Banca de DEFESA: MARIANO PEREIRA NOLETO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIANO PEREIRA NOLETO
DATA : 06/04/2021
HORA: 08:00
LOCAL: Sinop-MT/Embrapa
TÍTULO:

SELEÇÃO DE LINHAGENS DE FEIJÃO-MUNGO QUANTO À RESPOSTA A APLICAÇÃO DE FERTILIZANTES


PALAVRAS-CHAVES:

Vigna radiata; melhoramento vegetal; adaptabilidade e estabilidade


PÁGINAS: 80
RESUMO:

As linhagens pré-comerciais de feijão-mungo, selecionadas pelo programa de melhoramento da Embrapa Meio-Norte, são avaliadas no estado de Mato Grosso no período de segunda safra para avaliação da adaptabilidade e estabilidade de produção e outros fenótipos de interesse agronômico. Neste trabalho, o objetivo foi avaliar a resposta das linhagens na produtividade de grãos pela aplicação de fertilizantes. Os experimentos foram instalados com e sem aplicação de adubo, sendo dois ensaios por local, com as mesmas linhagens, variando apenas a aplicação de fertilizante, um deles sem aplicação (zero de adubo) e o outro com aplicação do formulado NPK 0-20-20 no sulco de semeadura e 45 kg/ha nitrogênio em cobertura, aos 25 a 30 dias após a emergência. As doses foram definidas considerando a análise de solo em cada local. Os experimentos foram conduzidos em Sorriso-MT 2019, Sorriso-MT 2020, Sinop-MT 2019 e Sinop-MT 2020, totalizando quatro ensaios sem adubo e quatro com adubação. Antes da semeadura foram coletadas amostras compostas de solo da camada de 0-0,20m, para caracterização física, química e interpretação da fertilidade do solo. Os ensaios foram compostos por onze tratamentos, sendo dez linhagens pré-comerciais e uma testemunha. O delineamento experimental foi o DBC, com 3 repetições, parcelas de 2 linhas de 4m de comprimento e espaçamento de 0,50m. Foram avaliados, o valor de cultivo, o comprimento da vagem, número de grãos por vagem, a massa de 100 grãos, rendimento de grãos e o índice de grãos. De modo geral, foi observado efeito significativo entre as linhagens para todas as características avaliadas, indicando a presença de variação entre elas. A interação tratamentos x ambientes, foi não significativa, indicando que não houve alteração na classificação das linhagens, independentemente se o ambiente foi adubado ou não. As linhagens que apresentaram melhor resposta à adubação foram BRA-000027 (MV4) e BG3 (MV10). A linhagem BRA-000027 foi a de melhor adaptabilidade geral e também a melhor para ambientes desfavoráveis. Já a linhagem BG3 foi a que apresentou melhor adaptabilidade a ambientes favoráveis.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 055.314.176-75 - JOSE ANGELO NOGUEIRA DE MENEZES JUNIOR - UFV
Interno - 253925001 - SERGIO ALESSANDRO MACHADO SOUZA
Externo à Instituição - LAERTE GUSTAVO PIVETTA - IFMT
Notícia cadastrada em: 05/03/2021 14:58
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-02.applications.sig.oraclevcn.com.srv2inst1