Dissertações/Teses

2022
Dissertações
1
  • PEDRO NAZOKEMAI
  • ARQUITETURA INDÍGENA HATI: A casa Haliti Paresi na comunidade como forma de fortalecimento da identidade

  • Orientador : LISANIL DA CONCEICAO PATROCINIO PEREIRA
  • Data: 28/07/2022

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa aborda o tema da arquitetura indígena e a sua inserção no currículo da educação escolar indígena Haliti Paresí. Trata das discussões sobre a inserção dos saberes indígenas nos currículos das escolas tomando como referência para a reflexão e produção os conhecimentos relacionados a casa tradicional ou Hati. Os Haliti Paresí são falantes de uma língua da família Aruak e atualmente vivem em cerca de 64 aldeias distribuídas em seis terras indígenas já demarcadas e em outras três em processo de demarcação. Anunciar o produto pedagógico Assim, pensamos nos seguintes produtos pedagógicos Seminário com a comunidade, Organização de um Ebook com em torno de 30 a 50 fotos.


  • Mostrar Abstract
  • The present research approaches the theme of indigenous architecture and its insertion in the curriculum of indigenous education in Haliti Paresí. It deals with the discussions on the insertion of indigenous knowledge in the curricula of schools, taking as a reference for reflection and production the knowledge related to the traditional house or Hati. The Haliti Paresí are speakers of an Aruak family language and currently live in about 64 villages spread over six indigenous lands that have already been demarcated and another three in the process of being demarcated

2
  • SATURNINA URUPE CHUE
  • A ESCOLA ESTADUAL INDIGENA CHIQUITANO JOSE TURIBIO NA ALDEIA VILA NOVA BARBECHO: LUTAS, CONQUISTAS E DESAFIOS DE UMA EDUCAÇÃO ESCOLAR INDIGENA ESPECIFICA E DIFERENCIADA.

  • Data: 28/07/2022

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa visa analisar o processo de acesso à educação Escolar Indígena específica e diferenciada pelos Chiquitano da/na Aldeia Vila Nova Barbecho, como um processo de luta, resistência, onde situo-me como membro integrante deste processo. Busca identificar e descrever os caminhos percorridos para a realização do anseio coletivo de construção e implementação da Escola Estadual Indígena Chiquitano José Turíbio na Aldeia Vila Nova Barbecho – Porto Esperidião/MT. Busca também identificar e descrever a implementação de práticas culturais realizados na escola pelos professores e estudantes, de modo a fortalecer a comunidade Chiquitano, identificando, no processo, o fazer/saber/ser da educação indígena específica, diferenciada e intercultural.  Para o levantamento e a coleta de dados foram realizadas uma pesquisa bibliográfica referente ao tema, com uma busca em documentos e arquivos sobre a história da escola, além de entrevistas com os professores, alunos e lideranças da aldeia, pessoas que participaram do processo histórico da luta pelo acesso à educação escolar diferenciada. Como produto pedagógico, foi produzida uma Cartilha Pedagógica para ser utilizada como material didático pelos professores e estudantes. A pesquisa revela os desafios enfrentados e também as conquistas efetivadas com a implementação da escola, entre elas o fortalecimento da cultura, a retomada da língua chiquitano e o reconhecimento do direito ao território ancestral.


  • Mostrar Abstract
  • The present research aims to analyze the process of access to specific and differentiated Indigenous School education by the Chiquitano from/in Vila Nova Barbecho Village, as a process of struggle, resistance, where I place myself as an integral member of this process.It seeks to identify and describe the paths taken to fulfill the collective desire to build and implement the Chiquitano José Turíbio Indigenous State School in Vila Nova Barbecho Village – Porto Esperidião/MT.It also seeks to identify and describe the implementation of cultural practices carried out at school by teachers and students, in order to strengthen the Chiquitano community, identifying, in the process, the doing/knowing/being of specific, differentiated and intercultural indigenous education.For the survey and data collection, a bibliographic research on the subject was carried out, with a search in documents and files about the history of the school, in addition to interviews with teachers, students and village leaders, people who participated in the historical process of the school. struggle for access to differentiated school education. As a pedagogical product, a Pedagogical Booklet was produced to be used as teaching material by teachers and students.The research reveals the challenges faced and also the achievements made with the implementation of the school, among them the strengthening of the culture, the resumption of the Chiquitano language and the recognition of the right to the ancestral territory.

3
  • POMERQUENPO TXICAO
  • TRAJETÓRIA DO POVO IKPENG PARA A REGIÃODO ALTO XINGU

  • Orientador : CARLOS EDINEI DE OLIVEIRA
  • Data: 24/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação apresenta um registro preliminar, na visão dos Ikpeng, sobre transferência do meu do povo (Ikpeng) do território tradicional Jatobá, para território indígena do Xingu, sua terra atualmente. Foram transferidos da região que habitavam, nas margens do Rio Jatobá, localizado no atual município de Paranatinga – MT, em 1967. Uma transferência forçada pelos sertanistas irmãos Villas Boas, Claudio Villas Boas e Orlando Villas Boas. Fomos transferidos para região do alto Xingu. Na época, os Villas Boas estavam em contato com os povos do alto   Xingu: Waura, Mehinaku e Matipu e outros. Depois, por meio de avião, conseguiram localizar a aldeia do nosso povo e fizeram primeiro sobrevoo sobre a aldeia soltando os presentes e rapaduras. Os Ikpeng, inicialmente chamaram a rapadura de coco do avião. Tiveram vários sobrevoos na região, só depois, pousaram no campo próximo aldeia dos Ikpeng. Quando o meu povo teve primeiro contato com os irmãos Villas Boas, eles já tinham contato com os aventureiros, garimpeiros que passavam na região onde os Ikpeng moravam. Os garimpeiros iam de canoa pelo rio Jatobá. Primeiro os Ikpeng tiveram contato com os garimpeiros e depois com os sertanistas. Para apresentar a trajetória do povo Ikpeng para o Alto Xingu na visão dos anciãos, a pesquisa foi realizada nas aldeias onde residem os anciãos. Foram entrevistados, três anciãos, Kampot Ikpeng na aldeia Moygu , Oyope Ikpeng na aldeia  Kurure e Yakuma Txicao na aldeia Pavuru. As entrevistas foram gravadas no aparelho de celular, depois forma traduzidas do Ikpeng para o português. Para completar a produção da dissertação foram realizadas leituras sobre meu povo produzidas por antropólogos e, pesquisas em vídeos documentários disponíveis na internet.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation presents a preliminary record, in the view of the Ikpeng, about the transfer of my of the people (Ikpeng) from the traditional Jatobá territory, to the Xingu indigenous territory, their land today. They were transferred from the region they inhabited, on the banks of the Jatobá River, located in the current municipality of Paranatinga - MT, in 1967. A forced transfer by the sertanistas brothers Villas Boas, Claudio Villas Boas, and Orlando Villas Boas. We were transferred to the upper Xingu region. At the time, the Villas Boas were in contact with the peoples of the upper Xingu: Waura, Mehinaku and Matipu and others. Then, by plane, they managed to locate the village of our people and first flew over the village dropping gifts and brown sugar. The Ikpeng, initially called the coconut sugar from the plane. They had several overflights in the region, only later, they landed in the field near the village of the Ikpeng. When my people first had contact with the Villas Boas brothers, they already had contact with the adventurers, miners who passed through the region where the Ikpeng lived. The garimpeiros went by canoe down the Jatobá River. First the Ikpeng had contact with the garimpeiros and later with the sertanistas. To present the trajectory of the Ikpeng people to the Upper Xingu in the view of the elders, the research was carried out in the villages where the elders reside. Three elders were interviewed, Kampot Ikpeng in Moygu village, Oyope Ikpeng in Kurure village and Yakuma Txicao in Pavuru village. The interviews were recorded on the cell phone, then translated from Ikpeng into Portuguese. To complete the production of the dissertation, readings about my people produced by anthropologists and research in documentary videos available on the internet were carried out.

