is still considered a taboo, especially in regard of its presentation to kids. The texts by the authors, corpus of analysis, intend, in a broad manner, to deconstruct the homoaffectivity stereotypes and stigmas. We aim to draw a parallel between the author’s tales, and topics which generate discussion, such as heteronormativity, patriarchalism, homoaffective identity and other concepts, to later reflect on such classifications, analyzing which are the traits in those fictional texts that enable the child reader to reflect on sexual diversity. In this regard, we perceive that tales bring to the child universe problematics cultivated by prejudice, such as rejection inside the school, family and social environments, and through knowledge and dialog, in both stories, the prejudice was decimated, the ignorance was put aside and a way was cleared for our society to accept and respect sexual diversity.

     

     

12
  • ANTONIA RODRIGUES DA CRUZ
  • PROVOCAÇÃO AO LEITOR JUVENIL EM SAPATO DE SALTO, DE LYGIA BOJUNGA

  • Orientador : AROLDO JOSE ABREU PINTO
  • Data: 17/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa que dá corpo a essa dissertação de mestrado foi desenvolvida com o intuito de analisar, a partir da perspectiva interacionista da linguagem e da estética da recepção, as estratégias utilizadas pela autora Lygia Bojunga Nunes para evocar a participação do leitor na obra literária. No romance que serviu de corpus desta análise, Sapato de Salto (2006), percebe-se que a ação verbal comunicativa está direcionada para o social, pois trata de temas fracturantes, como abuso sexual, prostituição, pedofilia, homo afetividade, violência doméstica, sem, contudo, ser erótico, lascivo ou vulgar, permitindo que o jovem vá atribuindo sentidos e construindo significados à leitura, ao mesmo tempo em que é captado para ela. Para isso, procuramos identificar signos discursivos, simbólicos e intertextuais na obra Sapato de Salto (2006) que, entrelaçados ao amadurecimento pessoal e profissional da escritora em interação constante com seu público, permitem a provocação de efeitos críticos e humanizadores em quem lê. Nossos estudos pautaram-se nos teóricos Mikhail Bakhtin (1993, 1997, 2003, 2006, 2010), Hans Robert Jauss (1994), Wolfgang Iser (1996), nas pesquisadoras e ensaístas brasileiras Aguiar & Bordini (1988), Marisa Lajolo (2007, 2011), Regina Zilberman (2007, 2011, 2012), Perrone-Moisés (1990) e no expoente da crítica literária brasileira, Antônio Cândido (1972, 1988, 2004, 2006, 2009), entre outros. Pôde-se verificar que Lygia Bojunga endossa a tese do sócio interacionismo e da estética da recepção na leitura e literatura, pois verificou-se, na obra Sapato de Salto, dialogismo entre obras e com o leitor, valorização do saber prévio,  ampliação desse saber através da quebra de paradigmas e da ativação de sua participação responsiva em reflexões empáticas acerca de assuntos pouco discutidos com os jovens, mas muito vivenciados por eles,  favorecendo a compreensão de si mesmo, do outro e sua (trans) formação literária.


  • Mostrar Abstract
  • The research which embodies this dissertation was developed with the aim of analyzing the strategies used by the author Lygia Bojunga Nunes from the interactionist perspective of language and reception aesthetics to evoke the reader's participation in the literary work. In the novel which served as the corpus of this analysis, Sapato de Salto (2006), it is clear that the communicative verbal action is socially oriented as it deals with fracturing themes such as sexual abuse, prostitution, pedophilia, homo-affection, domestic violence, without being erotic, lewd or vulgar though, allowing the young person to go on attributing meanings and building meanings to the reading at the same time he is captured for it. For this, we tried to identify discursive, symbolic and intertextual signs in Sapato de Salto (2006) which intertwined with the personal and professional maturity of the writer in constant interaction with her audience, allowing critical and humanizing provocation effects on those who read it. Our studies were based on the theorists Mikhail Bakhtin (1993, 1997, 2003, 2006, 2010), Hans Robert Jauss (1994), Wolfgang Iser (1996), Brazilian researchers and essayists Aguiar & Bordini (1988), Marisa Lajolo (2007, 2011), Regina Zilberman (2007, 2011, 2012), Perrone-Moisés (1990) and in the exponent of Brazilian literary criticism, Antônio Cândido (1972, 1988, 2004, 2006, 2009), among others. It could be verified that Lygia Bojunga endorses the thesis of social interactionism and the aesthetics of reception in reading and literature, as it was found, in  Sapato de Salto, dialogism between work and the reader, valorization of prior knowledge, expansion of this knowledge through breaking paradigms, and activating their responsive participation in empathetic reflections on issues barely discussed with young people, but much experienced by them, favoring the understanding of oneself, the other and their (trans) literary formation.

13
  • ELIANE COSTA FERREIRA
  • SILENCIAMENTO E RESISTÊNCIA NAS PERSONAGENS FEMININAS SUBALTERNIZADAS EM O FIO DAS MISSANGAS, DE MIA COUTO

  • Orientador : MARINEI ALMEIDA
  • Data: 28/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho está centrado em uma reflexão crítica e analítica sobre o silenciamento e resistência nas vozes femininas subalternizadas na obra O fio das missangas (2009), do escritor Mia Couto. Como delimitação do corpus e fio condutor das análises e discussões, foram selecionados cinco contos: “O cesto”, “A saia almarrotada”, “A despedideira”, “Os olhos dos mortos” e “Meia culpa, meia própria culpa”, nos quais as personagens femininas ocupam um lugar de destaque ao narrarem as suas histórias, suas perspectivas de vida em relação ao passado, por meio de uma revisitação dolorida desse tempo pretérito pela via da memória, problematizando e ao mesmo tempo questionando um presente, num ato de projeção a um tempo futuro. As
    atitudes das personagens femininas denotam uma posição de resistência em meio à condição subalterna que elas desempenham em um espaço de domínio masculino e falocrático. Assim, o foco principal deste trabalho foi refletir sobre o silenciamento que paira nesse ambiente doméstico, em que a mulher está inserida, e ao mesmo tempo discutir sobre a posição de resistência desta, por meio da análise das personagens femininas nos contos escolhidos. Como respaldo de nossa pesquisa buscamos aporte em estudos teóricos contemporâneos para falar da condição social da mulher na sociedade africana e das suas subjetividades com os conceitos de Oyèronké Oyèwúmi (2004, 2021), Nah Dove (1998), Sotunsa Mobolanle Ebunoluwa (2009); e críticos dos estudos culturais e das literaturas africanas de língua portuguesa como: Bhabha (1998), Stuart Hall (2015), Edward Said (2003, 2005), Tania Macêdo (2018), Vera Maquêa (2007, 2010), Ana Mafalda Leite (2013,2020), Abdala Junior (2017), Eclea Bosi (1994), Jacques Le Gof (2013), Michel Polak (1989), dentre outros.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

14
  • MARIA NELI BARRETO
  • DO DIÁRIO AO ROMANCE: A CONTRUÇÃO DE UM CONTRADISCURSO EM DIVÓRCIO, DE RICARDO LÍSIAS

  • Orientador : WALNICE APARECIDA MATOS VILALVA
  • Data: 29/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • BARRETO, Maria Neli. DO DIÁRIO AO ROMANCE: A CONTRUÇÃO DE UM CONTRADISCURSO EM DIVÓRCIO, DE RICARDO LÍSIAS.  Dissertação de mestrado. Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários – PPGEL/UNEMAT. Tangará da Serra/MT, Brasil, 2021. Orientadora: Walnice Aparecida Matos Vilalva.

     

    Esta pesquisa se propõe a fazer uma análise do romance Divórcio, de Ricardo Lísias. Por meio da leitura desta trama, publicada em 2013, a qual possui quinze capítulos intitulados quilômetros, sugerimos uma discussão acerca do fazer romanesco de Lísias a partir do mecanismo do contradiscurso inserido no romance que surge para responder a escritura de um diário. Para realizar tais inquirições, investigar-se-á: a composiçao estética empreendida pela autor para modelar sua narrativa, a figura do narrador, os personagens e a trama, bem como o discurso empreendido no diário e o contradiscurso que se consolida em resposta ao discurso desta agenda íntima. Para a realização do presente estudo elegeu-se algumas destas obras como parte da fundamentação teórica: Bakhtin (1998), Barthes (1981), Benjamin (1987), Blanchot (2005), dentre outros


  • Mostrar Abstract
  • BARRETO, Maria Neli. Speaking about love e and betrayal: Divorce, of Ricardo Lísias. Master thesis. Graduate Program in Literary Studies – PPGEL/UNEMAT. Tangará da Serra/MT, Brazil, 2021. Advisor: Walnice Aparecida Matos Vilalva.

     

    This research aims to analyze the novel Divórcio, by Ricardo Lísias. By reading this plot, published in 2013, which has fifteen chapters titled kilometers, we suggest a discussion about Lysias' novel making from the mechanism of counter-discourse inserted in the novel that appears to respond writing a journal. To carry out such inquiries, we will investigate: the composition aesthetics undertaken by the author to model her narrative, the figure of the narrator, the characters and plot, as well as the discourse undertaken in the diary and the counter-discourse which is consolidated in response to the discourse of this intimate agenda. To carry out the In this study, some of these works were chosen as part of the theoretical foundation: Bakhtin (1998), Barthes (1981), Benjamin (1987), Blanchot (2005), among others. 

15
  • VERA RIZZO WERNER
  • A SOLIDÃO COMO EXPERIÊNCIA NA CONSTRUÇÃO ESTÉTICA DE RICARDO GUILHERME DICKE

  • Orientador : MADALENA APARECIDA MACHADO
  • Data: 29/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa pretende realizar a leitura crítica das obras de Ricardo Guilherme Dicke, em especial Toada do Esquecido & Sinfonia Eqüestre (2006), Madona dos Páramos (1981), Rio Abaixo dos Vaqueiros (2000), Cerimônias do Sertão (2011a) O Velho Moço e outros contos (2011b), A proximidade do mar & Ilha (2011c), Os semelhantes (2011d) e com o intuito de refletir sobre a solidão como experiência na construção estética das obras selecionadas, tendo-a como meio para traçarmos um paralelo com os reflexos da contemporaneidade na compreensão do ser. O estudo está intercalado entre romances e contos que abordam a fragmentação do homem diante das transformações sociais, econômicas, culturais, políticas e questões existenciais tais como, medo, liberdade, buscas incessantes, vida, morte e solidão, temas recorrentes que se transformam num mosaico dickeano em que os dizeres dos personagens se expandem no espaço da linguagem e traçam um mapa dos sentimentose sensações do ser e estar no mundo. Pelos (des) caminhos da narrativa de Ricardo Guilherme Dicke será estabelecida a problematização dos aspectos entre tradição, modernidade, espaço, tempo, imaginação e realidade com modo como autor lê e vê a solidão. As discussões terão como aporte teórico os estudiosos Octávio Paz (1976), Norbert Elias (1998), Maurice Blanchot (2011), Gaston Bachelard (2000), (2010), entre outros que julgarmos necessários para compor o corpus desta pesquisa.


  • Mostrar Abstract
  • This research intends to carry out a critical reading of the works of Ricardo Guilherme Dicke, especially Toada do Esquecido & Sinfonia Equestre (2006), Madona dos Páramos (1981), Rio Abaixo dos Vaqueiros (2000), Cerimônias do Sertão (2011a) O Velho Moço e outros contos (2011b), A proximidade do Mar & Ilha (2011c), Os Semelhantes (2011d) and with the aim of reflecting on loneliness as an experience in the aesthetic construction of the selected works, using it as a means to draw a parallel with the reflexes of contemporaneity in the understanding of being. The study is interspersed between novels and short stories that address the fragmentation of man in the face of social, economic, cultural, political transformations and existential issues such as fear, freedom, relentless pursuits, life, death and loneliness, recurring themes that become a mosaic Dickean in which the characters' sayings expand in the space of language and draw a map of the feelings and sensations of being and being in the world. Through the (mis)paths of Ricardo Guilherme Dicke's narrative, the problematization of aspects between tradition, modernity, space, time, imagination and reality will be established with the way the author reads and sees loneliness. The discussions will have as theoretical support the scholars Octávio Paz (1976), Norbert Elias (1998), Maurice Blanchot (2011), Gaston Bachelard (2000), (2010), among others that we deem necessary to compose the corpus of this research.

