Banca de DEFESA: THAIS LOURENÇONI

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : THAIS LOURENÇONI
DATA : 25/02/2021
HORA: 08:00
LOCAL: Google Meet (videoconferência) - Causa: Pandemia
TÍTULO:

Avaliação da Moratória da Soja com dados do PRODES e ImazonGeo


PALAVRAS-CHAVES:

Amazônia, sensoriamento remoto, cultura agrícola, políticas públicas, sustentabilidade.


PÁGINAS: 84
RESUMO:

Os programas de monitoramento na Amazônia são fundamentais para contribuir na identificação dos desmatamentos ilegais e orientar nas tomadas de decisões pelos órgãos responsáveis. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi identificar a expansão da sojicultura em desacordo com a Moratória da Soja (MS) no bioma Amazônia mato-grossense ao longo dos anos de 2008 a 2019. Foram utilizados os dados do PRODES (Programa de Cálculo do Desflorestamento na Amazônia) e ImazonGeo (Programa de Geoinformação sobre a Amazônia) para identificação das áreas desmatadas e o índice de vegetação Perpendicular Crop Enhancement Index (PCEI) foi aplicado para identificar áreas de soja. Para verificar as áreas (polígonos) de maiores ocorrências convertidas de floresta-soja foi aplicado o estimador de Densidade de Kernel (DK) e na identificação de tendências ao longo da série temporal foi aplicado o teste de Teste de Pettitt e Mann-Kendall. Os resultados mostraram que durante o período de agosto de 2008 a outubro de 2019 foram desmatados 1.387.288 hectares de acordo com os dados do PRODES e 108.411 hectares foram substituídos por soja. Os dados do ImazonGeo mostraram 729.204 hectares desmatados e 46.182 hectares convertidos em áreas de soja. Com base nos polígonos de desmatamento dos dois bancos de dados PRODES e ImazonGeo o estimador DK indicou que os municípios de Feliz Natal, Tabaporã, Nova Ubiratã e União do Sul apresentaram maiores ocorrências em desacordo com a MS foram. Os municípios com maiores áreas em desacordo com a MS foram Feliz Natal com 11.169 ha e Tabaporã com 9.865 ha segundo o PRODES e Feliz Natal com 6.157 e Nova Ubiratã com 4.786 hectares de acordo com o ImazonGeo. Os resultados indicam que o sistema PRODES apresenta em todos os casos maior variabilidade nos dados e médias estatisticamente superiores ao ImazonGeo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 265126001 - CARLOS ANTONIO DA SILVA JUNIOR
Interno - 253995001 - VINICIUS AUGUSTO MORAIS
Externo à Instituição - GUILHERME FERNANDO CAPRISTO SILVA - UFMT
Externo à Instituição - PAULO EDUARDO TEODORO - UFMS
Notícia cadastrada em: 12/02/2021 12:02
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-02.applications.sig.oraclevcn.com.srv2inst1