4
  • NARAIEL PAITER SURUI
  • PRÁTICAS DE LEITURA, ESCRITA E GRAMÁTICA  NO ENSINO DA  LÍNGUA PAITER NA ESCOLA ESTADUAL INDÍGENA SERTANISTA APOENA MEIRELLES

     

  • Orientador : MONICA CIDELE DA CRUZ
  • Data: 25/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação traz como tema o ensino de língua materna na escola indígena Escola Estadual Indígena Sertanista Apoena Meirelles, município de Rondolândia-MT. O trabalho  tem como objetivo discutir e desenvolver uma proposta didático-metodológica para o ensino da língua Paiter-Suruí nas escolas indígenas da TI Sete de Setembro, com foco no ensino da escrita e da gramática, especialmente, de verbos na língua. Além desse objetivo, queremos, também, contribuir para o fortalecimento e manutenção de nossa língua materna em nossas aldeias, por meio da escola, que tem um papel muito importante no trabalho com  a modalidade escrita da língua. A escolha para se trabalhar esse tema se deu pelo fato de nossas escolas não possuírem produções didáticas autorais específicas para o ensino da língua Paiter-Surui. Nossas reflexões estarão fundamentadas em autores que tratam sobre o assunto, tais como (PAULA,.2018), (PIMENTEL DA SILVA), (BANIWA), além das orientações do Referencial Curricular Nacional  para as escolas indígenas (RCNEI,.1998), dentre outros textos da legislação pertinentes à educação escolar indígena. A metodologia do meu trabalho se compõe, por um lado, de pesquisa bibliográfica, com o aprofundamento no estudo das obras já mencionadas e a busca de bibliografia complementar para a escrita da dissertação, acerca do tema proposto. E como se trata de um Mestrado Profissional, o foco está na ação pedagógica e na proposta de um produto pedagógico/educacional. A ação pedagógica consiste no percurso didático-metodológico, durante o qual conduzi, como mediador, todo o processo de ensino-aprendizagem voltado para língua materna, trabalhando, a partir de uma narrativa mítica do povo, a leitura, a produção escrita e alguns verbos da língua. Foram produzidos diferentes textos na língua materna, realizadas atividades de leitura e compreensão textual, atividades sobre a concordância do pronome com verbos da língua Paíter. Todo esse percurso didático-pedagógico  resultou num caderno de atividades como produto educacional para as duas  escolas  de nossa aldeia.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation has as its theme the teaching of mother tongue in the indigenous school Escola Estadual Indígena Sertanista Apoena Meirelles, in Rondolândia-MT. The objective of this work is to discuss and develop a didactic-methodological proposal for the teaching of the Paiter-Suruí language in indigenous schools of the Sete de Setembro TI, focusing on the teaching of writing and grammar, especially verbs in the language. In addition to this objective, we also want to contribute to the strengthening and maintenance of our mother tongue in our villages, through the school, which plays a very important role in working with the written modality of the language. The choice to work on this theme was due to the fact that our schools do not have specific authorial didactic productions for teaching the Paiter-Surui language. Our reflections will be based on authors who deal with the subject, such as (PAULA,.2018), (PIMENTEL DA SILVA), (BANIWA), in addition to the guidelines of the National Curricular Reference for indigenous schools (RCNEI,.1998), among other legislation relevant to indigenous school education. The methodology of my work is composed, on the one hand, of bibliographical research, with the deepening of the study of the works already mentioned and the search for complementary bibliography for the writing of the dissertation, on the proposed theme. And as it is a Professional Master's, the focus is on the pedagogical action and on the proposal of a pedagogical/educational product. The pedagogical action consists of the didactic-methodological course, during which I conducted, as a mediator, the entire teaching-learning process focused on the mother tongue, working, from a mythical narrative of the people, reading, written production and some verbs. of the language. Different texts were produced in the mother tongue, reading and textual comprehension activities were carried out, activities on the agreement of the pronoun with verbs from the Paíter language. All this didactic-pedagogical course resulted in a notebook of activities as an educational product for the two schools in our village.

5
  • KAVISGO TXICÃO
  • HABITAR E SER HABITADO NO PARQUE NACIONAL DO XINGU:

    as alterações ambientais e suas interferências nas práticas culturais do Povo Ikpeng

  • Orientador : RAIMUNDO NONATO CUNHA DE FRANCA
  • Data: 26/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • A sociedade Ikpeng é um povo falante do tronco linguístico da família karib, atualmente estão localizadO na Terra Indígena do Xingu MT, especificamente na região que abrange o médio Xingu, divididos em seis aldeias,  quatro aldeias: Moygu, Arayo, Paranoá, Kurure estão localizadas no município de Feliz Natal MT; já no município de nova Ubiratã se localiza a aldeia Pïrino; e, em Nova Ubiratã, a aldeia Rawo  e no município de Paranatinga. Todas estas aldeias Ikpeng são atendidas na assistência de  atendimento à saúde, assistência social, educação e outras demandas pelo CTL PAVURU ( Coordenação Técnica Local Pavuru (CTL PAVURU). Atualmente a sua população é de aproximadamente 626 indivíduos conforme o sensu da DISEI XINGU .

    Este trabalho aborda a temática que há muito tempo vem sendo discutidos pelos pesquisadores não indígenas, na qual se refere as mudanças climáticas, e como se adaptar a este novo tempo? O que esta mudança tem causada nos fenômenos da natureza que influenciam diretamente nos marcadores do tempo que regem o Ccalendário Tradicional do Ppovo Ikpeng?. Na qual aborda como o povo Ikpeng vem se adaptando a esse tempo, tempo este que é considerado de difícil compreensão para os anciões Ikpeng e todo os seu povo..

    O objetivo geral deste trabalho é analisar quais alterações nos fenômenos da natureza influenciaram no calendário tradicioal e na organização social do povo Ikpeng.