16
  • JAÍNE BEATRIZ DE ALMEIDA TAVARES
  • LITERATURA E DIGNIDADE HUMANA:UM ESTUDO ANÁLITICO SOBRE A DIEGESE DELINEADA NO NARRADOR E NA CONSTRUÇÃO DOS PERSONAGENS NO ROMANCE DESVENTURAS EM SÉRIE 

     

  • Orientador : ALEXANDRE MARIOTTO BOTTON
  • Data: 26/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação possui como objetivo um estudo analítico do narrador, dos personagens e outras características estéticas como: “o efeito de estranhamento”, o tempo-espaço, a caracterização de circunstâncias, a ambientação distópica e a intertextualidade geradas a partir das alusões realizadas a escritores e cientistas referente aos nomes e sobrenomes dos personagens Violet, Klaus e Sunny, sendo estes os Baudelaire, Sr. Poe, e seus filhos Edgar e Albert. Um outro aspecto, será o de esquadrinhar a expressão in loco parentis aludida em alguns momentos da narrativa. Constata-se que todos esses aspectos se encontram inerentes à obra Mau Começo - The Bad Beginning e Serraria Baixo-Astral - The Miserable Mill, ou seja, noprimeiro e no quarto volume, respectivamente do romance Desventuras em Série. Nessa esteira, esses detalhes conspícuos possuem o propósito de vislumbrar como princípio o histórico da obra, a orfandade em relação ao questionamento da dignidade humana mediante à constituição dos próprios personagens, advindo de reflexões e comparações no romance. Nessa concepção, desenvolvemos um estudo bibliográfico a partir da ótica e da análise do romance A Series of Unfortunate Events - Desventuras em Série, do autor Lemony Snicket ― heterônimo de Daniel Handler. Nossas análises estão fundamentadas em teorias imprescindíveis para o entendimento desse estudo. Deste modo, utilizamos a pesquisa bibliográfica de metodologia analítica, efetivada pela utilização de materiais teóricos registrados e já trabalhados por outros pesquisadores. Essa pesquisa foi realizada de duas formas. O primeiro é o de efetivara leitura sistemática de apontamentos do romance escolhido e, por fim, a dos referenciais teóricos que sustentarão nossa tese. O segundo prosseguimento desse processo, que compreende a composição de escrita do trabalho, dar-se-á posteriormente ao realizar à fortuna crítica como uma introdução abrangente da narrativa dos 13 volumes do romance, no ato contínuo realiza-se a análise dos possíveis livros: 1-The Bad Beginning- Mau Começo e 4- The Miserable Mill- Serraria Baixo-Astral, no qual, o estudo analítico refere-se tanto aos seus aspectos estéticos literários, quanto as suas temáticas sociais.


  • Mostrar Abstract
  • Esta dissertação possui como objetivo um estudo analítico do narrador, dos personagens e outras características estéticas como: “o efeito de estranhamento”, o tempo-espaço, a caracterização de circunstâncias, a ambientação distópica e a intertextualidade geradas a partir das alusões realizadas a escritores e cientistas referente aos nomes e sobrenomes dos personagens Violet, Klaus e Sunny, sendo estes os Baudelaire, Sr. Poe, e seus filhos Edgar e Albert. Um outro aspecto, será o de esquadrinhar a expressão in loco parentis aludida em alguns momentos da narrativa. Constata-se que todos esses aspectos se encontram inerentes à obra Mau Começo - The Bad Beginning e Serraria Baixo-Astral - The Miserable Mill, ou seja, no primeiro e no quarto volume, respectivamente do romance Desventuras em Série. Nessa esteira, esses detalhes conspícuos possuem o propósito de vislumbrar como princípio o histórico da obra, a orfandade em relação ao questionamento da dignidade humana mediante à constituição dos próprios personagens, advindo de reflexões e comparações no romance. Nessa concepção, desenvolvemos um estudo bibliográfico a partir da ótica e da análise do romance A Series of Unfortunate Events - Desventuras em Série, do autor Lemony Snicket ― heterônimo de Daniel Handler. Nossas análises estão fundamentadas em teorias imprescindíveis para o entendimento desse estudo. Deste modo, utilizamos a pesquisa bibliográfica de metodologia analítica, efetivada pela utilização de materiais teóricos registrados e já trabalhados por outros pesquisadores. Essa pesquisa foi realizada de duas formas. O primeiro é o de efetivar a leitura sistemática de apontamentos do romance escolhido e, por fim, a dos referenciais teóricos que sustentarão nossa tese. O segundo prosseguimento desse processo, que compreende a composição de escrita do trabalho, dar-se-á posteriormente ao realizar à fortuna crítica como uma introdução abrangente da narrativa dos 13 volumes do romance, no ato contínuo realiza-se a análise dos possíveis livros: 1-The Bad Beginning- Mau Começo e 4- The Miserable Mill- Serraria Baixo-Astral, no qual, o estudo analítico refere-se tanto aos seus aspectos estéticos literários, quanto as suas temáticas sociais.

17
  • MAYARA LANDIM DE OLIVEIRA
  • RUPTURAS DE UMA VIDA PELA METADE: A CONFIGURAÇÃO IDENTITÁRIA EM A DESUMANIZAÇÃO, DE VALTER HUGO MÃE

     

  • Orientador : ALEXANDRE MARIOTTO BOTTON
  • Data: 29/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • A literatura é uma arte que nos permite divagar sobre nós mesmos e de refletir nossas ações através das experiências complexas de diversos personagens que nos são apresentados nas mais diferentes narrativas literárias. A função da literatura como reflete Candido (1980) é de humanizar. Tendo feito essas considerações, nesta presente pesquisa se propõe explorar as mudanças identitárias sofridas pela personagem central, Halldora, doravante Halla, no romance contemporâneo de Valter Hugo Mãe, A desumanização (2014). Fomentamos a discussão acerca da ruptura de identidade da personagem e seu processo de enlutamento ante a morte da irmã gêmea, citada acima, do ambiente em que a narrativa é desenvolvida, da escrita surpreendentemente poética da obra, além das ressalvas sobre a ligação de gêmeos idênticos na literatura. Tendo como amparo teórico Freud (2011), Hall (2006), Bakhtin (1988), Adorno (2003), Bosi (2000) e Todorov (2020).


  • Mostrar Abstract
  • Literature is an art that allows us to digress about ourselves and to reflect our actions through the complex experiences of different characters that are presented to us in the most different literary narratives. The role of literature as reflected by Candido (1980) is to humanize. Having made these considerations, this research proposes to explore the identity changes suffered by the central character, Halldora, henceforth Halla, in the contemporary novel by Valter Hugo Mãe, A dehumanization (2014). We encourage discussion about the rupture of the character's identity and her grieving process before the death of the twin sister, mentioned above, the environment in which the narrative is developed, the surprisingly poetic writing of the work, in addition to the reservations about the connection of identical twins in literature. With theoretical support Freud (2011), Hall (2006), Bakhtin (1988), Adorno (2003), Bosi (2000) and Todorov (2020).

18
  • PAULO SERGIO BORGES DAVID MUDEH
  • Visões do telúrico em Manoel de Barros e Ondjaki: entre o chão e a pedra.

  • Orientador : ISAAC NEWTON ALMEIDA RAMOS
  • Data: 13/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa analisa os diálogos entre os livros Poemas Rupestres (2004) e Há Prendisajens com o Xão: o segredo húmido da lesma e outras descoisas (2002), respectivamente escritos por Manoel de Barros (Brasil) e Ondjaki (Angola), com o intuito de explorar os diálogos entre suas visões estéticas. Do autor brasileiro, foram selecionados o segundo, terceiro, quarto, sexto e sétimo poemas da primeira parte do livro escolhido, denominada “Canção do Ver”, ao passo que, do poeta angolano, foram estudados os poemas “CHÃO”, “PASTOR DE ESTRELAS”, “SEGREDOS”, “PARA FORMIGA SER, QUER-SE...” e “QUANDO FUI CHÃO PARA LAGRIMATERRIZAGEM”. Foram realizados levantamentos do que há em comum nas histórias brasileira e angolana, sobre as características da obra dos escritores escolhidos, bem como análises estruturais dos poemas, desde o nível fonético e fonológico, passando pelos níveis morfossintático, formal, estilístico e semântico, principalmente no tocante aos processos de ressignificação lexical, formação de palavras e às imagens voltadas às pequenas e insignificantes coisas, que permeiam os livros estudados. As análises e as reflexões trazidas têm vistas à expressão do desejo de retorno a um tempo mítico íntimo de cada um dos eu-líricos, bem como à pessoalização das figuras do ínfimo e do não-humano, traços comuns aos dois livros. Empregamos diversas obras de Alfredo Bosi, Benjamin Abdala Júnior, Gaston Bachelard, Isaac Ramos, Olga Castrillon-Mendes, Octávio Paz, Paul Valéry e vários outros críticos e teóricos da literatura, além de citações de outras obras dos poetas estudados.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

19
  • PRISCILA DAROLT
  • A DESSACRALIZAÇÃO DAS DIVINDADES E A SUBVERSÃO NA POÉTICA DE D. PEDRO CASALDÁLIGA

  • Orientador : ISAAC NEWTON ALMEIDA RAMOS
  • Data: 14/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação analisou a poética de Dom Pedro Casaldáliga, a partir das obras: Antologia Retirante (1978), Cantigas Menores (1979), Todavía Estas Palabras (1989), Sonetos Neobíblicos, precisamente (1996), Versos Adversos: Antologia (2006). O tema central da investigação é o processo de dessacralização do texto bíblico e a sacralização do texto literário, concedidos por meio da licença poética, além de abordar os aspectos subversivos de sua poesia. Administrador e posteriormente bispo da Prelazia de São Félix do Araguaia-MT, Casaldáliga vivenciou a Teologia da Libertação e se tornou um líder representativo no Brasil e América Latina. Sua lírica demonstra o engajamento político, a descentralização do poder da Igreja tradicional e a crítica social, que denuncia o processo de ocupação das terras mato-grossenses e o desrespeito às diferentes culturas. A pesquisa é embasada pela teoria literária; pela visão dos teólogos da Libertação e processos de significação religiosa; por registros biográficos; pela
    crítica literária produzida sobre Casaldáliga. Dentre os autores estão: Antonio Candido, Alfredo Bosi, Octávio Paz; Leonardo Boff, José Regidor, Mairon Escorsi Valério; Ana Helena Tavares, Francesc Escribano; Edson Flávio Santos, Olga Maria Castrillon-Mendes.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

20
  • JAQUELINE DA SILVA OLIVEIRA
  • Percursos poéticos de Alda Lara e Noémia de Sousa: vozes que emergiram do silêncio

  • Orientador : ISAAC NEWTON ALMEIDA RAMOS
  • Data: 16/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação se propôs a analisar alguns poemas de Sangue Negro (2016), da moçambicana Carolina Noémia Abranches de Sousa, e Poemas (2014), da angolana Alda Lara, acentuando a maneira poética que as autoras usaram para denunciar e se opor ao imperialismo lusitano. O trabalho apontou como, mesmo silenciadas por um sistema patriarcal e colonialista, essas personagens destacam-se como duas grandes vozes, que contribuíram para construção de um pensamento libertário em Angola e Moçambique, via literatura.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation aimed at analyzing some poems by Sangue Negro (2016), by the Mozambican Carolina Noémia Abranches de Sousa, and Poems (2014), by the Angolan Alda Lara, emphasizing the poetic way that the authors used to denounce and oppose the Portuguese imperialism. The work pointed out how, even silenced by a patriarchal and colonialist system, these characters stood out as two great voices, who contributed to the construction of a libertarian thought in Angola and Mozambique, through literature.

