Banca de QUALIFICAÇÃO: Edna Monzilar

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : Edna Monzilar
DATA : 25/11/2022
HORA: 09:00
LOCAL: vídeo conferência
TÍTULO:

MEMÓRIAS E HISTÓRIAS: PATRIMÔNIO MATERIAL E IMATERIAL DO POVO BALATIPONÉ-UMUTINA


PALAVRAS-CHAVES:

Balatiponé, Cultura material e imaterial, educação.

 


PÁGINAS: 70
RESUMO:

Esta dissertação de mestrado “Memórias e histórias: patrimônio material e imaterial do povo Balatiponé-Umutina, relata parte da cultura material e imaterial milenar dos nossos antepassado trazendo nossa história. Tem como objetivo compreender as relações pedagógicas e a inclusão da cultura material e imaterial do povo Balatiponé no currículo escolar da escola Julá Paré. Para a realização dela assumimos a abordagem da pesquisa qualitativa, participante registrando os relatos dos anciãos da comunidade, a liderança e a participação dos alunos na semana cultural que é o momento que foi trabalhado bastante os patrimônios materiais e imateriais do meu povo. Não podemos deixar no esquecimento os saberes e afazeres da nossa ancestralidade, que historicamente muito sofreram com a colonização, com isso apresento aqui a vivência, de ser Balatiponé, o cotidiano, a memória, a espiritualidade do povo, e também as atividades da Semana Cultural. A sistematização em produção de textos e desenhos tem a participação dos alunos, nossos estudantes participam da pesquisa, das atividade, dos estudos, e da sistematização, aprendem junto com as pessoas experiente da comunidade, esse elo de estar junto é muito importante no processo ensino aprendizagem dos nossos estudante e pelo que a escola vem trabalhando na valorização da cultura comum toda. A pesquisa mostra a observação e o olhar dos próprios estudante com relação a transformação de algumas técnicas na confecção de alguns objeto, a valorização da matéria prima do nosso território, reconhecendo a importância de manter viva a cultura material e imaterial independente de qualquer introdução de elemento que venha ser inserido em algumas confecção ou maneira de fazer, viver e fazer as práticas culturais. A escuta dos mais velhos, a vivência na semana cultural ajuda a reconhecer o nosso ´patrimônio material e imaterial uma forma de não perdermos nossas raízes e ter um olhar indígena com muita sabedoria como viveram nos antepassado mesmo em meio a tantas transformações. Trabalhar os saberes e fazeres Umutina na escola é fortalecer a identidade Balatiponé.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 60581007 - LISANIL DA CONCEICAO PATROCINIO PEREIRA
Externo à Instituição - MARIA APARECIDA BERGAMASCHI - UFRGS
Interno - 75013007 - MONICA CIDELE DA CRUZ
Externo à Instituição - PAULO DELGADO - UFMT
Presidente - 25648011 - WALDINEIA ANTUNES DE ALCANTARA FERREIRA
Notícia cadastrada em: 17/11/2022 10:32
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-02.applications.sig.oraclevcn.com.srv2inst1