  • Mostrar Abstract
  • The Ikpeng society is a people speaking of the linguistic trunk of the karib family, are currently located in the Indigenous Land of the Xingu MT, specifically in the region that covers the middle Xingu, and are divided into six villages, the four villages that are: Moygu, Arayo, Paranoá, Kurure, which are located in the municipality of Merry Christmas MT, and in the municipality of nova Ubiratã is located the village Pïrino,  in Nova Ubiratã, and the rawo village, and in the municipality of Paranatinga.

6
  • LUIZINHO ARIABO QUEZO
  • O LÉXICO  NA CATALOGAÇÃO DE ESPÉCIES DE PEIXES DOS RIOS DO TERRITÓRIO BALATIPONÉ

  • Orientador : MONICA CIDELE DA CRUZ
  • Data: 26/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação está relacionada ao projeto da Escola Indígena Jula Paré sobre revitalização étnica, cultural e linguística do povo Balatiponé. Ele vem contribuir para o fortalecimento da formação dos profissionais da educação intercultural indígena, assim como, para a própria educação escolar na aldeia e para a revalorização da cultura indígena Balatiponé. Nossas reflexões estão pautadas em estudos referentes ao léxico, especialmente, em autores indígenas Balatiponé, autores que tratam sobre o ensino de língua materna, como (BIDERMAN, 2001), (ANTUNES, 2012), (PAULA, 2018),além do Referencial Curricular Nacional para as escolas indígenas (RCNEI), entre outros autores que tratam sobre o tema desse trabalho. Nosso objetivo principal é realizar a catalogação, em idioma materno, das espécies de peixes existentes nos rios Paraguai e Bugres do território da nação indígena Balatiponé. Além disso, propõe-se a ampliar a noção cultural e identitária, incentivar e manter registrados os nomes dessa espécie animal com o intuito principal de repercussão social junto à comunidade de falantes e o povo como um todo. Dentre os objetivos específicos, destaca-se como produto educacional, resultado de todo esse processo pedagógico, um catálogo ilustrado, com pequenas descrições, na língua Balatiponé (léxico e pequenas frases), sobre as espécies de peixes existentes nos córregos e nos principais afluentes do território Umutina, produzido juntamente com meus alunos e alunas do 1º ano do Ensino Médio, da  Escola Estadual de Educação Indígena Jula Paré.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation is related to the project of the Jula Paré Indigenous School on the ethnic, cultural and linguistic revitalization of the Balatiponé people. It contributes to strengthening the training of professionals in indigenous intercultural education, as well as to school education in the village and to the revaluation of the Balatiponé indigenous culture. Our reflections are based on studies related to the lexicon, especially in Balatiponé indigenous authors, authors who deal with the teaching of the mother tongue, such as (BIDERMAN, 2001), (ANTUNES, 2012), (PAULA, 2018), in addition to the Curricular Reference National for Indigenous Schools (RCNEI), among other authors who deal with the subject of this work. Our main objective is to carry out the cataloging, in the mother tongue, of the fish species existing in the Paraguay and Bugres rivers of the territory of the Balatiponé indigenous nation. In addition, it proposes to expand the cultural and identity notion, encourage and keep registered the names of this animal species with the main purpose of social repercussion with the community of speakers and the people as a whole. Among the specific objectives, an illustrated catalog, with short descriptions, in the Balatiponé language (lexicon and short sentences), about the fish species existing in the streams and in the main tributaries of the Umutina territory, produced together with my 1st year high school students, from the Jula Paré State School of Indigenous Education.

7
  • JONES DE ADENILSON MANHUARI CRIXI
  • O ENSINO DA LÍNGUA MONJOROKO ATRAVÉS DOS CÂNTICOS:

    Uma possível metodologia para o fortalecimento linguístico e cultural

  • Data: 29/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa é sobre o ensino da Língua Monjoroko, tendo como enfoque os cânticos tradicionais. Acreditamos que seja uma possibilidade de ensino-aprendizagem para o fortalecimento da Língua Originária escrita e oral. A marca que a história nos deixou do extermínio e as diversas violências praticadas contra os indígenas, gerou, entre os grupos sobreviventes, estratégias, organizadas ou não, de permanência e perpetuação. Essas seriam operacionalizadas por meio do silenciamento, da negociação, da fuga ou da rebelião, a depender do momento histórico e do contexto em questão. A cultura e as adaptações resultantes das relações interétnicas ocorridas causaram mudanças, ao longo dos séculos, entre os diferentes povos indígenas sobreviventes nessas áreas de colonização. Antigas tradições políticas de resistência indígena são rememoradas, atualizadas, ressignificadas e operacionalizadas a cada ameaça que se coloca para essas populações.  E, nós, indígenas precisamos lutar para nos fortalecermos, pois a política brasileira vem a cada ano ameaçando a vida. Buscamos, neste movimento, preservarmos nossas raízes ancestrais e a busca incansável para aprendermos aquilo que não aprendemos e rememorar aquilo que está adormecido em nossa memória da Língua Originaria como os cânticos do povo Munduruku.  


  • Mostrar Abstract
  • This research is about the teaching of the Munduruku mother tongue focusing 
    on traditional songs, we believe that it is a possibility of teaching and learning to strengthen 
    the written and orally written mother tongue. The mark that history left us with the extermination 
    and the various forms of violence practiced against the indigenous people generated, 
    among the surviving groups, strategies, organized or not, of permanence and perpetuation.
     These would be operationalized through silencing, negotiation, flight or rebellion, 
    depending on the historical moment and context in question. The culture and adaptations resulting 
    from interethnic relations have shaped, over the centuries, among the different surviving indigenous peoples 
    in these areas of ancient colonization political traditions of indigenous resistance that are rescued, updated, 
    resignified and operationalized with each threat that is posed to these populations. . And we indigenous people 
    need to fight to strengthen ourselves, every year Brazilian politics threatens the lives of the indigenous 
    population, we seek in this movement to preserve our ancestral roots and the mother tongue is one 
    of the objectives that we need to strengthen and preserve.
8
  • MARCELO MANHUARI MUNDURUKU
  • EMPRÉSTIMO LINGUÍSTICO NA LÍNGUA FALADA PELO POVO MUNDURUKU DE MATO GROSSO

  • Data: 29/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa visa analisar o processo de introdução de palavras da Língua Portuguesa na Língua Munduruku, na Aldeia Nova Munduruku, no município de Juara/MT, com abordagem do processo histórico de contato de nosso povo, o contexto de ocupação do território, a trajetória sociolinguística até o momento. Busca, também, identificar e descrever iniciativas de fortalecimento das práticas culturais e sua implementação realizada por pessoas e instituições. Diante das informações coletadas a partir desses objetivos, proponho a produção de um Glossário Ilustrado com palavras usadas na Língua Munduruku provenientes de palavras da Língua Portuguesa. Esse glossário é o produto pedagógico resultante da pesquisa desenvolvida e poderá ser utilizado para a alfabetização na Língua Munduruku. Para o levantamento e a coleta de dados, foi realizada pesquisa bibliográfica referente ao tema, com busca em documentos e arquivos da história de nosso povo, além de entrevistas com professores, alunos e lideranças da aldeia, pessoas que participaram do processo histórico de criação da Nova Munduruku. Os resultados trazem as comparações da estrutura da Língua Portuguesa e da Língua Munduruku, para se chegar a um entendimento plausível sobre o funcionamento desses empréstimos. A pesquisa revelou os desafios enfrentados e também as conquistas efetivadas com a implementação da Escola Estadual Indígena Krixi Barompô e Instituto Munduruku para o fortalecimento da cultura, a retomada da Língua Munduruku e o reconhecimento das diversas formas de se entender a realidade do uso da Língua Munduruku.