Teses
1
  • SEBASTIANA RODRIGUES DA CRUZ MENEGUCI
  • FICÇÃO E HISTÓRIA NO ROMANCE ANGOLANO - CONTRADIÇÕES DA GUERRA DE INDEPENDÊNCIA EM NÓS, OS DO MAKULUSU, DE LUANDINO VIEIRA E MAYOMBE, DE PEPETELA 

  • Orientador : VERA LUCIA DA ROCHA MAQUEA
  • Data: 12/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • A presente Tese investiga a guerra de independência em Angola e suas contradições nos aspectos ideológicos que causaram essa guerra, em Nós, os do Makulusu (2008), de Luandino Vieira e Mayombe (2013) de Pepetela, sob o viés do campo de investigação da Literatura Comparada. Os autores se utilizam das personagens para descrever a vida e o sofrimento do povo angolano no contexto de guerra, denunciar as práticas arbitrárias e cruéis do colonialismo e sistematizar a luta dos guerrilheiros pela expulsão das tropas salazaristas e a conquista da independência de Angola. Seus textos são pautados na própria experiência de vida, confrontando ficção e história, portanto, a pesquisa buscou verificar como a guerra de independência é representada nos respectivos romances, tendo a contradição como elemento estrutural desse período. Alguns referenciais embasaram essa pesquisa como Fanon (1968) e Memmi (1977), para analisarmos os fenômenos da guerra, como também os estudos críticos de Antonio Candido (2009) sobre a relação da Literatura e Sociedade. A pesquisa também foi embasada por Abdala Junior (2007), Rita Chaves (2005), Tania Macedo (2008), Vima Martin (2008), Laura Padilha (2007), Inocência Mata (2006). Outras referências críticas que fundamentaram as reflexões sobre a presença feminina no contexto de guerra, o silenciamento e o preconceito sofrido por elas, foram as leituras dos textos críticos de Margarida Calafate Ribeiro (2006), Djamila Ribeiro (2017), Spivak (2010), Kasembe e Chiziane (2008).

     


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

2
  • Cleonilde Ribeiro de Souza Costa
  • UMA LEITURA COMPARADA DA POÉTICA DE PEDRO CASALDÁLIGA E DE JOSÉ CRAVEIRINHA

  • Orientador : OLGA MARIA CASTRILLON MENDES
  • Data: 31/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • O estudo realizou-se sob a perspectiva comparada da poética de Pedro Casaldáliga (1928-08/08-2020) e de José Craveirinha (1922-2003), tendo como referência os poemas publicados na obra Antologia Retirante (1978), Cuia de Gedeão: poemas e autos sacramentais sertanejos (1982), Versos adversos: antologia (2006), Cantigas menores (2003) de autoria de Casaldáliga, escritor brasileiro, e em Obra Poética (2002)[1] de Craveirinha, escritor moçambicano. A hipótese levantada foi de que a poesia dos autores ao se inscrever num contexto de opressão, politicamente constrói pontos de convergências. Pronuncia-se como porta voz do sujeito oprimido e silenciado. Nesse sentido, a localização dessa escrita no tempo e espaço é o século XX, o período da manutenção latifundiária no Brasil e a luta pela independência de Moçambique. Assim, quais as imagens e discursos representados pela poética, dentro desses contextos socioculturais estabeleceriam o diálogo? Os objetivos foram estudar e identificar elementos poéticos que representam denúncia social, resistência contra a opressão humana, relação de poder, consciência crítica, luta por liberdade humana e cultural. E a partir das evidências líricas que se aproximam e/ou não, construiu-se a ponte comunicativa, que ocorre quando, em contextos e tempos diferentes, a poética é comprometida com a causa humana marginalizada. A metodologia centrou-se no levantamento da fortuna crítica dos poetas. Depois, fez-se a seleção dos poemas em consonância com a hipótese e os objetivos elencados. Assim, cada capítulo desse estudo foi composto por repertórios literários que se aproximam quando representam questões universais: a defesa da vida, da liberdade humana e da valorização da cultura diferente. Por distanciamento ao abordar questões peculiares, como a luta dos índios e não índios no Brasil, especialmente no Estado de Mato Grosso, Região do Araguaia e a luta pela libertação política e cultural em Moçambique. Desse modo, os poemas dialogam por representar e valorizar o ser humano oprimido/explorado, possibilitando o leitor a enxergar esse ser como pessoa capaz de transformar a realidade. São discursos líricos que propõem uma política coletivo-proativa, ou seja, a construção consciente-coletiva de uma comunidade heterogênea em que as diferenças socioculturais não se vejam com indiferença, mas busquem o bem-estar com equidade. As análises e reflexões desta tese embasaram-se, principalmente, no aporte teórico e crítico constituído por Alfredo Bosi (1992), (2000), (2002), (2013), (2010); Octavio Paz (2012), (1994), (1984), (1966); Walter Benjamin (2018); Antonio Candido (2006), (2011), (2011c), (2007); Jean-Paul Sartre (2004); Tânia Franco Carvalhal (2004), (2011); Ana Mafalda Leite (1998), (2003), (2002), (2019); Francisco Noa (2018), (2015), (2015b); Benjamin Abdala Junior (2014), (2012), (2003), (2007); Edson Flávio Santos (2018); Edward Said (2000), (2011); Eric Hobsbawm (1995); Octavio Ianni (1983), (1986), (2003), (2010); David Harvey (2006); José Luís Cabaço (2007); Frantz Fanon (1968), (2008); Homi Bhabha (2013); Gayatri Chakravorty Spivak (2010); Albert Memmi (2007); Milton Santos (2018); Gilles Deleuze (1988); Ernest Bloch (2005); João Carlos Barrozo (2010); Regina Beatriz Guimarães Neto (2006).



    [1] É considera uma Obra completa, reúne a maioria dos poemas de José Craveirinha, incluindo os publicados em outras antologias. Por isso, elegeu-se apenas ela para este estudo.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

3
  • FRANCIELI SANTOS ROSSI
  • A MATÉRIA VERTENTE DO HOMEM HUMANO O PACTO COM O DIABO EM GRANDE SERTÃO: VEREDAS

  • Orientador : WALNICE APARECIDA MATOS VILALVA
  • Data: 04/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • Consideramos que Grande Sertão: Veredas é um romance que já foi amplamente abordado em diversas análises acadêmicas. Assim, atualmente, ao tentar estabelecer uma originalidade em estudos que tenha como “corpus” documental este romance, assume-se uma tarefa árdua e difícil. Entretanto, conforme as ideias defendidas inicialmente por Bakhtin (1895 – 1975) quanto ao termo “dialogismo”, e, posteriormente, enfatizadas por Julia Kristeva (1941) como “intertextualidade” para designar o processo de produtividade do texto literário, entendemos que nenhum texto em si, pode ser considerado totalmente original, pois, este é uma absorção e uma réplica a outro (ou vários outros), o que ocorre é a readaptação dos conceitos causais que resultará em uma nova concepção de mundo; enfim, em outro texto literário ou crítico. Estes argumentos não justificam que esta tese se respaldará em uma simples réplica de pesquisas já realizadas sobre o romance em destaque, mas numa maneira de afirmar que uma obra como Grande Sertão: Veredas, por fazer parte de um contexto universal e canônico será analisado por muitos outros críticos, dando lhe singular contribuição aos estudos literários. Esta pesquisa assume este propósito, ansiando colaborar para compreensões acerca da construção identitária de Riobaldo enquanto narrador e personagem, como também, pela relação entre as outras personagens (Diadorim, Otacília, Zé Bebelo, Joca Ramiro, etc.) que compõem tal narrativa,  esta que se apresenta aos interlocutores como ambígua,  confidencial e expressiva.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

4
  • BRUNA MARCELO FREITAS
  • O PROCESSO TRÁGICO EM DESONRA, DE J. M. COETZEE: O CHOQUE CULTURAL, O ESPECISMO E O CORPO 

  • Data: 14/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • O escritor sul-africano John Maxwell Coetzee, ao publicar Disgrace em 1999, ofereceu à humanidade a articulação estética de uma gama significativa de saberes e experiências. Tal fato nos impactou e motivou a optar pela obra como objeto de pesquisa. José Rubens de Siqueira traduziu o romance para o português - Desonra - pela Companhia das Letras em 2000. O objetivo desse estudo consiste em analisar como se conformam os aspectos estéticos em Desonra (2000), considerando o trágico no conjunto narrativo, que se desdobra no choque cultural, no especismo e no corpo. O percurso analítico inclinou-se à interpretação da estética do romance coetzeeano, orientado por uma sensibilidade trágica, ou seja, não forçamos a imposição de conhecimentos e teorias à abordagem realizada. Ao contrário, permitimos que a obra artística reverberasse os saberes pertinentes ao processo interpretativo, e os articulamos em busca de estabelecer uma compreensão da unidade superior de Desonra. O arcabouço teórico relacionado ao trágico, pautado em Friedrich Nietzsche, Raymond Williams, Michel Maffesoli, entre outros, incidiu sobre os demais aspectos do romance, catalisando suas questões fulcrais. Acionamos, assim, autores da teoria literária como Mikhail Bakhtin, Antonio Candido, Norman Friedman e outros para tratar dos elementos estruturais da narrativa; teóricos do pós-colonialismo, como Homi Bhabha e Edward Said, para compreender as figuras representativas do romance; autores de outros campos teóricos, como Peter Singer, Melanie Joy e Leon Festinger, para refletir em torno da relação estabelecida entre os animais e o protagonista, e David Le Breton, Michel Foucault, Zygmunt Bauman, Maffesoli, Nietzsche, para analisarmos como o corpo se inscreve no universo artístico de Desonra e catalisa o trágico, fenômeno social da pós-modernidade. As formas de articulação dos saberes indicaram como se dá o processo trágico no romance, possibilitando visualizarmos um caminho de transformação percorrido pelo protagonista David Lurie em sentido trágico.


  • Mostrar Abstract
  • South African writer John Maxwell Coetzee, when publishing Disgrace in 1999, offered humanity the aesthetic articulation of a significant range of knowledge and experience. This fact impacted and motivated us to choose the work as an object of research. José Rubens de Siqueira translated the novel into Portuguese - Desonra - by Companhia das Letras. The objective of this study is to analyze how the aesthetic aspects conform in Desonra (2000), considering the tragic, the cultural shock, speciesism and the body in the narrative set. The analytical path tended to interpret the aesthetic of the Coetzeean novel, guided by a tragic sensitivity, that is, we did not force the imposition of knowledge and theories on the approach taken. On the contrary, we allow the artistic work to reverberate the pertinent knowledge to the interpretative process, and we articulate them in search of establishing an understanding of the higher unity of Desonra. The theoretical framework related to the tragic, based on Friedrich Nietzche, Raymond Williams among others, focused on the other aspects of the novel, catalyzing its central issues. Thus, we used authors of literary theory such as Mikhail Bakhtin, Antonio Candido, Norma Friedman and others to address the structural elements of the narrative, postcolonial theorists to understand the representative figures of the novel, and authors from other theoretical fields such as Michel Foucault, Zygmunt Bauman, Peter Singer, Melanie Joy, David Le Breton among others, to reflect on the various contents inscribed in the artistic universe of Desonra. The forms of articulation of knowledge indicated how the tragic process takes place in the novel, making it possible to visualize a path of transformation of the protagonist, David Lurie, in a tragic sense.

