Banca de DEFESA: SARAH CAVALARI LADEIA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SARAH CAVALARI LADEIA
DATA : 06/08/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Sala virtual google.meet
TÍTULO:

O USO DE FAIXAS DE PLANTAS ATRATIVAS PARA CONSERVAÇÃO DE POLINIZADORES E INIMIGOS NATURAIS NA CULTURA DE TOMATE E BERINJELA


PALAVRAS-CHAVES:

 serviços ecossistêmicos; sorgo; coentro; riqueza; abundância;  insetos benéficos.


PÁGINAS: 108
RESUMO:

A gestão de habitats em paisagens agrícolas para incluir diversidade de espécies  
de plantas com flores são importantes para aumentar ou manter as funções  
múltiplas, tais como polinização e controle biológico. Diante do exposto, o  
objetivo principal deste estudo foi avaliar o efeito de flores atrativas sobre os  
serviços ambientais de regulação por insetos (polinização e controle biológico)  
em duas espécies de solanáceas, o tomate (Solanum lycopersicum L.) e a  
berinjela (Solanum melongena L.). O estudo da dissertação foi divido em dois  
artigos: o primeiro artigo foi realizado em tomate comercial de (6200 m²) no  
município de São José dos Quatro Marcos (Mato Grosso, Brasil). O delineamento  
experimental foi inteiramente casualizado com 15 parcelas de 5 x 4 metros,  
constituídas por 16 plantas de tomate, com dois tratamentos 1) tomate sem faixa  
de flores atrativas (controle); 2) tomate com faixa flores atrativas de coentro e  
sorgo. A amostragem dos insetos polinizadores e inimigos naturais foi realizada  
com armadilha do tipo Bee bowls e coleta ativa durante 8 dias no florescimento  
do coentro e 8 dias no do sorgo. A produção do tomate foi verificada pelo peso  
dos frutos de 8 plantas/parcela. Os dados foram analisados pelo Teste t para  
comparar a riqueza e a abundância de insetos entre os tratamentos. A produção  
de tomate foi analisada por regressão múltipla para verificar o efeito dos  
tratamentos (x1), da diversidade de insetos (x2) e da interação x1:x2. A  
abundância de inimigos naturais foi maior no tomate com faixa atrativa com flores  
de coentro (p= 0,03) e a riqueza de polinizadores foi maior no tomate com faixa  
de flores de sorgo (p= 0,05). O efeito das duas faixas de flores consorciadas  
(coentro + sorgo) aumentou em três vezes a abundância total de inimigos  
naturais (IN) no tomate com faixas de flores (p= 0,04). A produção do tomate não  
respondeu ao uso de faixas de flores atrativas e a diversidade de insetos. O  
segundo artigo foi realizado em plantio de berinjela (2320 m2
) no município de  
Cáceres (Mato Grosso, Brasil). O delineamento amostral foi inteiramente  
casualizado composto por 2 tratamentos, testemunha (berinjela sem faixa de  
flores atrativas, parcelas) e berinjela + faixa de flores sorgo com 5 repetições e  
o total de 10 parcelas. Para amostragem dos insetos benéficos foi utilizada a  
mesma metodologia do primeiro artigo. A produção do tomate foi verificada pelo  
peso dos frutos, tamanho (cm), diâmetro e número de frutos em 10  
plantas/parcela. As análises estatísticas foram as mesmas usadas no primeiro  
artigo. Tanto na avaliação de inimigos naturais como na de polinizadores a  
riqueza e abundância foram maiores nas parcelas que continham faixas de flores  
atrativas de sorgo. A produção de berinjela em tamanho de frutos foi favorecida
pela abundância de inimigos naturais e número de frutos pelo método de  
polinização aberta. Assim, o plantio de faixas de flores atrativas de coentro e sorgo em cultivo de tomate e de sorgo em berinjela tem o potencial em favorecer  
o aumento dos serviços de controle biológico e de polinização.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALEXANDRE DOS SANTOS - IFMT
Presidente - 80797005 - CARLA GALBIATI
Interno - 118188001 - ERNANDES SOBREIRA OLIVEIRA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 06/07/2021 15:15
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-01.applications.sig.oraclevcn.com.srv1inst1