  • Mostrar Abstract
  • This work is the result of a research carried out in the Nova Munduruku village, in the municipality of Juara Mato Grosso, on linguistic borrowing from the Portuguese language to the Munduruku language, as a way of producing didactic material, such as an illustrated dictionary of the most used borrowings for the literacy in the Munduruku language, which had the participation of several people from that village, and as a means of production the University of the State of Mato Grosso UNEMAT, Campus of Barra do Bugres-MT, and the Postgraduate Program Stricto Sensu Professional Master in Teaching in Intercultural Context, carried out by FAINDI- Faculdade Indígena Intercultural, a work of great relevance to the Munduruku community, bringing with it a little of the historical context and contact of the Munduruku People, and also the forms of relationship that our ancestors had, in this period, because this was the purpose of this work, which would be the collection of information from people in the village as well as from records historical, for an enrichment of this material, because it always had the need to have a more specific subject, in the classes of traditional language, and that this work comes to supply in a strategic way this demand, taking into account the context that the Munduruku People are inserted in a since we are from the state of Pará, region of the Tapajós River basin, highlighting the main points of our arrival in this place and the reasons why we created ties in this region such as the Arinos River valley, describing the difficulties and facilities we had until the foundation of this village, the process of involvement with the other indigenous peoples of this region, and especially the sociolinguistic situation, the projects developed with the purpose of strengthening language policies in this place, and what led us to come to this region with details of how the life of the indigenous people was in this period, and the people who are still in our midst who took part in coming to this place r, we also highlight the situation of the grammatical structures of the Munduruku language comparing the Portuguese language, and its segments, in order to reach a plausible understanding, about the functioning of these loans, which are spoken and which are growing in the Nova Munduruku village, bringing narratives from both young people and people who are in formation process in the school of this village, and their opinions that serve as indicators to be have a forecast of their perspectives for this community when and if they become leaders, and for the citations I had as a basis for the research the “Linguistic loan” to be to have reference material that could support the points of view developed during the research, and to find concepts for the deepening of such questions, with regard to lexicons and the loan itself, but which provided a basis for curiosity was the response of the people who were interviewed, because from them I obtained information that, even being from this community, was imperceptible in some behavior and way of to understand the reality of the use of the Munduruku language, in the village and for the production of the material.

9
  • NILCE ZONIZOKEMAIRÔ
  • ZERATI, O CANTO HALITI PARESI NO CONTEXTO PEDAGÓGICO

  • Orientador : WALDINEIA ANTUNES DE ALCANTARA FERREIRA
  • Data: 31/08/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação de mestrado está relacionada com o tema do currículo da educação escolar indígena. Propõe-se a discutir a inserção da música tradicional dos Haliti/Paresi no contexto das escolas das aldeias da Terra Indígena Paresi. Tem como objetivo contribuir para a construção de um currículo indígena,  considerando os saberes tradicionais sobre o Cântico Haliti/Paresi (Zerati) no contexto pedagógico e mostrar a importância dele para a nossa espiritualidade e fortalecimento da nossa essência como povo Haliti/Paresi. A metodologia se insere dentro da pesquisa qualitativa participante com realização de oficinas pedagógicas,  tendo como elemento central os cânticos tradicionais junto com os alunos da Escola Municipal Indígena Zozoiterô e da Escola Estadual Indígena Malamalali na aldeia Rio Verde. A pesquisa apontou que a inclusão dos cânticos tradicionais no currículo escolar é fundamental para a valorização da cultura e fortalecimento de um currículo específico e diferenciado próprio da pedagogia Haliti/Paresi. Ainda possibilitou a produção de materiais pedagógicos importantes para o ensino e aprendizagem, em reflexão, acerca dos saberes tradicionais sobre o Zerati.


  • Mostrar Abstract
  • This master's dissertation is related to the theme of the curriculum of indigenous school education. It proposes to discuss the insertion of the traditional music of the Haliti/Paresi in the context of the schools of the villages of the Paresi Indigenous Land. It aims to contribute to the construction of an indigenous curriculum, considering traditional knowledge about the Haliti/Paresi Song (Zerati) in the pedagogical context and showing its importance for our spirituality and strengthening our essence as a Haliti/Paresi people. The methodology is part of qualitative participatory research with pedagogical workshops, having as a central element the traditional songs together with the students of the Zozoiterô Indigenous Municipal School and the Malamalali Indigenous State School in the Rio Verde village. The research pointed out that the inclusion of traditional chants in the school curriculum is fundamental for the appreciation of culture and strengthening of a specific and differentiated curriculum proper to the Haliti/Paresi pedagogy. It also enabled the production of important pedagogical materials for teaching and learning, in reflection, about traditional knowledge about Zerati.

10
  • ROMERO MOPIDAPENEN PAITER SURUÍ
  • A FUNÇÃO SOCIOPOLÍTICA E CULTURAL DA DOCÊNCIA INDÍGENA

  • Orientador : HELOISA SALLES GENTIL
  • Data: 09/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho trata da docência na educação escolar indígena dos Paiter Suruí face ao desafio da responsabilidade em relação à cultura tradicional e os conhecimentos não indígenas. A legislação nacional garante o direito a uma educação específica e diferenciada e também o acesso às informações, conhecimentos técnicos, científicos e culturais da sociedade nacional e demais sociedades indígenas e não-indígenas. Compete ao professor, com a devida formação e orientações, trabalhar em prol da efetivação desses direitos, o que envolve a comunidade escolar, seus tempos e espaços e as relações com as instituições de ensino. O objetivo deste trabalho é problematizar o entendimento da função sociopolítica e cultural da docência indígena no contexto da Educação Escolar Indígena da aldeia Apoena Meireles, localizada no estado de Rondônia. A pesquisa é qualitativa e teve como procedimentos estudos bibliográficos e entrevistas com pessoas da comunidade para colher as informações; foram feitas também análises de documentos que instituem as bases legais para uma educação específica e diferenciada como é a educação indígena. Os resultados indicam necessidade de diálogo constante com a comunidade e com órgãos responsáveis pela educação escolar a fim de garantir a especificidade da educação indígena tal como manifesta na legislação e também nas características próprias da docência indígena


  • Mostrar Abstract
  • This paper looks after the teaching in the Paiter Suruí indigenous school due to the challenge of the non-indigenous knowledge and the traditional culture. The national legislation guarantees the right to specific and differentiated education and also access to technical, scientific information, and cultural knowledge of the national society, other indigenous societies, and non-indigenous societies. The teacher is responsible for properly managing and guiding the work towards the fulfillment of these rights, which involves the school community, its times and spaces, and the relationships with educational institutions. The objective of this study is to problematize the sociopolitical and cultural function of indigenous teaching in the context of Indigenous School Education understanding. The interview with people from the community is the procedure adopted to collect the information, and the analyses were based on bibliographic studies and documents that establish the legal bases of this education.