5
  • SANDRA MARIA GONÇALVES DA SILVA
  • BALADA DE AMOR AO VENTO, NIKETCHE: UMA HISTÓRIA DE POLIGAMIA E O ALEGRE CANTO DA PERDIZ: ENTRE CONFLITOS, PERDÃO E RECONCILIAÇÃO

  • Orientador : MARINEI ALMEIDA
  • Data: 20/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • O cenário literário moçambicano esteve em consonância com o contexto histórico nacional durante muitos anos, dando visibilidade apenas à escrita masculina. No entanto, essa realidade gradativamente tem tomado outras direções, uma vez que a mulher delineia um novo caminho que a conduz para um espaço de fala e permite que suas insatisfações com relação às condições impostas a elas sejam colocadas em pauta. Paulina Chiziane é uma dessas mulheres que ousa ultrapassar a fronteira que pretende limitar o acesso da mulher à educação formal, às letras e, portanto, a vivências mais libertárias. Intentamos comprovar nesta pesquisa a hipótese de que em seus romances Balada de amor ao vento (2016), Niketche: uma história de poligamia (2004) e O alegre canto da perdiz (2018), a escritora problematiza as questões culturais e de gênero, fragilizando a soberania masculina e, simultaneamente, propõe a possibilidade de convivências menos conflituosas entre os/as moçambicanos/as, por meio do perdão e da reconciliação. Para isso, Chiziane projeta nas personagens femininas um devir-mulher disruptivo que se constrói a partir do momento em que estas ultrapassam o limite do espaço doméstico e se lançam no espaço público, como fez a própria escritora. Para sustentar as nossas reflexões, buscamos aporte crítico e teórico em Michel Foucault (1998), Helleieth Saffiot (1987), Pierre Bourdieu (2017), bell hooks (2020), María Lugones (2020), Patricia Hill Collins (2020), Maria Nazareth S. Fonseca (2006), Laura Cavalcante Padilha (2006), Ana Rita Santiago (2019), dentre outros/as.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

6
  • JOSÉ FLÁVIO DA PAZ
  •  A IRONIA COMO RECURSO POÉTICO: PERSPECTIVAS POLIFÔNICAS, SEMÂNTICAS E SUBJETIVAS NA POESIA DE EDUARDO MARTINS

  • Orientador : AROLDO JOSE ABREU PINTO
  • Data: 27/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • O Movimento dos Escritores Independentes de Pernambuco-MEIPE foi criado por adolescentes e jovens, nos anos de 1980, na cidade do Recife, caracterizado por resistir ao sistema opressor, pós-ditatorial que passava o Brasil à época e, por suas formas vanguardistas no modo de ler, ver e fazer poesia de aparente rebeldia e de insubordinação aos modelos pasteurizados, construindo uma literatura à margem do estabelecido pelos poetas clássicos, afastando-se, desse modo, do cânone literário brasileiro. Em meio a nomes, como Francisco Espinhara, Cida Pedrosa, Fátima Ferreira, Héctor Pellizzi, entre os fundadores, militantes e resistentes no/do MEIPE, destaca-se o poeta Eduardo Martins, um dos membros que promove o Movimento e continua a produzir arte literária e academicamente. Seus poemas carregam os pensamentos do MEIPE e, além da subjetividade, da semanticidade e da polifonia, características típicas da poesia, a ironia se apresenta como marca nas suas obras, não somente a ironia como a linguística promove, mas uma ironia situacional, de cunho filosófico, psicanalítico, romântico e sensível como a poesia e a literatura de forma mais ampla, expressa de variadas maneiras, seja na autoironia do eu lírico frente à vida humana, sua percepção do mundo e como vivenciá-lo, interferindo nas formas de ver-pensar-agir. Uma ironia metafísica, mas também envolto às questões míticas e cósmicas que reflitam as questões existenciais, da fé, do amor, da morte e dos sofrimentos positivos e/ou negativos a que o ser humano está sujeito, enquanto ser vivente e pensante. Quando não, surpreende-nos com a sua intenção poética nos conduzindo a uma produção de efeitos irônicos, tornando-nos ironistas. Logo, objetivase evidenciar a presença no MEIPE e a ironia no percurso dos poemas de Eduardo Martins, por meio dos efeitos simbólicos ou metaforizados, estrategicamente produzidas pelo poeta, nas obras Eczema no lírico (1985), O lado aberto (2004) e Signos secos (2021). Para tanto, utilizou-se da pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, bibliográfico-comparativo e documentacional, com orientação analíticodescritiva, frente às consultas em publicações diversas, inclusive nos doze livros publicados por Eduardo Martins, nas quatro últimas décadas. Pensadores como Adorno (2003); Aristóteles (1993 e 1998); Arrigucci Jr. (1997, 2002 e 2003); Bosi (1992 e 2015); Campos & Cordeiro (2005); Campos (1977) Candido (1996); Espinhara (2000); Friedrich (1978); Kayser (1963); Kierkegaard (2006); Paz (1982); Rorty (2007); Sanches & Martins (2019); Valéry (1991); Williams (1987) entre outros que somam na sustentação e defesa das argumentações que se pretendeu inferir. Desse modo, como resultados, além do cumprimento dos objetivos propostos, estabeleceram-se conexões entre o poeta e a sociedade, reconhecendo a sua produção como rondopernambucana, visto que nasce em Pernambuco e produz grande parte das suas obras no estado de Rondônia, conduzindo-o a condição de poeta nacional, tendo a ironia e a independência como elementos essenciais na sua trajetória poética.


  • Mostrar Abstract
  • The Movement of Independent Writers of Pernambuco-MEIPE was created by teenagers and young people, in the 1980s, in the city of Recife, characterized by resisting the oppressive, post-dictatorial system that Brazil was going through at the time and, by its avant-garde forms in the mode of reading, seeing and writing poetry of apparent rebellion and insubordination to pasteurized models, building a literature outside what was established by the classical poets, thus moving away from the Brazilian literary canon. Among names such as Francisco Espinhara, Cida Pedrosa, Fátima Ferreira, Héctor Pellizzi, among the founders, militants and resistance in MEIPE, the poet Eduardo Martins stands out, one of the members who promotes the Movement and continues to produce art literary and academically. His poems carry MEIPE's thoughts and, in addition to subjectivity, semanticity and polyphony, typical characteristics of poetry, irony presents itself as a mark in his works, not only the irony as linguistics promotes, but a situational irony, of an imprint philosophical, psychoanalytic, romantic and sensitive as poetry and literature more broadly, expressed in various ways, whether in the self-irony of the lyrical self in front of human life, its perception of the world and how to experience it, interfering in the ways of seeing it. think-act. A metaphysical irony, but also involved in mythical and cosmic issues that reflect existential issues, faith, love, death and positive and/or negative sufferings to which the human being is subject, as a living and thinking being. When not, it surprises us with its poetic intention, leading us to produce ironic effects, making us ironists. Therefore, the objective is to evidence the presence in MEIPE and the irony in the trajectory of Eduardo Martins' poems, through symbolic or metaphorized effects, strategically produced by the poet, in the works Eczema no lírico (1985), The open side (2004) and Dry signs (2021). For this purpose, qualitative, exploratory, bibliographiccomparative and documental research was used, with an analytical-descriptive orientation, compared to consultations in various publications, including the twelve books published by Eduardo Martins, in the last four decades. Thinkers like Adorno (2003); Aristotle (1993 and 1998); Arrigucci Jr. (1997, 2002 and 2003); Bosi (1992 and 2015); Campos & Cordeiro (2005); Campos (1977) Candido (1996); Espinhara (2000); Friedrich (1978); Kayser (1963); Kierkegaard (2006); Paz (1982); Rorty (2007); Sanches & Martins (2019); Valery (1991); Williams (1987) among others who add to the support and defense of the arguments intended to be inferred. Thus, as a result, in addition to fulfilling the proposed objectives, connections were established between the poet and society, recognizing his production as Rondo-Pernambucan, since he was born in Pernambuco and produces a large part of his works in the state of Rondônia, leading to o the condition of national poet, having irony and independence as essential elements in his poetic trajectory.

7
  • NORMA GISELE DE MATTOS
  • Orientador : HELVIO GOMES DE MORAES JUNIOR
  • Data: 29/10/2021

  • Mostrar Resumo

  • Mostrar Abstract
8
  • MARCOS APARECIDO PEREIRA
  • MITESSÊNCIA DO SER EM PRIMEIRAS ESTÓRIAS: UMA ANÁLISE SOB A PERSPECTIVA DO IMAGINÁRIO SIMBÓLICO

     

  • Orientador : MARINEI ALMEIDA
  • Data: 03/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem como objetivo analisar a obra Primeiras Estórias, de João Guimarães Rosa, com base na Teoria do Imaginário. Nesse sentido, buscou compreender os possíveis sentidos dos contos, a partir dos símbolos que regem as narrativas e, também, da organização interna do livro. Nesse intento, procuramos interpretar os elementos simbólicos que integram as estórias, bem como entender e discutir de que forma os Regime Diurno e Noturno, propostos por Gilbert Durand, se apresentam na estruturação da obra, mediada pelo conto central: O espelho. E, assim, partindo do imaginário simbólico e da esquematização dos textos nessa coletânea, tentamos refletir sobre o ser humano e suas experiências representadas ao longo das narrativas que compõem essa obra. À vista disso, de acordo com a hipótese de “paralelismo espelhado”, foram extraídos os elementos simbólicos de cada narrativa que, por sua vez, foram compreendidos com o auxílio de dicionários de símbolos e em relação com a teoria de Durand, a fim de verificar essa possibilidade de leitura. Logo, acreditamos que a hermenêutica simbólica pode auxiliar-nos a interpretar como essas estórias contam-nos acerca da psique e das estruturas que ajudaram a sustentar processo evolutivo humano, seja em perspectiva individual ou coletiva e, ainda, a perceber frações representativas do processo de individuação e da função transcendente, descritos no pensamento de Carl Jung, que embasará as reflexões propostas ao longo das análises. Isso posto, é necessário destacar que a palavra mitessência tem relação com esse emaranhado de energias arquetípicas, simbólicas e míticas que nos transpassam, forças sem as quais não teríamos tantas estórias (e histórias) para contar. Está, portanto, no bojo das potências e estruturas primitivas e essenciais que fundaram e fundam estórias que, por sua vez, fazem parte de tanto do consciente quanto do inconsciente das pessoas, pois continuam a nos proporcionar experiências que jamais são neutras e que, consequentemente, tornam-se parte de nós, ainda que sejam invisíveis. À vista disso, a sistematização das estórias, a partir de constelações simbólicas opostas e complementares, oferece-nos a oportunidade de reavaliar “certezas”, descobrir frinchas na realidade e notar que a vida e, nesse caso, especialmente, o ser humano é composto de muitas partes fragmentadas. Assim sendo, a ambiguidade e ambivalência da composição das narrativas dessa coletânea favorece a construção de sentidos múltiplos dos textos e, dessa forma, estimula a reflexão sobre o que está na essência de nossa constituição, aquilo que está para além da exterioridade ou daquilo que conhecemos fisicamente, logo, nos caminhos mais recônditos da psique de nosso ser. Desse modo, poderíamos dizer que os sentidos propostos ao analisar essas estórias são como os próprios seres humanos, fluidos, transitórios e em busca de uma complementaridade, pois brotam de nossas próprias e íntimas vivências e, portanto, se expandem continuamente com nossas leituras na ficção ou na vida real.


  • Mostrar Abstract
  • This work aims to analyze the work Primeiras Estórias, by João Guimarães Rosa, based on the Theory of the Imaginary. Thereby, we sought to understand the possible meanings of the stories, from the symbols that rule the narratives and also the internal organization of the book. With this in mind, we seek to interpret the symbolic elements that make up the stories, as well as understand and discuss how the Day and Night Regime, proposed by Gilbert Durand, are presented in the structuring of the work, mediated by the central story: O espelho. Thus, starting from the symbolic imagery and the layout of the texts in this collection, we try to reflect about the human being and their experiences represented throughout the narratives that make up this work. In view of this, according to the hypothesis of "mirrored parallelism", the symbolic elements of each narrative were extracted, which, in turn, were understood with the help of symbol dictionaries and in relation to Durand's theory, in order to check this readability. Therefore, we believe that symbolic hermeneutics can help us to interpret how these stories tell us about the psyche and the structures that helped to sustain the human evolutionary process, whether from an individual or collective perspective, and also to perceive representative fractions of the process of individuation and the transcendent function, described in Carl Jung's thought, which will support the reflections proposed throughout the analyses. That said, it is necessary to emphasize that the word mythessence is related to this tangle of archetypal, symbolic and mythical energies that permeate us, forces without which we would not have so many stories (and history) to tell. It is, therefore, in midst of the primitive and essential potencies and structures that founded and found stories that, in turn, are part of both the conscious and the unconscious of people, as they continue to provide us with experiences that are never neutral and, consequently, become part of us, even though they are invisible. In view of this, the systematization of the stories, from opposing and complementary symbolic constellations, offers us the opportunity to reassess "certainties", discover cracks in the reality and notice that life and, in this case, especially, the human being is composed of many fragmented parts. Therefore, the ambiguity and ambivalence of the composition of the narratives in this collection favors the construction of multiple meanings in the texts and, in this way, stimulates reflection on what is in the essence of our constitution, what is beyond externality or what we know physically, therefore, in the most hidden paths of the psyche of our being. Consequently, we could say that the meanings proposed when analyzing these stories are like human beings themselves, fluid, transitory and in search of complementarity, as they spring from our own intimate experiences and, therefore, continually expand with our readings in fiction or in real life.

