Banca de QUALIFICAÇÃO: SHIRLENE ROHR DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SHIRLENE ROHR DE SOUZA
DATA : 30/06/2020
HORA: 08:00
LOCAL: Cuiabá
TÍTULO:

ENTRE O SUBLIME E O GROTESCO: A ESTÉTICA REALISTA DE RICARDO GUILHERME DICKE NA CENA CONTEMPORÂNEA


PALAVRAS-CHAVES:

Ricardo Guilherme Dicke – Narrativas – Estética – Realismo Grotesco


PÁGINAS: 191
RESUMO:

Com nove romances, três livros de contos e um livro de poesias, Ricardo Guilherme Dicke possui publicada uma robusta obra literária, aberta a perscrutações. Esta pesquisa tomou como corpus de investigação as narrativas do autor com dois objetivos: verificar a forma como ele dispõe as categorias clássicas da Estética – Belo, Feio, Sublime e Grotesco – em romances e contos, e testar o conceito realismo grotesco, apresentado e desenvolvido por Mikhail Bakhtin, em A cultura popular na Idade Média e no Renascimento. Este percurso de verificação e testagem de conceito, com análises pontuais de cada narrativa, contou com aporte crítico, teórico, filosófico e metodológico de várias obras, dentre as quais se destaca A cultura popular na Idade Média e no Renascimento, de Mikhail Bakhtin, que constitui uma base teórica importante, pois apresenta uma discussão mais profunda da estética que envolve a cultura popular e o realismo grotesco; do mesmo autor, constam ainda Questões de literatura e de Estética e Problemas da poética de Dostoiévski. Outras obras foram fundamentais: Observações sobre o sentimento do belo e do sublime e Ensaio sobre as doenças mentais, de Immanuel Kant, Do grotesco ao sublime, de Victor Hugo, O grotesco, de Wolfgang Kayser, Teoria estética, de Adorno, A condição humana, de Hannah Arendt, O complexo fraterno, de René Kaës, O complexo fraterno, de Luís Kancyper, Do Mal, de Denis L. Rosenfield e muitas outras obras, cada uma, a seu tempo, determinante em diferentes etapas da tese. A pesquisa qualitativa, de método indutivo, orientou-se pela perspectiva dialógica sugerida por Bakhtin em Notas sobre literatura, cultura e ciências humanas, e pelos quatro princípios defendidos por Michel Foucault, em A ordem do discurso, principalmente o princípio da exterioridade, já que a pesquisa observa o que há de repetição e de aleatório nos motivos temáticos de Dicke.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 83238001 - VERA LUCIA DA ROCHA MAQUEA
Interno - 82321001 - ISAAC NEWTON ALMEIDA RAMOS
Interno - 131983001 - AROLDO JOSE ABREU PINTO
Notícia cadastrada em: 18/09/2020 12:47
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-02.applications.sig.oraclevcn.com.srv2inst1