11
  • EDICLÉIA PARESI
  • A LIDERANÇA DE DANIEL MATENHO CABIXI E JOÃO ARREZOMÃE: CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES HALITI PARESI

  • Orientador : MARIA HELENA RODRIGUES PAES
  • Data: 12/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Daniel Matenho Cabixi e João Arrezomae foram dois grandes líderes do povo Halliti Paresi e sempre estiveram preocupados com a formação escolar das crianças, temendo que a escola pudesse fazer os alunos esquecerem a sua cultura. Para eles, a escola deveria trabalhar a favor do Povo e não a favor da sociedade envolvente. Estas lideranças participaram de muitas reuniões em Prefeituras, Funai e até em Brasília para defender uma escola que pudesse valorizar a cultura Halliti Paresi. Este trabalho tem o objetivo de refletir e discutir sobre Formação Continuada de Professores para a educação escolar Haliti Paresi, usando os pensamentos e propostas para a educação escolar indígena destas duas grandes lideranças. Para construir este trabalho trazemos breves informações caracterizando a etnia, bem como alguns apontamentos sobre a educação escolar em contexto das aldeias Paresi. Em especial, trazemos uma seção sobre Formação Continuada de Professores Indígenas, bem como a importância de focar o trabalho pedagógico nas práticas e tradições culturais. Para discutir a importância da cultura e dos valores sagrados para os Haliti Paresi na rotina da Escola, vamos buscar vários artigos que foram publicados por Daniel Matenho Cabixi, entrevistas em jornais, de Daniel e João Arrezomae, assim como buscaremos documentos nas instâncias governamentais que indicam as reivindicações destas lideranças sobre a escola específica e diferenciada. Assim, FUNAI e Secretaria Municipal de Educação de Tangará da Serra serão procuradas para buscar documentos e atas de cursos que estes dois líderes participaram e falaram de suas ideias sobre educação escolar nas aldeias. Também serão entrevistados anciãos e professores que participaram de reuniões e cursos em que estas lideranças falaram da educação escolar, bem como sobre os conselhos que ouviam de Daniel Cabixi e João Arrezoae Então, esta pesquisa será bibliográfica, documental e de campo. As questões que podem ser discutidas para construir este trabalho são: como montar um material de apoio para Formação Continuada de Professores Haliti Paresi usando as ideias de lideranças da cultura? Quais propostas Daniel e João Arrezomae faziam para que a escola fosse mais próxima da cultura do Povo Haliti Paresi? Buscando valorizar estas duas lideranças, este trabalho vai ser concluído com a produção de um material de apoio (pode ser em forma de E-BOOK) específico para a formação de professores Haliti Paresi de modo a valorizar e engrandecer a cultura tradicional do nosso povo na rotina da educação escolar.


  • Mostrar Abstract
  • Daniel Matenho Cabixi and João Arrezomae were two great leaders of the Halliti Paresi people and were always concerned with the schooling of children, fearing that the school could make students forget their culture. For them, the school should work in favor of the People and not in favor of the surrounding society. These leaders participated in many meetings in City Halls, Funai and even in Brasília to defend a school that could value the Halliti Paresi culture. This work aims to reflect and discuss on Continuing Teacher Training for Haliti Paresi school education, using the thoughts and proposals for indigenous school education of these two great leaders. To build this work we bring brief information characterizing the ethnicity, as well as some notes on school education in the context of Paresi villages. In particular, we bring a section on Continuing Education of Indigenous Teachers, as well as the importance of focusing pedagogical work on cultural practices and traditions. In order to discuss the importance of culture and sacred values for the Haliti Paresi in the routine of the School, we will look for several articles that were published by Daniel Matenho Cabixi, interviews in newspapers, by Daniel and João Arrezomae, as well as we will look for documents in government bodies that indicate the claims of these leaders about the specific and differentiated school. Thus, FUNAI and the Municipal Department of Education of Tangará da Serra will be contacted to look for documents and minutes of courses that these two leaders participated in and spoke about their ideas about school education in the villages. Elders and teachers who participated in meetings and courses in which these leaders spoke about school education will also be interviewed, as well as about the advice they heard from Daniel Cabixi and João Arrezoae So, this research will be bibliographic, documentary and field. The questions that can be discussed to build this work are: how to assemble a support material for Continuing Education of Haliti Paresi Teachers using the ideas of cultural leaders? What proposals did Daniel and João Arrezomae make for the school to be closer to the culture of the Haliti Paresi People? Seeking to value these two leaders, this work will be concluded with the production of support material (it can be in the form of an E-BOOK) specific to the training of Haliti Paresi teachers in order to value and enhance the traditional culture of our people in school education routine.

12
  • KOXAWIRI TAPIRAPÉ
  • ALFABETIZAÇÃO DAS CRIANÇAS APYÃWA E LETRAMENTO EM LÍNGUA MATERNA

     

  • Data: 15/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Este texto apresenta os resultados da minha pesquisa de Mestrado em Ensino em Contexto Indígena Intercultural, concretizada a partir da experiência e convivência junto com o meu povo Apyãwa, da Terra Indígena Urubu Branco, situada na região Nordeste do estado de Mato Grosso no Médio Araguaia, com o objetivo de construir uma reflexão sobre um novo paradigma de alfabetização das crianças Apyãwa, para fortalecer o contexto escolar da nossa sociedade. As reflexões surgiram a partir do tema Alfabetização das Crianças Apyãwa e Letramento em Língua Materna e, neste sentido, a metodologia de alfabetização na língua materna da criança Apyãwa se adequa ao processo educativo sociocultural da nossa comunidade. O método utilizado foi a análise dos dados coletados, através dos quais poderemos desenvolver e construir uma proposta voltada a nossa realidade para atender a demanda da nossa comunidade, possibilitando a superação das dificuldades encontradas no processo de ensino e de aprendizagem em língua materna. Para esta pesquisa, foram realizadas observações das salas de aulas, das aulas de campo com os professores e foram realizadas entrevistas com sábios Apyãwa na aldeia Tapi’itãwa. Espero que os resultados dessa pesquisa possam possibilitar as reflexões feitas em contexto para formação dos professores Apyãwa em ensino contextualizado no âmbito escolar.     