2020
Dissertações
1
  • ADRIANE REGINA MENEGAZ VERONESE
  • O MAL-ESTAR NAS OBRAS DE BERNARDO CARVALHO: UM TEMA E SUAS DECLINAÇÕES

  • Orientador : VERA LUCIA DA ROCHA MAQUEA
  • Data: 11/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação situa-se na linha de pesquisa Literatura e Vida Social nos países de Língua Portuguesa e apresenta uma abordagem temática dos romances de Bernardo Carvalho Mongólia (2003), O Filho da Mãe (2009) e Simpatia pelo Demônio (2016). Partindo da concepção de literatura como compromisso social, questão importante na tradição da crítica literária brasileira, nos propusemos a refletir sobre as representações culturais, sociais, econômicas e políticas a partir dos temas literários selecionados nestas obras. Temos como objetivo analisar o conceito de mal-estar gerado pela falta de ética, quebra de contratos e normas impostas pela sociedade nas diferentes formas das relações humanas, por meio do estudo de narradores e personagens. Se o mal-estar é uma questão que se faz presente na existência do ser humano contemporâneo, vamos verificar como Bernardo Carvalho recria esse tema nos romances escolhidos. Para dar suporte a este estudo, dialogaremos com a crítica da obra do autor e com referências teóricas pertinentes ao tema e suas derivações. Para que este estudo se realize adotaremos a metodologia de pesquisa bibliográfica e analítica. Contaremos com um referencial teórico e crítico que subsidia análises de obras que compõem a literatura brasileira contemporânea de modo geral e, a literatura de Bernardo Carvalho, de modo particular. Para isso tomaremos como base teórico-crítica estudiosos como Lukács (1965), Steiner (1990), Adorno (1974), Bakhtin (1979), Todorov (1999), Watt (1957), Freud (1930), Benjamin (1985), Said (1978), Agamben (2006), Maffesoli (1997), Bosi (1970), Candido (1995), Abdala Junior (2012), Dalcastagnè (2014), Resende (2008), Schøllhammer (2009), Perrone-Moisés (2016), Maquêa (2001), entre outros que se fizerem necessários para discutirmos o gênero romance, as teorias da literatura, literatura brasileira contemporânea e os sentidos de mal-estar. 


  • Mostrar Abstract
  • The current dissertation is situated in the line of research Literature and Social Life in the Portuguese speaking countries and presents a thematic approach of Bernardo de Carvalho's novels Mongólia (2003), O Filho da Mãe (2009) e Simpatia pelo Demônio (2016). Starting from literature conception as a social commitment, important question in the tradition of Brazilian literary criticism, we propose to reflect about the cultural, social, economic and political representations based on the literary themes selected in these works. Our aim is to analyze the concept of uneasiness generated by the lack of ethics, breach of contract and the rules imposed by society in the different human relationships, through the study of narrators and characters. If uneasiness is an question that is we are going to verify how Bernardo Carvalho recreates this theme in the chosen novels.      To support this study, we will dialogue with the criticism of the author's work and its derivations. In order for this study to be accomplished, we will adopt the methodology of bibliographical and analytical research. We rely on a theoretical and critical reference that subsidizes analysis of works that make up contemporary Brazilian literature in general and Bernardo Carvalho's literature in particular. In order to do this, we will take as theoretical-critical basis scholars as Lukács (2009), Steiner (1990), Adorno (1971), Bakhtin (1979), Todorov (1999), Watt (1957), Freud (1930), Benjamin (1985), Said (1978), Agamben (2006), Maffesoli (1997), Bosi (1970), Candido (1995), Abdala Junior (2012), Dalcastagné (2014), Resende (2008), Schøllhammer (2009),Perrone-Moisés (2016), Maquêa(2011), among , who are necessary to discuss the romance genre, theories of literature, contemporary Brazilian literature and the senses of uneasiness.

2
  • NATÁLIA MARQUES DA SILVA
  • “ÚMIDO DE CIO E INOCÊNCIA”: O PORNOGRÁFICO MANIPULADO EM HILDA HILST.

  • Orientador : WALNICE APARECIDA MATOS VILALVA
  • Data: 11/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O processo de configuração pornográfica do romance O caderno rosa de Lori Lamby (1990), ocorre mediante a instauração de uma estratégia narrativa, qual seja, a da manipulação pornográfica. É esse o termo que parece definir o corpo narratológico e temático da escritora brasileira Hilda Hilst. É esse também nosso eixo movente e fio condutor para a averiguação dessa narrativa e, sobretudo, da compreensão da protagonista nesse jogo de manipulação da criação verbal-pornográfica que a personagem cria. Nessa perspectiva, a presente dissertação investiga a obra hilstiana à luz das teorias e críticas de Georges BATAILLE, Lynn HUNT, Susan SONTAG, Mikhail BAKHTIN, dentre outros, para a concepção da pornografia literária e a compreensão de como ela se configura no romance em questão. O presente estudo alcança relevância na medida em que confere ao exame da diegesis uma postura analítica que busca enxergar o tema da manipulação pornográfica como valor estético, percebendo-o como importante operador narrativo-discursivo no romance em questão.


  • Mostrar Abstract
  • The process of pornographic configuration of the novel Lori Lamby's Pink Notebook (1990) occurs through the establishment of a narrative strategy, namely that of pornographic manipulation. This is the term that seems to define the narratological and thematic body of the Brazilian writer Hilda Hilst. This is also our moving axis and guiding thread for the investigation of this narrative and, above all, of the protagonist's understanding in this game of manipulation of verbal-pornographic creation that the character creates. In this perspective, this dissertation investigates the Hilstian work in the light of the theories of Georges BATAILLE, Lynn HUNT, Susan SONTAG, Mikhail BAKHTIN, among others, for the conception of literary pornography and the understanding of how it is configured in the novel in question. The present study reaches relevance in that it gives the examination of diegesis an analytical posture that seeks to see the subject of pornographic manipulation as an aesthetic value, perceiving it as an important narrative-discursive operator in the novel in question.

3
  • ELIANE APARECIDA FONSECA
  • Buquê de Línguas: a escrita pós-moderna na abordagem do feminino.  

  • Orientador : MADALENA APARECIDA MACHADO
  • Data: 17/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • A coletânea de contos intitulado Buquê de línguas, de Tereza Albues (2008), escritora de origem mato-grossense, apresenta narrativas que expõem aspectos comuns de temáticas pluriculturais, tais como: identidade sexual, conflitos interpessoais, políticos e sociais. As personagens dos contos estão inseridas em um mundo globalizado e moderno e as histórias situam-se entre identidades e diferenças, pelo viés de uma linguagem artisticamente elaborada e com características do pós-modernismo. As narrativas versam temas que afetam a contemporaneidade, tais como o multiculturalismo e transculturação. Nessa dualidade e nesse cenário controverso é que as personagens femininas são inseridas para vivenciar seus dramas e lutas individuais. Essa dissertação se detém em demonstrar como Albues se insere nesse fenômeno amplamente conhecido como pós-modernismo e quais as características que os contos apresentam que são próprias deste estilo, bem como analisar as estratégias da autora ao utilizar a subversão do formato dos textos e os elementos estéticos presentes na configuração do feminino. Faz parte do estudo, um breve relato das produções literárias de autoria feminina na tradição literária brasileira e o lugar de Tereza Albues neste quadro. Também, uma reflexão das práticas discursivas que se ressaltam na polifonia de vozes das personagens, com objetivo de refletir o conteúdo ideológico, o gênero literário e as representações de sujeitos marcados pela subjetividade.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

4
  • EDUARDO MOREIRA LEITE MAHON
  • GERAÇÃO COXIPÓ: O NASCIMENTO DE UMA NOVA GERAÇÃO LITERÁRIA EM MATO GROSSO

     

  • Orientador : WALNICE APARECIDA MATOS VILALVA
  • Data: 28/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • O final dos anos 1980 impactou a capital mato-grossense gerando iniciativas culturais de reação. As transformações no cenário urbano, os fluxos migratórios, a decadência da hegemonia cultural da Casa Barão de Melgaço e o fortalecimento de um novo centro intelectual que gravitava em torno da Universidade Federal de Mato Grosso foram responsáveis pelo nascimento de uma nova geração literária, intitulada neste trabalho “Geração Coxipó”. Jovens irreverentes, reunidos em torno de publicações coletivas, inspirados pelo inconformismo antiacadêmico de Wlademir Dias-Pino, improvisaram as primeiras publicações e se firmaram a partir do lançamento da Revista Vôte! e de outros periódicos. O percurso literário dos autores da Geração Coxipó é marcado pela ambivalência. De um lado, batiam-se contra a estética passadista ligada à Academia Mato-grossense de Letras; de outro, identificando-se com a modernidade, rechaçavam as transformações advindas do processo de migração, ocupação e questionamento da tradição local.

    O referencial teórico usado na pesquisa recobra o conceito de geração de Maffesoli, os campos de poder simbólico e as definições de hegemonia de Bourdieu (2018) e as definições para modernidade e antimodernidade de Latour (2013) e Compagnon (2011). Já com relação à construção identitária brasileira na literatura e sua ambivalência no modernismo, foi consultada a bibliografia de Antonio Candido (2017), Carlos Berriel (2000), Flora Süssekind (1994), Gilberto Mendonça Telles (1972), Sérgio Miceli (2012), entre outros críticos. Especificamente quanto à literatura mato-grossense, Rubens de Mendonça (1970), Hilda Gomes Dutra Magalhães (2002), Mário Cézar Silva Leite (2005), Marinei Almeida (2012) e Carlos Gomes de Carvalho (2004), além dos periódicos do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, da Academia Mato-grossense de Letras de 1922 a 2015 e das revistas literárias Vôte!, Estação Leitura e Fagulha.


  • Mostrar Abstract
  •  

    The late 1980’s impacted the capital of Mato Grosso, generating cultural initiatives of reaction. The transformations in the urban scene, the migratory flows, the decay of  the cultural hegemony of Casa Barão de Melgaço and the strengthening of a new intellectual center that gravitated around the Federal University of Mato Grosso, were responsible for the birth of a new literary generation, entitled in this work “Geração Coxipó”. Irreverent young people, gathered around collective publications, inspired by Wlademir Dias-Pino's anti- academic non-conformism, improvised the first publications and established themselves with the launch of Revista Vôte! and other journals. The literary path of the authors of the Generation Coxipó is marked by ambivalence. On the one hand, they fought against the aesthetics related to the Academia Mato-grossense de Letras; on the other hand, identifying with modernity, they rejected the transformations arising from the process of migration, occupation and questioning of local tradition.

    The theoretical framework used in the research covers Maffesoli's concept of generation, the fields of symbolic power and Bourdieu's (2018) definitions of hegemony and Latour's (2013) and Compagnon (2011) definitions for modernity and antimodernity. Regarding the Brazilian identity construction in literature and its ambivalence in modernism, the bibliography of Antonio Candido (2017), Carlos Berriel (2000), Flora Süssekind (1994), Gilberto Mendonça Telles (1972), Sérgio Miceli (2012) was consulted , among other critics. Specifically regarding literature from Mato Grosso, Rubens de Mendonça (1970), Hilda Gomes Dutra Magalhães (2002), Mário Cézar Silva Leite (2005), Marinei Almeida (2012) and Carlos Gomes de Carvalho (2004), in addition to the Institute's periodicals Historical and Geographic of Mato Grosso, from the Mato Grosso Academy of Letters from 1922 to 2015 and from the literary magazines Vôte !, Estação Leitura e Fagulha.

