Banca de DEFESA: ANTONIO MARCOS ALVES DA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANTONIO MARCOS ALVES DA COSTA
DATA : 08/09/2021
HORA: 13:00
LOCAL: Videoconferência via Google Meet
TÍTULO:

O USO DO SOFTWARE SCRATCH NA PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS MATEMÁTICOS E DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO COMPUTACIONAL


PALAVRAS-CHAVES:

Pensamento computacional; Matemática; Scratch


PÁGINAS: 202
RESUMO:

O pensamento computacional vem sendo, cada vez mais, discutido nos sistemas educacionais de muitos países. Desde a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), em 2017, o primeiro documento oficial que versa sobre o tema, têm crescido o número de estudos sobre como desenvolver as habilidades e competências relacionadas ao pensamento computacional (PC) no âmbito escolar. Neste contexto, uma pesquisa de cunho qualitativo foi realizada com o objetivo de analisar as vantagens e desvantagens do uso do software Scratch para o ensino da Matemática e desenvolvimento do pensamento computacional, na educação básica, com base na avaliação de um grupo professores de Matemática de Tangará da Serra-MT. Participaram do estudo 14 professores que atuam no ensino fundamental e médio. A produção dos dados, para análise, ocorreu por meio de um curso de formação com carga horária de 80 horas. Para a análise dos dados foi utilizada a Análise Textual Discursiva (ATD). O corpus da pesquisa constitui-se de relatórios elaborados pelos cursistas, questionários abertos e fechados, entrevistas semiestruturadas e produções/artefatos desenvolvidos no Scratch. A fundamentação teórica partiu de textos sobre as relações da Matemática e do pensamento computacional com o uso do software Scratch. A análise foi realizada por três categorias: caracteristicas favoráveis e não favoráveis do Scratch; habilidades da matemática e do PC mobilizadas com o uso do Scracth e as produções/artefatos mais favoráveis para o ensino da Matemática e desenvolvimento do pensamento computacional no âmbito escolar. Os resultados revelam que os professores consideram a utilização do Scratch profícua para o ensino da Matemática e desenvolvimento do pensamento computacional no âmbito escolar. A principal desvantagem apontada pelos professores está ligada ao tempo requerido para o desenvolvimento de artefatos no Scratch.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 77541011 - DIEGO PIASSON
Interno - 84819003 - WILLIAM VIEIRA GONÇALVES
Externo à Instituição - SÉRGIO CARRAZEDO DANTAS - UNESPAR
Notícia cadastrada em: 13/08/2021 16:30
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-02.applications.sig.oraclevcn.com.srv2inst1