  • Mostrar Abstract
  • This text presents the results of my Master's research in Teaching in an Intercultural Indigenous Context, based on the experience and coexistence with my Apyãwa people, from the Urubu Branco Indigenous Land, located in the Northeast region of the state of Mato Grosso in the Middle Araguaia, with the objective of building a reflection on a new literacy paradigm for Apyãwa children, to strengthen the school context of our society. The reflections emerged from the theme Apyãwa Children's Literacy and Mother Tongue Literacy and, in this sense, the literacy methodology in the Apyãwa child's mother tongue fits the sociocultural educational process of our community. The method used was the analysis of the collected data, through which we will be able to develop and build a proposal aimed at our reality to meet the demand of our community, making it possible to overcome the difficulties encountered in the teaching and learning process in the mother tongue. For this research, observations were made in classrooms, field classes with teachers and interviews were carried out with Apyãwa sages in the Tapi’itãwa village. I hope that the results of this research can make possible the reflections made in context for the training of Apyãwa teachers in contextualized teaching in the school environment.

13
  • NIVALDO KORIRA'I TAPIRAPÉ
  • T A K Ã R A - A Casa da Sapiência Apyãwa

  • Orientador : ADAILTON ALVES DA SILVA
  • Data: 22/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Essa Dissertação tem como objetivo investigar a importância da Takãra como espaço central para vitalização, manutenção e fortalecimento da epistemologia sociocultural do povo Apyãwa. Como diz o Korako, “Takãra  aoxekato raka’e xanewe Apyãwa ramõ kwewiwe, maryn maryn xane kaãwa ramõ, tarywa rerekaãwa ramõ, xepaanogãwa rerekaãwa ramõ”. ‘A Takãra é insubstituível, essencial desde á sua origem para vitalização das práticas culturais, de saberes tradicionais e religiosas do povo Apyãwa’. Essa pesquisa traz reflexões importantes para que se possa valorizar e fortalecer ainda mais a Takãra, oportunizando a renovação e formação intelectual de lideranças cerimoniais das novas gerações. Nesse sentido, pretende-se produzir maior impacto nas discussões das escolas, nas reuniões e assembleias possibilitando que possam ser interessantes para todos e principalmente para os jovens Apyãwa. Com isso, esperamos que a pesquisa traga mais incentivo para a continuidade dos trabalhos desenvolvidas na escola junto com as crianças e jovens Apyãwa apoiando a iniciativa das práticas socioculturais milenares da comunidade. Para a concretização dessa pesquisa, contamos com parcerias valiosas dos (as) anciões (ãs) “biblioteca vivas” do meu povo Apyãwa, que tem muito conhecimento sobre o tema, além das pesquisas bibliográficas e etnográficas do povo Apyãwa – Tapirapé. Os principais métodos utilizados foram, participação nas atividades culturais nas aldeias, atividades escolares, participação das conversas noturnas na Takãra (Casa Cerimonial) e entrevistas semiabertas com anciãos/anciãs.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation aims to investigate the importance of Takara as a central space for vitalization, maintenance and strengthening of the sociocultural epistemology of the Apyãwa people. As the Korako says, “Takãra aoxekato raka’e xanewe Apyãwa ramõ kwewiwe, maryn maryn xane kaãwa ramõ, tarywa rerekaãwa ramõ, xepaanogãwa rerekaãwa ramõ”. ‘Takãra is irreplaceable, essential since its origin for the vitalization of cultural practices, traditional and religious knowledge of the Apyãwa people’. This research brings important reflections so that Takãra can be valued and strengthened even more, providing opportunities for the renewal and intellectual formation of ceremonial leaders of the new generations. In this sense, it is intended to have a greater impact on school discussions, meetings and assemblies, enabling them to be interesting for everyone and especially for Apyãwa youth. With this, we hope that the research will bring more incentive for the continuity of the work developed at the school with the Apyãwa children and young people, supporting the initiative of the millenary sociocultural practices of the community. To carry out this research, we have valuable partnerships with the “living library” of my Apyãwa people, who have a lot of knowledge on the subject, in addition to the bibliographic and ethnographic research of the Apyãwa people – Tapirapé. The main methods used were participation in cultural activities in the villages, school activities, participation in night conversations at Takãra (Casa Ceremonial) and semi-open interviews with elders.

     
14
  • ENEIDA KUPODONEPÁ
  • INTERCULTURALIDADE ENTRE CONHECIMENTOS TRADICIONAIS NA PESCA COM O TIMBÓ DO POVO BALATIPONÉ/UMUTINA E OS CONHECIEMNTOS CIENTÍFICOS


  • Orientador : JUSSARA DE ARAÚJO GONÇALVES
  • Data: 28/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo tem como objetivo principal registrar e divulgar a interculturalidade sobre os Conhecimentos Tradicionais envolvidos na Pesca com o timbó do povo Balatiponé/Umutina e os conhecimentos Científicos organizado pela escola Jula Paré. Quando a comunidade escolar compreendeu a importância dos saberes tradicionais e pensou esses saberes como saberes escolarizáveis ela desenvolveu o modelo da interculturalidade que tem a ver como que este povo pensam sobre o que é ser intercultural e o que é uma escola intercultural em uma aldeia multiétnica. Os conhecimentos tradicionais relacionados a pesca com o timbó abordam, por exemplo, as regras que envolvem o ritual, armazenamento dos peixes capturados, entre outros aspectos. Já os conhecimentos científicos estão relacionados ao efeito de paralisia dos peixes, provocados pelas substâncias liberadas pelo cipó ao ser batido na água. O estudo visa também discutir algumas mudanças no que se refere à cultura, os quais acontecerem no decorrer dos anos e que estão sendo rememorados atualmente pela comunidade, em especial pela escola Indígena Jula Paré, cujos ensinamentos buscam valorizar os conhecimentos locais e tradicionais do povo. Para tanto, recorreu-se à estudos teóricos e a campo, com uma abordagem qualitativa e caracterizada pela pesquisa participante, sendo realizado no 1º semestre do ano de 2021. Os dados foram coletados por meios de desenhos, entrevistas individuais com 22 pessoas entre estudantes, professores e lideranças de diversas aldeias do território. As fontes, em sua maioria constituídas por conhecimentos orais, contaram as experiências vivenciadas pelo povo quanto a prática da pesca.  As anotações dos dados foram feitas no caderno de campo e pelo celular (na maioria) devido à pandemia do COVID-19. Esses estudos contribuíram significativamente para o meu amadurecimento intelectual, além de possibilitar conhecimentos relacionados aos rituais presente na pescaria, as narrativas e memórias orais vivenciadas pelo meu povo e que ainda não tinham sido registradas, entre outros saberes. Essas práticas proporcionam o encontro entre os diferentes saberes que também faz parte da Interculturalidade. As exposições dos estudantes sobre essa pesca evidenciaram que os conhecimentos sobre o assunto não ficam distante da vida cotidiana de cada um, visto que faz parte do costume do povo. O presente trabalho será de suma importância para povo Balatiponé/Umutina, pois contribuirá como material de apoio pedagógico específico, diferenciado e intercultural nas escolas e para professores e estudantes indígenas no sentido da valorização, revitalização e ressignificação dos conhecimentos locais e tradicionais deste meu povo.

