Banca de QUALIFICAÇÃO: JACQUELINE DA SILVA SOARES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JACQUELINE DA SILVA SOARES
DATA : 16/09/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Barra do Bugres
TÍTULO:

ENSINO DE BIOLOGIA BASEADO EM INVESTIGAÇÃO


PALAVRAS-CHAVES:

Intervenção. Aprendizagem Significativa. Estratégias Metodológicas.


PÁGINAS: 82
RESUMO:

Ensinar os diferentes conteúdos de Biologia é um desafio, visto que as dificuldades encontradas para se diversificar e aplicar métodos que promovam o ensino contextualizado e a aprendizagem significativa dos estudantes nas séries do ensino médio. O ensino baseado em investigação (EBI) é uma estratégia apropriada que pode ser utilizada para diferentes conteúdos, pois, é um processo que incentiva a investigação científica, logo, a produção do conhecimento científico pode ajudar os estudantes a aprender a fazer ciência, o que resulta na forma mais completa e significativa do aprendizado. Nesse sentido a pesquisa está centrada na Teoria da Aprendizagem Significativa com o método do EBI, a qual está sendo desenvolvida nas aulas de Práticas Experimentais em uma turma do primeiro ano do ensino médio de uma escola estadual de Barra do Bugres-MT, que atende a modalidade de Escola Plena. Esta pesquisa é de cunho qualitativo, seguindo os métodos da Pesquisa Participante. Utilizamos a técnica de análise de conteúdo como método de interpretação dos dados coletados, com a técnica da análise categorial. Seguindo as fases da pesquisa participante foram realizados na primeira fase quatro encontros com os estudantes. Os instrumentos utilizados como procedimentos na obtenção das informações envolveram uma roda de conversa e um pré-teste para o diagnóstico inicial do conhecimento dos estudantes sobre conteúdos trabalhados em anos anteriores, e aplicação de intervenções didáticas como revisão do conteúdo de citologia. Durante a roda de conversa referente aos conteúdos que são estudados na disciplina de biologia, 90% dos estudantes demostraram ter preferência aos temas ligados a saúde e meio ambiente, 10% admitiram ter certa rejeição aos temas relacionados fisiologia do corpo humano, referiram-se em suas falas aos conteúdos de fisiologia dos órgãos e sistemas do corpo. No pré-teste, apresentaram dificuldades conceituais, demonstrando conhecimento mínimo sobre conteúdo de citologia, as respostas dadas pelos estudantes foram confusas, superficiais, distorcidas e de senso comum, indicador que o conhecimento sobre célula animal, ainda é superficial e em alguns casos os subsunçores não estão estáveis. Após o diagnóstico para avaliar os conhecimentos prévios dos estudantes foram desenvolvidas estratégias didáticas como atividades de revisão para abordar o conteúdo de citologia. Na primeira atividade foram apresentados vídeos, com o objetivo de atuarem como sistematizador prévio, que permitiu a relação entre o conhecimento prévio e o novo conhecimento para o ensino de citologia. A segunda atividade foi desenvolvida no laboratório de Ciências da natureza, da Escola, com aula prática que oportunizou aos estudantes conhecerem o microscópio e o tipo de célula que constituem parte de seu corpo. As atividades de revisão exercem um papel importante no ensino de citologia, pois além de permitirem a relação entre a teoria e a prática, oportunizam a construção e a reconstrução do conhecimento, atendendo às premissas da TAS, possibilitando a relação dos conceitos com a estrutura cognitiva dos estudantes, de modo não-arbitrária e não-literal, despertando a pré-disposição em aprender. Os resultados alcançados na primeira fase da pesquisa demonstram características de uma aprendizagem mecânica. A segunda fase consistirá em desenvolver atividades abordando temáticas que propiciem aos estudantes reconhecer a célula e os seus processos vitais, incluindo conceitos de citologia associados a um contexto referente a qualidade de vida e a saúde, abordando os problemas de saúde que afetam a população humana. As temáticas selecionadas pelos estudantes foram: diabetes, câncer, doenças sexualmente transmissíveis, gravidez na adolescência, excesso de bebida alcoólica e o abuso de drogas presentes no cotidiano dos jovens. As atividades da segunda fase serão finalizadas com uma amostra “O que aprendemos com a Biologia”.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 83168001 - FATIMA APARECIDA DA SILVA IOCCA
Interno - 131867001 - Kilwangy Kya Kapitango-a-Samba
Interno - 253963001 - JOSE WILSON PIRES CARVALHO
Externo à Instituição - ADRIANA PUGLIESE NETTO LAMAS - UFABC
Notícia cadastrada em: 23/08/2019 08:33
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-01.applications.sig.oraclevcn.com.srv1inst1