5
  • JOSIANE SANTIAGO DE LIMA PEREIRA
  • A LITERATURA SURDA: VEREDAS DA HUMANIZAÇÃO E DA LIBERDADE ESTÉTICA EM QUESTÃO

  • Orientador : AROLDO JOSE ABREU PINTO
  • Data: 09/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • As questões ligadas à cultura e à identidade surdas têm sido frequentes dentro das pesquisas dos Estudos Culturais, afunilando para os Estudos Surdos, onde localizamos alguns artefatos da cultura surda e, entre eles, a literatura surda. Visto que a criança surda também tem o direito a fabular em um universo que lhe cause identificação, surgem as narrativas que apresentam protagonistas com identidade surda e que usam a língua de sinais como sua principal forma de comunicação. A presente pesquisa objetiva analisar duas obras da literatura surda voltadas a crianças e impressas em língua portuguesa, sendo elas Cinderela Surda (HESSEL, ROSA; KARNOPP, 2007), ocupando um papel de pioneirismo no gênero, e A fábula da Arca de Noé (MOURÃO, 2014), publicada mais recentemente. Buscamos investigar como se dá a experiência estética nas obras analisadas, vislumbrando a literatura na perspectiva de Candido, como elemento humanizador que interfere na formação do homem. Observamos também se a necessidade de promover a identidade e cultura surdas à criança acabou por delinear a obra de acordo com os padrões utilitários, sendo que este foi o caminho pelo qual passou a literatura infantil brasileira em seu período de formação. Percebemos que algumas escolhas presentes na constituição da primeira obra, como a urgência em avisar o leitor que a personagem é surda, não se repetem na segunda, o que nos indica uma gradativa abertura a novas possibilidades estéticas e de representação do sujeito surdo. A partir do que levantamos nesta pesquisa, pudemos perceber que a literatura surda encontra-se em fase inicial de formação, e que tais obras são essenciais para a constituição e fortalecimento de um segmento literário que ainda busca trilhar as veredas da humanização, mas que ainda apresenta limitações em relação à liberdade estética. Para isso tomamos como basilares as contribuições de Antonio Candido (1993; 2004; 2012; 2014), somadas a de outros críticos da literatura como Edmir Perrotti (1986), Aroldo Pinto (2008; 2014), Regina Zilberman (2003), Marisa Lajolo e Regina Zilberman (1986; 2001; 2007). Dos Estudos Surdos contamos com Cláudio Mourão (2011; 2016), Lodenir Karnopp (2006; 2008; 2010), Karin Strobel (2018), Rachel Sutton-Spence (2006) e Carlos Skliar (2015).


  • Mostrar Abstract
  • Los problemas relacionados con la cultura y la identidad de los sordos han sido frecuentes en la investigación de Estudios Culturales, canalizando a los Estudios de Sordos, donde encontramos algunos artefactos de la cultura de los sordos y, entre ellos, la literatura de los sordos. Dado que el niño sordo también tiene derecho a fabular en un universo que causa identificación, existen narrativas que presentan a los protagonistas con identidad sorda y que usan el lenguaje de señas como su principal forma de comunicación. Esta investigación tiene como objetivo analizar dos obras de literatura para sordos dirigidas a niños e impresas en portugués, Cinderela Surda (HESSEL, ROSA; KARNOPP, 2007), que desempeñan un papel pionero en el género, y A fábula da Arca de Noé (MOURÃO, 2014), publicado más recientemente. Buscamos investigar cómo ocurre la experiencia estética en las obras analizadas, viendo la literatura desde la perspectiva de Cándido, como un elemento humanizador que interfiere en la formación del hombre. También observamos si la necesidad de promover la identidad y la cultura de los niños sordos terminó esbozando el trabajo de acuerdo con los estándares utilitarios, y este fue el camino que siguió la literatura infantil brasileña durante su período de formación. Nos dimos cuenta de que algunas opciones presentes en la constitución de la primera obra, como la urgencia de advertir al lector que el personaje es sordo, no se repiten en la segunda, lo que indica una apertura gradual a nuevas posibilidades estéticas y de representación para el sujeto sordo. De lo que planteamos en esta investigación, pudimos ver que la literatura para sordos se encuentra en su etapa inicial de formación, y que tales obras son esenciales para la constitución y el fortalecimiento de un segmento literario que todavía busca seguir los caminos de la humanización, pero que todavía tiene limitaciones en relación con la libertad estética. Para eso, tomamos como base las contribuciones de Antonio Candido (1993; 2004; 2012; 2014), sumadas a las de otros críticos de la literatura como Edmir Perrotti (1986), Aroldo Pinto (2008; 2014), Regina Zilberman (2003), Marisa Lajolo y Regina Zilberman (1986; 2007). De los Estudios Sordos tenemos a Cláudio Mourão (2011; 2016), Lodenir Karnopp (2006; 2008; 2010), Karin Strobel (2018), Rachel Sutton-Spence (2006) y Carlos Skliar (2015).

6
  • ROBERTA MARIA RIGHETTO
  • CONTOS DE E. M. FORSTER: ESTUDO INTRODUTÓRIO E TRADUÇÃO COMENTADA

  • Orientador : HELVIO GOMES DE MORAES JUNIOR
  • Data: 21/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação, desenvolvida sob a linha de pesquisa Literatura, História e Memória Cultural, envolve também a tradução literária. Essa pesquisa é basicamente dividida em duas partes, sendo a primeira destinada ao estudo das influências, características e análise dos contos de E. M. Forster, e a segunda, a tradução comentada de alguns contos, sendo seus títulos traduzidos como “O Caminho de Colono”, “A História de um Pânico”, “O Outro Lado da Sebe” e “O Amigo do Pároco”. Ao analisar a contística forsteriana, observamos que o autor se destaca pela ironia em sua escrita, usando os mais diversos temas para criticar a sociedade inglesa de seu tempo. Para travar tal crítica, ele recorre à releitura de alguns clássicos da literatura e apresenta suas personagens em viagens por diversos ambientes, reais ou fantásticos. Os contos, aqui analisados e traduzidos, podem ser considerados fantásticos, mas com uma característica bem própria de Forster: um fantástico que parte do real, abandonando o contexto totalmente insólito de diversos contos classificados sob esse gênero. Além da análise dos contos, o que poderia ter sido apenas realizado com os contos em seu idioma original, apresentamos também sua tradução. Dentre as diversas abordagens de tradução, seguimos pela ilusionista, por acreditar que a tradução desses contos pode oportunizar ao leitor brasileiro um texto muito próximo do seu idioma original; contudo, ressaltamos que almejar a totalidade através da tradução é tarefa impossível.


  • Mostrar Abstract
  • This study, which attends to the approach of Literature research, History and Cultural Memory, also involves literary translation. Basically, this study is organized in two main parts, as the first covers the study of the influences, characteristics and analysis of E.M. Forster’s short stories and the second part deals with the commented translations of some short stories, whose titles have been translated as como “O Caminho de Colono”, “A História de um Pânico”, “O Outro Lado da Sebe” e “O Amigo do Pároco”. While analysing forsterian short stories, we were able to observe that the writer stands out for his irony, making usage of the most variable themes to criticize the British society, specially the middle-class members. In order to develop his critical writing, he uses the literature classics as a background and presents his main characters travelling around several places, which might be real or fantastical ones. The short stories which are analyzed and translated through this study, may be considered fantastical ones, yet presenting a typical Forster’s writing characteristic, a fantastical that come from the real, not following a completely unusual context as it often happens in short stories classified as fantastical. Besides the analysis of the short stories, which could have been done in their original language, we translated them into Brazilian Portuguese language. Amidst the possible translation approaches, we chose the illusionist approach on the grounds that we believe these short stories translations may offer for Brazilian readers a very close text to the original language, however, we highlight that reaching wholeness through their translation is an impossible assignment.

7
  • RENATTO MACEDO BONIN
  • A ANULAÇÃO DA ORDEM E A REPRESENTAÇÃO DA CONSCIÊNCIA EM LAVOURA ARCAICA, DE RADUAN NASSAR

  • Orientador : WALNICE APARECIDA MATOS VILALVA
  • Data: 29/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa possui o intento de apresentar uma possibilidade de leitura do comprometimento que o escritor Raduan Nassar teve com a tradição patriarcal no romance contemporâneo Lavoura Arcaica (1975). Para tanto, percorre-se os conceitos de narrador e memória para compreender a configuração do personagem principal que também é o narrador, por meio de sua enunciação em primeira pessoa, infestada de digressões, revira os discursos do pai em busca de incongruências, ou de alguma forma de confronto com a tradição patriarcal imposta a ele. Nassar utilizou uma técnica em que a narração de André é feita de memória. Assim, essas reminiscências são postas para justificar o afastamento do protagonista do âmbito familiar, por causa da criação autoritária que o pai o impunha e que veementemente ele condenava. Por meio dessas memórias André busca escapar dos limites da genealogia familiar, denunciando e se amparando numa narrativa em que o fluxo de consciência aparece através da técnica do monólogo interior, expondo as questões interiores do personagem principal. Bosi (1994), Benjamin (1994), Candido (1951), Ginzburg (2012) e Sedlmayer (1997) serão a base teórica deste estudo, a pensar no narrador, na memória, na tradição e no fluxo de consciência.


  • Mostrar Abstract
  • This research aims to present a possibility of reading the commitment that the writer Raduan Nassar had with the patriarchal tradition in the contemporary novel Lavoura Arcaica (1975). 
    To do it, the concepts of narrator and memory are explored to understand the configuration of the main character, who is also the narrator, by means of his first person utterance, infested with digressions, he turns over his father's speeches in search of incongruities, or some form of confrontation with the patriarchal tradition imposed on him. Nassar used a technique in which André's narration is made from memory. 
    Thus, these reminiscences are put to justify the removal of the protagonist from the family sphere, because of the authoritarian creation that the father imposed and that he vehemently condemned. 
    Through these memories André seeks to escape the limits of family genealogy, denouncing and supporting himself in a narrative in which the flow of consciousness appears through the technique of the inner monologue, exposing the inner issues of the main character. Bosi (1994), Benjamin (1994), Candido (1951), Ginzburg (2012) and Sedlmayer (1997) will be the theoretical basis of this study,
     thinking about the narrator, memory, tradition and the stream of consciousness.
Teses
1
  • MARLUCI CRISTINA DA SILVA DEMOZZI
  • CONFLITOS FAMILIARES NAS OBRAS DOIS IRMÃOS DE MILTON HATOUM E  O IRMÃO ALEMÃO DE CHICO BUARQUE.

  • Orientador : VERA LUCIA DA ROCHA MAQUEA
  • Data: 02/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • As obras literárias brasileiras do início do Século XXI permite, às análises, um aumento de perspectiva em relação à produção ficcional e também a forma como as obras e os autores foram recepcionados pelo campo literário. A profusão de tendência estética aparece, nesse cenário, como uma linha que merece um olhar mais atento da crítica quanto às estratégias narrativas utilizadas. O objetivo desta tese é investigar os romances Dois irmãos, de Milton Hatoum, e o Irmão Alemão, de Chico Buarque. Na obra de Milton Hatoum, averiguar os aspectos metaficcionais presentes na construção narrativa e, na obra de Chico Buarque, as sinalizações autoficcionais. O estudo segue pela construção narrativa aproximada de um subgênero cunhado por Freud (1909), que culmina no romance familiar e pretende, através da investigação do narrador e personagens, destacar os pontos narrativos que repousam sobre o papel desempenhado pelos membros da família em ambos os romances. O estudo segue por um panorama das tendências contemporâneas no romance brasileiro; seguido da análise do romance Dois Irmãos, apontando a estratégia metaficcional; na sequência, a análise do romance O Irmão Alemão, identificando a estratégia autoficcional; Uma análise dos personagens e narradores dos dois romances em relação ao processo de construção literária. Contribui para esse estudo as noções de Metaficção, de Linda Hutcheon (1991), para investigar o romance Dois Irmãos, e de Autoficção de Doubrovsky (1977), para averiguar o romance O Irmão Alemão; além das observações de Schollhammer (2010), Beatriz Resende (2008) e Bentivoglio et. al. (2017), sobre a ficção contemporânea brasileira; e também as colocações de Lynn Hunt (1992), Yi-ling (2001) e Dell (2005), sobre a construção do romance familiar.