     


  • Mostrar Abstract
  • This work aims to register and disseminate through writing the traditional knowledge related to the traditional fishing of the Balatiponé/Umutina people, known as fishing with the timbó, whose knowledge addresses, for example, the rules that involve the ritual, storage of fish captured, etc. It is also wanted to register changes that have taken place over the years and how it is currently being organized by the community, especially by the Jula Paré Indigenous School, whose teachings seek to value the local and traditional knowledge of the people. In order to do so, bibliographic and field research studies were carried out with a qualitative approach that contemplated the stories and experiences by the interviewees. The sources also, for the most part, were oral knowledge, told and lived by the local people. Interviews and activities were carried out with some of the students of the school and also with some parents of students and leaders of the territory. Data registers were made in the field notebook and by cell phone (mostly) due to the COVID-19 pandemic. And, most importantly, it was approached from the point of view and perspective made by an indigenous teacher who works at the Jula Paré Indigenous Education school and belongs to the Balatiponé/Umutina people.

15
  • MICAEL TURI RONDON
  • HISTÓRIA EM QUADRINHOS NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA NA ESCOLA KOMOMOYEA KOVOÊRO – TERENA MT

  • Orientador : LUCIMAR LUISA FERREIRA
  • Data: 03/10/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa trata dos desafios dos professores da Escola Estadual Indígena Terena de Komomoye Kovoêro para ensinar a língua portuguesa aos alunos Terena e Mebêngôkre (Kayapó). Considerando o contexto multilíngue da Escola Estadual no qual são faladas três línguas (Terena, Kayapó e Português), foram desenvolvidas experiências de ensino de português, a partir da leitura e da produção de histórias em quadrinhos. O estudo teve como objetivo fomentar uma discussão/reflexão sobre recursos metodológicos que podem contribuir com o ensino da língua portuguesa para alunos Terara e Mebêngôkre (Kayapó). Esta proposta de pesquisa possui caráter qualitativo (MINAYO, 2001). As práticas pedagógicas aplicadas ocorreram através do recurso Sequência Didática (SCHNEUWLY; DOLZ, 2004). O recurso utilizado possibilitou interagir com as realidades desses povos indígenas em questão, pois foram através das histórias em quadrinhos que as ações pedagógicas foram desenvolvidas. As histórias em quadrinhos foram escolhidas em virtude desses gêneros textuais em quadrinhos permitirem práticas que abrangem diversas áreas de conhecimento e variadas faixas etárias de estudantes. Como instrumento de registro, além das atividades desenvolvidas em sala, foram usadas também anotações de diário de campo, observações, bem como relatos dos alunos e pessoas da comunidade após a conclusão da ação didática. A pesquisa está fundamentada teoricamente em autores tais como: BARBOSA; RAMOS; MARCUSCHI; TRAVAGLIA entre outros. O presente trabalho pode ser uma fonte de pesquisa sobre metodologia de ensino de línguas para os professores Terena MT e outros que se deparam com situações similares.


  • Mostrar Abstract
  • This research deals with the challenges faced by teachers at the Terena Indigenous State School of Komomoye Kovoêro to teach the Portuguese language to students Terena and Mebêngôkre (Kayapó). Considering the multilingual context of the State School in which three languages are spoken (Terena, Kayapó and Portuguese), Portuguese teaching experiences were developed, based on the reading and production of comics. This research proposal has a qualitative character (MINAYO, 2001). The pedagogical practices applied occurred through the Didactic Sequence resource (SCHNEUWLY; DOLZ, 2004). The resource used made it possible to interact with the realities of these indigenous peoples in question, as it was through the Comics that the actions were developed. The comics were chosen because these textual genres in comics allow pedagogical practices that cover different areas of knowledge and different age groups of students. As a recording instrument, the activities developed in the classroom, field diary notes, observations in the classroom, as well as reports from students and people from the community were collected after the completion of the didactic action. The work is theoretically based on authors such as: BARBOSA; BRANCHES; MARCUSCHI; TRAVAGLIA among others. The result of the present work makes it possible to be a methodological source for Terena MT teachers and in other realities that face the same situation in this vast field of cultural wealth.

16
  • EDIVALDO LOURIVAL MAMPUCHE
  • O CÉU DO POVO MANOKI E SEUS ENSINAMENTOS SOBRE A TERRA

    Este trabalho trata-se de uma investigação sobre os marcadores de tempo Manoki e faz um registro etnográfico de histórias, aprendizados, observações, rituais e festas culturais para a compreensão do universo Manoki e sua localização do espaço. Por meio de estratégias de registro podem-se relacionar as concepções sobre tempo, espaço e ritual, percebendo como os Manoki através da observação do céu e da natureza se orientam e como consequência de aprendizados sobre as histórias ouvidas olham para o céu à noite e consegue fazer uma leitura de compreensão de tudo que precisa para viver no tempo e espaço. Esta análise leva a consideração da perspectiva nativa dos Manoki e as transformações em seu mundo e o papel que esses registros podem ter para esse povo. Este trabalho visa fortalecer os saberes e fazeres tradicionais e que estes consolidem entre os jovens para o fortalecimento da identidade do próprio povo. Através disso podemos trabalhar a as áreas do conhecimento nas diversas formas dos saberes reais, seja ela na observação das estrelas, do céu e o tempo de fazer as construções das casas e das roças. Existem além de marcadores de tempo os códigos de sinais aprendidos, esses são percebidos pelo canto de uma ave ou a lua ou sol com um arco íris ao seu redor, ou ainda um sol amarelado no final da tarde, esses códigos em muitas vezes para os Manoki são agouros, alguém pode ficar doente ou alguém do povo pode ir à morte.  

     

  • Orientador : JOÃO SEVERINO FILHO
  • Data: 23/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho trata-se de uma investigação sobre os marcadores de tempo Manoki e faz um registro etnográfico de histórias, aprendizados, observações, rituais e festas culturais para a compreensão do universo Manoki e sua localização do espaço. Por meio de estratégias de registro podem-se relacionar as concepções sobre tempo, espaço e ritual, percebendo como os Manoki através da observação do céu e da natureza se orientam e como consequência de aprendizados sobre as histórias ouvidas olham para o céu à noite e consegue fazer uma leitura de compreensão de tudo que precisa para viver no tempo e espaço. Esta análise leva a consideração da perspectiva nativa dos Manoki e as transformações em seu mundo e o papel que esses registros podem ter para esse povo. Este trabalho visa fortalecer os saberes e fazeres tradicionais e que estes consolidem entre os jovens para o fortalecimento da identidade do próprio povo. Através disso podemos trabalhar a as áreas do conhecimento nas diversas formas dos saberes reais, seja ela na observação das estrelas, do céu e o tempo de fazer as construções das casas e das roças. Existem além de marcadores de tempo os códigos de sinais aprendidos, esses são percebidos pelo canto de uma ave ou a lua ou sol com um arco íris ao seu redor, ou ainda um sol amarelado no final da tarde, esses códigos em muitas vezes para os Manoki são agouros, alguém pode ficar doente ou alguém do povo pode ir à morte.  


