Banca de QUALIFICAÇÃO: PATRICIA SILVA DO VALE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PATRICIA SILVA DO VALE
DATA : 17/10/2023
HORA: 08:00
LOCAL: Unemat - Tangará da Serra
TÍTULO:

DESEMPENHO AGRONÔMICO DE CULTIVARES DE LARANJEIRAS ENXERTADAS EM DOIS PORTA-ENXERTOS AVALIADAS NA PRIMEIRA SAFRA NAS CONDIÇÕES EDAFOCLIMÁTICAS DE TANGARÁ DA SERRA-MT


PALAVRAS-CHAVES:

Citrus sinensis L., produtividade, qualidade de fruto


PÁGINAS: 30
RESUMO:

A laranjeira (Citrus sinensis L. Osbek) é uma das frutíferas mais conhecidas, cultivadas e estudadas em todo o mundo. Atualmente o Brasil é o maior produtor de laranja do mundo e principal exportador de suco de laranja concentrado. Mesmo sendo o maior produtor mundial da fruta, o Brasil ainda enfrenta diversos desafios no setor. O principal desses desafios é oriundo de problemas fitossanitários, sendo necessário a diversificação no uso de variedades copa e porta-enxertos em citros, o que permite superar os problemas abióticos e bióticos e obter ganhos em produtividade. Desta forma, pesquisas relacionadas à ampliação da base genética dos pomares e avaliação do potencial agronômico dos novos genótipos obtidos devem ser conduzidas para a sustentação e otimização do sistema produtivo. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo: (i) avaliar a produtividade e os parâmetros biométricos relacionados ao índice de vigor vegetativo das onze cultivares de laranjas doces enxertadas em dois porta-enxertos: ‘Citrumelo Swingle’ e ‘Citrumelo F80-5’; (ii) avaliar as características físico-químicas e os compostos bioativos dos frutos das onze cultivares enxertadas em ‘Citrumelo F80-5’ na primeira safra do pomar; (iii) selecionar a(s) melhor(es) combinação de copa/porta-enxerto para o sistema de cultivo irrigado, nas condições edafoclimáticas de Tangará da Serra - MT. O experimento foi conduzido na fazenda Boitanga, localizada na cidade de Tangará da Serra - MT, o delineamento experimental foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 11 (dois porta-enxertos e onze cultivares copas), com quatro repetições e uma planta por parcela. Para determinar a produtividade os frutos foram colhidos e pesados durante toda a safra 2022/2023, nas avaliações biométricas as medições foram feitas aos 36 meses após o plantio e as análises foram feitas seguindo metodologia de Portela et al. (2016). As avaliações físico-químicas seguiram metodologia utilizada por Caputo (2012). Os resultados preliminares apontaram que o crescimento das laranjeiras enxertadas em ‘Citrumelo Swingle’ foi mais vigoroso comparado ao crescimento das laranjeiras enxertadas em ‘Citrumelo F80-5’, com plantas superiores a 2,5m de altura. As análises dos frutos apresentaram a cultivar ‘Malhe 5’ como copa com a maior massa de fruto (MF) e a ‘Pera Bianchini’ com maior rendimento de suco, com uma média de suco superior a 50%.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 131991001 - WILLIAN KRAUSE
Interno - 117161001 - SANTINO SEABRA JUNIOR
Externo à Instituição - LUCIANO GOMES FERREIRA - SEDUC-MT
Notícia cadastrada em: 14/09/2023 16:38
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2024 - UNEMAT - sig-application-04.applications.sig.oraclevcn.com.srv4inst1