  • Mostrar Abstract
  • The Brazilian literary works from the beginning of the 21st century allow, for analysis, an increase in perspective in relation to fictional production and also the way in which the works and authors were received by the literary field. The profusion of aesthetic tendency appears, in this scenario, as a line that deserves a closer look from the critic regarding the narrative strategies used. The purpose of this thesis is to investigate the novels Dois Irmãos, by Milton Hatoum, and O Irmão Alemão, by Chico Buarque. In Milton Hatoum's work, to investigate the metafictional aspects present in the narrative construction and, in Chico Buarque's work, the self-fictional signs. The study follows the approximate narrative construction of a sub genre coined by Freud (1909), which culminates in the family novel and aims, through the investigation of the narrator and characters, to highlight the narrative points that rest on the role played by family members in both novels. The study follows an overview of contemporary trends in the Brazilian novel; followed by the analysis of the novel Dois Irmãos, pointing out the metafictional strategy; next, the analysis of the novel O Irmão Alemão, identifying the self-fictional strategy; and an analysis of the characters and narrators of the two novels in relation to the literary construction process. Contributes to this study the concepts of Metafiction, from Linda Hutcheon (1991), to investigate the novel Dois Irmãos, and Autofiction from Doubrovsky (1977), to ascertain the novel O Irmão Alemão; in addition to the observations of Schollhammer (2010), Beatriz Resende (2008) and Bentivoglio et. al. (2017), on contemporary Brazilian fiction; and also statements from Lynn Hunt's (1992), Yi-ling (2001) and Dell (2005) about the construction of family romance.

2
  • LÉIA DA SILVA GOMES TORRES
  • AS AREIAS DO IMPERADOR: IDENTIDADES MÚLTIPLAS NA NARRATIVA DE MIA COUTO

  • Orientador : AGNALDO RODRIGUES DA SILVA
  • Data: 10/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta tese investiga as identidades múltiplas do indivíduo que, por sua vez, sofreu a influência do fenômeno de deslocamento e migração. Para isso, foi tomada como corpus a trilogia As areias do imperador, de Mia Couto, cujo ponto de partida foi a identificação de personagens que representam o colonizador e o colonizado, naquele período quando ocorreu o processo de colonização portuguesa no sul de Moçambique. Mia Couto é um romancista que consegue romper fronteiras literárias, criando narrativas que permeiam estudos da memória, cujas personagens são colocadas em situação de transitoriedade geográfica e identitária; esse processo leva as personagens para um mundo que transita entre lugares e raças, criando novas fronteiras. Como suporte teórico e crítico, recorreremos aos estudos de Stuart Hall (2005), Zygmunt Bauman (2005), Homi Bhabha (1998), Edward Said (1995), Boaventura de Sousa Santos (2001), entre outros. Com base nesses autores, considera-se que as identidades múltiplas podem ser investigadas à luz das teorias pós-coloniais, que abordam a construção da identidade e sua relação com a memória. O surgimento de novos produtos culturais permite a inscrição de novas identidades em um mesmo indivíduo, já que a modernidade abriu portas à pluralidade, permitindo a existência de vários “eus”.


  • Mostrar Abstract
  • This thesis investigates the multiple identities of the individual who, in turn, was influenced by the phenomenon of displacement and migration. For this, the Mia Couto Trilogy The sands of the emperor was taken as corpus, whose starting point was the identification of characters that represent the colonizer and the colonized, at that time when the process of Portuguese colonization occurred in southern Mozambique. Mia Couto is a novelist who manages to break literary boundaries, creating narratives that permeate studies of memory, whose characters are placed in a situation of geographical and identity transience; this process takes the characters to a world that transits between places and races, creating new frontiers. As theoretical and critical support, we will use the studies of Stuart Hall (2005), Zygmunt Bauman (2005), Homi Bhabha (1998), Edward Said (1995), Boaventura de Sousa Santos (2001), among others. Based on these authors, it is considered that multiple identities can be investigated in the light of post-colonial theories, which address the construction of identity and its relationship with memory. The emergence of new cultural products allows the registration of new identities in the same individual, since modernity has opened doors to plurality, allowing the various “selves”.

3
  • THAINÁ APARECIDA RAMOS DE OLIVEIRA
  • ENTRE O TOTALITARISMO E A DITADURA - A CONFIGURAÇÃO DISTÓPICA DA NAÇÃO EM ANIMAL FARM, DE GEORGE ORWELL E FAZENDA MODELO, DE CHICO BUARQUE

  • Orientador : AGNALDO RODRIGUES DA SILVA
  • Data: 11/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta tese propõe uma investigação sobre a configuração da distopia nas narrativas Animal Farm (1945), de George Orwell e Fazenda Modelo (1974), de Chico Buarque, pela perspectiva comparatista. Para o desenvolvimento do tema, foi necessária a recuperação teórico-crítica a respeito da utopia, bem como a releitura de obras significativas sobre o tema, tais como: República, de Platão e a Utopia, de Thomas More. Respaldados nos trabalhos teóricos e críticos de autores como: Szarchi (1972), Berlin (1991), Gordin (2010), Booker (1994), Berriel (2011) e Coelho (1981). A hipótese formulada é que há uma distinção entre as formas utópicas e distópicas no corpus da pesquisa; porém, o que prevalece é a complementaridade entre esses dois lugares antagônicos (positivo e negativo), pois, ao passo que a utopia caracteriza-se pelo anseio do homem por um espaço melhor e mais igualitário, a distopia é pensada como uma crítica à racionalização da vida estabelecida na utopia. A representação ou descrição de organização social distópica parece promover a extinção da liberdade e, consequentemente, favorece a criação de sistemas totalitários. Diante disso, partimos do pressuposto de que a distopia é configurada, a partir do século XX, em suas esferas políticas e humanas, embasada nas Guerras Mundiais, Auschwitz, regimes totalitários e ditatoriais. Nessa perspectiva, teóricos como Adorno (2012) e Benjamin (1984) dão respaldos para a compreensão de como esses contextos atingiram o material literário. Esses fatores são identificáveis em Animal Farm (1945) e Fazenda Modelo (1974), e serão analisados à luz dos estudos literários, debruçando-se sobre os elementos da narrativa e o confronto com eventos da história oficial, com o intuito de identificar de comprovar as rupturas e continuidades, tanto entre as obras literárias quanto entre a ficção e a história.


  • Mostrar Abstract
  • This thesis proposes an investigation about the configuration of dystopia in the narratives Animal Farm (1945), by George Orwell and Fazenda Modelo (1974), by Chico Buarque, from a comparative perspective. For the development of the theme, it was necessary the theoretical-critical recovery regarding utopia, as well as the rereading of significant works on the theme, such as: A república, by Platão and Utopia, by Thomas More. Our study is support by theoretical and critical works by authors such as: Szarchi (1972), Berlin (1991), Gordin (2010), Booker (1994), Berriel (2011) and Coelho (1981). The hypothesis formulated in this thesis is that there is a distinction between utopian and dystopian forms in the research corpus; however, what prevails is the complementarity between these two antagonistic places (positive and negative), since, while utopia is characterized by man's desire for a better and more egalitarian space, the dystopia is understood as a criticism of rationalization of life established in utopia. The representation or description of dystopian social organization seems to promote the extinction of freedom and, consequently, support the creation of totalitarian systems. In view of the above, we start from the assumption that dystopia is configured, from the 20th century, in its political and human spheres, based on the World Wars, Auschwitz, totalitarian and dictatorial regimes. In this perspective, theorists such as Adorno (2012) and Benjamin (1984) provide support for understanding how these contexts reached the literary material. These factors can be found in Animal Farm (1945) and Fazenda Modelo (1974), and will be analyzed in the light of literary studies, focusing on the elements of the narrative and the confrontation with events in the official history, in order to identify and prove ruptures and continuities, both between literary works and between fiction and history.
4
  • ALVARO MENDES DE MELO
  • JACOBO EL MUTANTE E SALÓN DE BELLEZA, DE MARIO BELLATIN: POÉTICAS DA INTERVENÇÃO.

  • Data: 16/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Tomando como ponto de partida dois romances de Mario Bellatin, Jacobo el mutante e Salón de belleza, esta tese indaga pelo motivo do modo de estruturação e conteúdo representado destas narrativas. Em relação a primeira obra, defendemos que a narrativa busca, a partir de um jogo polifônico de vozes, criar tenções sobre o sentido, significado e autoria. Indagamos pelo motivo deste modo de expressão, as possíveis respostas a essa questão encontramos quando tecemos relações com o pensamento de Paul Ricouer, Walter Benjamin, Giorgio Agamben, entre outros, sobre a natureza e funções da mímesis poética. Defendemos que, a partir desta obra, um jogo lúdico e heurístico surge em um específico momento sociocultural. Em nossa leitura, Salón de belleza confirma a hipótese da função poética como ato de intervenção em um meio específico, em seu universo figurativo, “acontecimento estético”, reflexões sobre o enigma do ser e sua finitude, fissuram, como pequenas centelhas e crepitações de luz, um todo fechado sobre si. Para tanto, abordamos aos universos ficcionais das narrativas a partir de alguns conceitos da semiótica literária, com o intuito de demonstrar que a obra de Mario Bellatin oferece-se como um problema ao sentido. Após isso, nos deparamos com o problema da explicação: isto é, por que em um preciso momento de nossa história a literatura latino-americana de Mario Bellatin oferece-se como um signo interrogativo ao seu leitor?


  • Mostrar Abstract
  • Taking as a starting point two novels by Mario Bellatin, Jacobo el mutante and Salón de belleza, this thesis asks what motivated the way of structuring and content represented in these narratives. Regarding the first work, we argue that the narrative seeks, from a polyphonic game of voices, to create tensions about the sense, meaning and authorship. Inquired the reason of this mode of expression, we find the possible answers to this question when we weave relations with the thought of Paul Ricoeur, Walter Benjamin, Giorgio Agamben, among others, about the nature and functions of poetic mimesis. We argue that, based on this work, a playful and heuristic game appears in a specific socio-cultural moment. In our reading, Salón de belleza confirms the hypothesis of poetic function as an act of intervention in a specific way, in its figurative universe, “aesthetic event”, reflections on the enigma of being and its finitude, crack, like small sparks and crackles of light, a whole closed on itself. For that, we approach the fictional universes of the narratives from some concepts of literary semiotics, in order to demonstrate that Mario Bellatin's work offers itself as a problem to the meaning. After that, we face the problem of explanation: that is, why in a precise moment of our history does Mario Bellatin's Latin American literature offer itself as an interrogative sign to its reader?

