Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA MARIA DE JESUS MOURA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA MARIA DE JESUS MOURA
DATA : 05/09/2019
HORA: 16:00
LOCAL: SALA DE VÍDEO CONFERÊNCIA CAMPUS 2
TÍTULO:

ABORDAGENS METODOLÓGICAS NO ENSINO DE MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: uma experiência de formação continuada de professores em Matupá – MT


PALAVRAS-CHAVES:

Formação continuada de professores. Matemática. Prática pedagógica. Educação Infantil.


PÁGINAS: 101
RESUMO:

Nesta pesquisa, tratamos das abordagens metodológicas para o ensino de Matemática na Educação Infantil, no contexto do processo de formação continuada de professores. O objetivo é discutir sobre a experiência de formação continuada no ensino de Matemática para professores da Educação Infantil do município de Matupá, estado do Mato Grosso. Sendo assim, partimos da seguinte pergunta: como a formação continuada de professores pode contribuir para a relação entre o ensino da Matemática e a prática pedagógica da Educação Infantil? Com esse enfoque, a formação de professores será a fonte da produção de informações. Foram também elencados os seguintes objetivos específicos: contribuir com uma experiência de formação continuada no ensino de Matemática para professores da Educação Infantil de quatro e cinco anos no município de Matupá; refletir com os professores da escola os desafios que enfrentam na sala de aula em relação ao ensino da matemática na Educação Infantil e quais as contribuições que esta formação continuada pode lhes proporcionar. As bases teóricas da pesquisa foram documentos nacionais como: BNCC 2017, RCNEI 1998, DRC/MT – Cadernos de Educação Infantil 2018, e institucionais como o PPP, Plano anual de 2019, Programa Pré-Escola Formação na Escola (Pefe), específicos da Educação Infantil, além de obras voltadas para a formação continuada de professores. Desses, destacam-se teóricos e pesquisadores como Kramer (2006), Imbernón (2010), Nóvoa (1991; 1992; 2009; 2011), Freire (1991), Libâneo (2002), Perrenoud (2000) e Alves (2011). O estudo segue uma abordagem qualitativa, com base na metodologia da pesquisa-ação, discutida por Thiollent (2005). Adotou-se, ainda, a perspectiva de uma análise interpretativa, com base nas ideias de Severino (2007). Na proposta metodológica, buscou-se proporcionar um espaço de discussões e reflexões a fim de que todos participantes da pesquisa, inclusive a pesquisadora, pudessem construir conhecimentos durante o processo da pesquisa. Os dados do estudo foram produzidos durante a realização dos encontros de formação dos professores, com o recurso a entrevistas semiestruturadas, registro de observação dos encontros e relatórios de contribuição dos professores. A análise desse estudo no momento ainda é parcial, com indicação na contribuição na formação continuada de professores na educação infantil.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 121144002 - CLAUDIA LANDIN NEGREIROS
Interno - 82411001 - ISABELA AUGUSTA ANDRADE SOUZA
Interno - 131193009 - MARCIO UREL RODRIGUES
Externo à Instituição - SUELI FANIZZI - UFMT
Notícia cadastrada em: 08/08/2019 15:50
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-04.applications.sig.oraclevcn.com.srv4inst1