5
  • ELAINE XAVIER LIMA BABINSKI
  • OS CAMINHOS DA LITERATURA ANGOLANA E A JUVENTUDE LEITORA: OLHARES SOBRE AS OBRAS DE DARIO DE MELO E MARIA CELESTINA FERNANDES

  • Orientador : AROLDO JOSE ABREU PINTO
  • Data: 29/06/2020

  • Mostrar Resumo
  • Esta Tese de Doutorado tem por objetivo analisar as obras voltadas às crianças e jovens dos escritores: Dario de Melo com Quitubo, a terra do arco-íris e No país da Brincaria; e Maria Celestina Fernandes com Kalimba e A árvore dos Gingongos, observando as particularidades das narrativas, abordando o caráter estético e a valorização da língua e da cultura como marcas e reafirmações da identidade angolana nas narrativas para a infância e a juventude. Para isso, foi necessário compreender o contexto histórico da literatura angolana e observar e refletir sobre outros escritores, com suas narrativas, disponíveis no mercado editorial daquele país. Um dos objetivos também foi verificar a formação do sistema literário para a juventude angolana, a partir das teorias literárias que pesquisam obras destinadas ao público em questão. Desse modo, observou-se quais as temáticas das narrativas, se o texto literário ainda é usado como pretexto para ensinar algo, ou melhor, se o conteúdo e a forma como é apresentado na narrativa interfere na qualidade estética do texto. Com isso buscou-se chegar a uma interpretação estética, levando em consideração a dimensão social como fator de arte, avaliando se a literatura publicada atende ao principal papel da literatura enquanto arte, que Antonio Candido (1995) define como sendo o papel humanizador. Alguns dos teóricos que norteiam esta pesquisa são: Zilberman (1981;2007; 2008), Lajolo (2000; 2007), Cunha (1999); Gregorin Filho (2009; 2012),  Pinto (2008), Coelho (2012) para tratar da literatura destinada às crianças e jovens; Mâcedo (2007), Santilli (2007),  Chaves (1999; 2007), Secco (2007),  para abordar as literaturas africanas, especificamente a literatura angolana; e para sustentar as discussões sobre estética da arte literária e o sistema literário, elegemos: Bakhtin (1981; 1990), Bourdieu (1996), Candido  (1995; 2004; 2006), Chartier (1996), Benjamin (1987), entre outros.  Dessa forma, esta pesquisa possui relevância tanto nas discussões sobre a estética da literatura para a infância e a juventude quanto para a compreensão da atual situação que se encontra a literatura em Angola. Estudar a literatura angolana para crianças e jovens torna-a mais acessível aos leitores, principalmente à juventude das escolas brasileiras, ampliando/ressignificando a imaginação, a fabulação, os horizontes de expectativas e a visão de mundo desses leitores, promovendo um encontro imerso em pluralidades e significações.


  • Mostrar Abstract
  • This Doctoral Thesis, among its objectives, seeks to present the paths taken by Angolan literature when it focuses especially on children and youth in Angola. For this, the writers' works were analyzed: Dario de Melo with Quitubo, a terra do arco-íris and No país da Brincaria; and Maria Celestina Fernandes with Kalimba and A árvore dos Gingongos, observing the contributions of the author and the work, in particular of these two writers, to the strengthening of an Angolan literary system for the childhood and youth of Angola. Among other aspects, the form and content approached by the authors was verified, revealing whether the content and the way it is presented in the narrative interferes with the aesthetic quality of the text. It was also analyzed in what way / way the valorization of the language and culture, so present in the works for children and youth studied here, reaffirm the Angolan identities, promoting the valorization and the protagonism of the Angolan child and youth. To analyze the works cited, it was necessary to first understand the historical context of Angolan literature, observing and reflecting on other writers and their narratives, available in the Angolan publishing market. One of the objectives was also to verify the formation of the literary system for Angolan youth, based on literary theories that research works aimed at the public in question. With this, we sought to arrive at an aesthetic interpretation, taking into account the social dimension as an art factor, evaluating whether the published literature meets the main role of literature as art, which Antonio Candido (1995) defines as the humanizing role. Some of the theorists who guide this research are: Zilberman (1981; 2007; 2008), Lajolo (2000; 2007); Gregorin Filho (2009; 2012), Pinto (2008), to deal with literature aimed at children and young people; Macêdo (2007), Santilli (2007), Chaves (1999; 2000; 2007), Secco (2007), to address African literatures, specifically Angolan literature; and to support the discussions about aesthetics of literary art and the literary system, we chose: Bakhtin (1981; 1990), Bourdieu (1996), Candido (1995; 2004; 2006), Chartier (1996), Benjamin (1987), among others. Thus, this research has relevance in discussions about the aesthetics of literature for children and youth, in understanding the literary system of Angola, in the dissemination of works whose interest in reading is configured in children and young people, in addition to valuing and promoting Portuguese-speaking African literature. Studying Angolan literature for children and young people makes it more accessible to readers, especially the youth of Brazilian schools, expanding / re-signifying the imagination, the fabulation, the horizons of expectations and the world view of these readers, promoting a meeting immersed in pluralities and meanings.

6
  • NÉSTOR RAÚL GONZÁLEZ GUTIÉRREZ
  • Formas de expressão e visibilidade  feminina em poemas de escritoras afro-colombianas. 

  • Data: 11/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • Não há.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

7
  • CLAUDIA CARLA MARTINS
  • ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA, A CAVERNA E ENSAIO SOBRE A LUCIDEZ: A COMPOSIÇÃO DE UMA TRILOGIA

  • Data: 30/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • Não há.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

8
  • SHIRLENE ROHR DE SOUZA
  • ENTRE O SUBLIME E O GROTESCO: A ESTÉTICA REALISTA DE RICARDO GUILHERME DICKE NA CENA CONTEMPORÂNEA

  • Orientador : VERA LUCIA DA ROCHA MAQUEA
  • Data: 02/10/2020

  • Mostrar Resumo
  • Com nove romances, três livros de contos e um livro de poesias, Ricardo Guilherme Dicke possui publicada uma robusta obra literária, aberta a perscrutações. Esta pesquisa tomou como corpus de investigação as narrativas do autor com dois objetivos: verificar a forma como ele dispõe as categorias clássicas da Estética – Belo, Feio, Sublime e Grotesco – em romances e contos, e testar o conceito realismo grotesco, apresentado e desenvolvido por Mikhail Bakhtin, em A cultura popular na Idade Média e no Renascimento. Este percurso de verificação e testagem de conceito, com análises pontuais de cada narrativa, contou com aporte crítico, teórico, filosófico e metodológico de várias obras, dentre as quais se destaca A cultura popular na Idade Média e no Renascimento, de Mikhail Bakhtin, que constitui uma base teórica importante, pois apresenta uma discussão mais profunda da estética que envolve a cultura popular e o realismo grotesco; do mesmo autor, constam ainda Questões de literatura e de Estética e Problemas da poética de Dostoiévski. Outras obras foram fundamentais: Observações sobre o sentimento do belo e do sublime e Ensaio sobre as doenças mentais, de Immanuel Kant, Do grotesco ao sublime, de Victor Hugo, O grotesco, de Wolfgang Kayser, Teoria estética, de Adorno, A condição humana, de Hannah Arendt, O complexo fraterno, de René Kaës, O complexo fraterno, de Luís Kancyper, Do Mal, de Denis L. Rosenfield e muitas outras obras, cada uma, a seu tempo, determinante em diferentes etapas da tese. A pesquisa qualitativa, de método indutivo, orientou-se pela perspectiva dialógica sugerida por Bakhtin em Notas sobre literatura, cultura e ciências humanas, e pelos quatro princípios defendidos por Michel Foucault, em A ordem do discurso, principalmente o princípio da exterioridade, já que a pesquisa observa o que há de repetição e de aleatório nos motivos temáticos de Dicke.

     


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

9
  • DANIELE CRISTINA DA SILVA
  • A POÉTICA PALIMPSÉSTICA DE INFERNO PROVISÓRIO, DE LUIZ RUFFATO

  • Orientador : WALNICE APARECIDA MATOS VILALVA
  • Data: 12/11/2020

  • Mostrar Resumo
  •  

    SILVA, Daniele Cristina da Silva. A (re)modelagem romanesca e a escrita Palimpséstica de Luiz Ruffato em Inferno Provisório. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários (PPGEL) da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), Tangará da Serra, 2020. Orientadora: Drª Walnice Aparecida Matos Vilalva.

    Esta tese investiga a trajetória estética do projeto literário de Luiz Ruffato que se inscreve sob a rubrica de Inferno Provisório. Em busca de uma composição romanesca que o insira de maneira revolucionária no contexto da literatura brasileira contemporânea, Luiz Ruffato envereda-se pelo seu projeto literário ao publicar a obra Histórias de remorsos e rancores (1998). Dando sequência a ele com (os sobreviventes) (2000), o escritor alcança a série de cinco volumes que se interligam pela rubrica Inferno Provisório. Em 2016 o projeto romanesco do escritor mineiro culmina, então, na obra em volume único intitulada Inferno Provisório. Tomando as oito obras como corpus de análise desta investigação, infiro que a criação artística-literária de Luiz Ruffato se pauta no que denomino por ‘estética palimpséstica’. Sua origem humilde, suas experiências no mundo do trabalho, assomadas desde de muito cedo ao hábito de leitura corroboraram para a formação intelectual e crítica que se exige de um escritor de literatura. Com um conteúdo literário aparentemente definido, Luiz Ruffato enfrentara uma preocupação relativamente comum ao literato que é a do ‘como’ escrever. Dessa preocupação avulta uma inquietação que o faz revisitar as obras que compõem o seu projeto literário e colocá-las novamente em tensão. No encalque desta tensão busco averiguar uma estética que se molda pela insatisfação quanto ao seu próprio acabamento. Estética que encontra na imagem do palimpsesto uma metáfora capaz de evidenciar tanto as sucessivas inscrições do projeto Inferno Provisório, quanto o efeito de transparência em suas respectivas reatualizações.


  • Mostrar Abstract
  •  

    This thesis investigates the aesthetic trajectory of Luiz Ruffato's literary project that is inscribed under the rubric of Provisional Inferno. In search of a novelistic composition that inserts him in a revolutionary way in the context of contemporary Brazilian literature, Luiz Ruffato embarks on his literary project when publishing the work Histories of remorse and rancor (1998). Continuing it with (the survivors) (2000), the writer reaches the series of five volumes that are interconnected by the rubric Provisório Inferno. In 2016, the novelist's romanesque project culminates, then, in the single volume work entitled Inferno Provisório. Taking the eight works as the corpus of analysis of this investigation, I infer that Luiz Ruffato's artistic-literary creation is based on what I call ‘palimpsychic aesthetics’. His humble origins, his experiences in the world of work, linked from an early age to the habit of reading corroborated the intellectual and critical training required of a literature writer. With an apparently defined literary content, Luiz Ruffato had faced a relatively common concern to the literate, that of ‘how’ to write. From this concern, a concern arises that makes him revisit the works that make up his literary project and put them back in tension. In the pursuit of this tension, I seek to ascertain an aesthetic that is shaped by dissatisfaction with its own finish. Aesthetics that finds in the image of the palimpsest a metaphor capable of showing both the successive inscriptions of the project Inferno Provisório, and the effect of transparency in their respective updates.

2018
Teses
1
  • ALINE PIRES DE MORAIS
  • ENTRE CASCOS E CARÍCIAS: A ESCRITA CRONÍSTICA DE HILDA HILST

  • Data: 11/09/2018

  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho nosso olhar se volta para a produção cronística de Hilda Hilst tendo como corpus suas colaborações jornalísticas para o Caderno C do jornal Correio Popular de Campinas e que integram a obra Cascos e carícias & outras crônicas, publicada pela Editora Globo em 2007. O objetivo da pesquisa é revelar de que maneira Hilda usa o seu espaço naquele jornal campineiro para tratar de temas relevantes do cenário social brasileiro, conjugando realidade e ficção por meio de uma densidade estilística que faz confluir toda a hibridez de sua produção anterior sem abrir mão da qualidade estética e de um estilo próprio e marcadamente irônico sempre congregado a uma dicção que trouxe à tona o melhor de sua multifacetada obra. Além disso, buscamos mostrar a primazia com que Hilda faz de suas crônicas instrumentos de crítica, recorrendo a estratégias textuais que denotam objetivos bem definidos, e mostrando de que modo traços metalinguísticos, irônicos e risíveis são usados reiteradamente como instauradores de reflexões relevantes seja sobre a condição humana, sobre a condição da cultura, sobre a condição do escritor brasileiro. Sempre atenta ao abismo existente entre seus textos e os leitores, Hilda Hilst volta-se ainda para a função do escritor em um mundo dominado pela mídia e pela cultura de massa. As indagações e os percursos que realizamos nos permitem afirmar que o espaço da crônica no jornal é “subvertido” pela autora e torna-se uma vitrine representativa de toda a sua obra. Em vez de delinear-se como um “gênero menor”, a crônica de Hilda Hilst revela uma grandeza que perdura e transcende as fronteiras limítrofes de sua escritura.


  • Mostrar Abstract
  • Não há.

SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-02.applications.sig.oraclevcn.com.srv2inst1