  • Mostrar Abstract
  • This work is an investigation of Manoki time markers and makes an ethnographic record of stories, learning, observations, rituals and cultural festivals for the understanding of the Manoki universe and its location in space. Through recording strategies, conceptions about time, space and ritual can be related, realizing how the Manoki, through observation of the sky and nature, orient themselves and, as a consequence of learning about the stories heard, look at the sky at night and manage to make an understanding reading of everything you need to live in time and space. This analysis takes into account the Manoki's native perspective and the transformations in their world and the role these records may have for this people. This work aims to strengthen traditional knowledge and practices and that these consolidate among young people to strengthen the identity of the people themselves. Through this we can work the areas of knowledge in the various forms of real knowledge, whether in the observation of the stars, the sky and the time to make the constructions of the houses and the gardens. In addition to time markers, there are learned signal codes, these are perceived by the song of a bird or the moon or sun with a rainbow around it, or even a yellowish sun in the late afternoon, these codes in many times for the Manoki are omens, someone could get sick or one of the people could die.

17
  • CAIMI WAIASSÉ XAVANTE
  •  

     

     

    A INFLUÊNCIA DA TECNOLOGIA AUDIOVISUAL NO JEITO DE FALAR  DAS GERAÇÕES XAVANTES MAIS JOVENS

  • Orientador : NEODIR PAULO TRAVESSINI
  • Data: 28/11/2022

  • Mostrar Resumo
  •  

    Esta pesquisa está sendo realizada na Terra Indígena Pimentel Barbosa, aldeia Ẽtênhiritipá, municípios de Canarana e Ribeirão Cascalheira-MT. O interesse pelo tema de pesquisa  surgiu quando comecei a observar a presença de termos da Língua Portuguesa na fala das pessoas da comunidade. O objetivo consiste em investigar e analisar os empréstimos das palavras da Língua Portuguesa para a língua Xavante, tendo como mote a influência da tecnologia audiovisual, a televisão e o celular, etc, no cotidiano das pessoas. Como base teórica, consultei os seguintes autores:  Carvalho (2009); Alves (1994) e Quintino (2012) que me possibilitaram explorar tais fenômenos sociais. Para a coleta de dados, apliquei um formulário bilíngue aos jovens da Escola Estadual Indígena de Educação Básica Samuel Sahutuwẽ, contendo questões sobre o uso de tecnologia. Também fiz anotações no caderno de campo durante as entrevistas com os anciões e com estudantes. As respostas dos participantes foram transformadas em dados que me permitiram conhecer sobre empréstimo de palavra da Língua Portuguesa; como as pessoas estão se comportando e pensando na aldeia. Também observei, nos seus cotidianos, principalmente, ouvindo as suas falas tanto nas aldeias, quanto nas cidades de Canarana e Água Boa, nos anos de 2020 a 2021. A partir da pesquisa, observei que essas tecnologias estão colocando em risco os nossos costumes ancestrais de dar nomes, na língua materna, aos objetos que vêm da sociedade ocidental. Os empréstimos de palavras da Língua Portuguesa vêm transformando rapidamente o jeito de falar do povo Xavante da aldeia Ẽtênhiritipa.


  • Mostrar Abstract
  • This research is being carried out in the Pimentel Barbosa Indigenous Land, Ẽtênhiritipá village, located in Canarana and Ribeirão Cascalheira-MT. The interest on this research topic arose when I began to observe the presence of Portuguese terms in the oral language of people in this community. The objective is to investigate and analyze the borrowings of words from the Portuguese language to the Xavante language, having as a motto the influence of audiovisual technology, television and cell phones, etc., in people's daily lives. As a theoretical basis, I consulted the following authors: Carvalho (2009); Alves (1994) and Quintino (2012) that allowed me to explore such social phenomena. For data collection, young people from the Samuel Sahutuwẽ Indigenous State School of Basic Education answered a bilingual form with questions about the use of technology. I also did field notes during interviews with elder people and students. The participants' answers were transformed into data that allowed me to learn about borrowing words from the Portuguese language; how people are behaving and thinking in the village. I also observed their routine interaction, mainly, listening to their speeches both in the villages and in the cities of Canarana and Água Boa, in 2020 and 2021. From the research, I observed that these technologies are putting our ancestral customs at risk, for instance, to give names to things, in our mother tongue. Instead, objects are being named according to the vocabulary of western society. Thus, the borrowings of words from the Portuguese language have been rapidly transforming the way of the Xavante people of Ẽtênhiritipa village speak.

18
  • MARIA SIRIA RUPE
  • ENSINO DA LÍNGUA CHIQUITANO E O REGISTRO DE GÊNEROS TEXTUAIS ORAIS

  • Orientador : LUCIMAR LUISA FERREIRA
  • Data: 12/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa trata de ensino de língua Chiquitano e de gêneros textuais. O objetivo é desenvolver uma proposta de ensino da língua Chiquitano, fazendo o registro de gêneros textuais orais que estão na memória do povo. Para isso, a experiência de ensino de língua materna ancestral foi realizada com a utilização de sequências didáticas e a postagem em um blog, criado para este fim. Nessas sequências, foram trabalhados os cumprimentos, narrativas tradicionais e cantos com alunos do Ensino Médio da Escola Estadual Indígena Chiquitano. Nas sequências didáticas, houve a participação do ancião falante da língua materna ancestral tanto na gravação dos vídeos quanto em atividades práticas na sala de aula. Os vídeos, produzidos, gravados com o ancião e os alunos na sala de aula, foram editados e postados no blog Língua Chiquitano, possibilitando o acesso da comunidade e outras pessoas interessadas no assunto. O que se espera deste trabalho é que o registro dos gêneros textuais orais possa proporcionar o fortalecimento das práticas orais da língua indígena Chiquitano.


  • Mostrar Abstract
  • This research deals with teaching the Chiquitano language and textual genres. The objective is to develop a proposal for teaching the Chiquitano language, recording oral textual genres which are in the memory of the people. For this, the ancestral mother tongue teaching experience was carried out with the use of didactic sequences and the post on a blog, created for this purpose. In these sequences, greetings, traditional narratives and songs were worked with high school students from the Chiquitano Indigenous State School. In the didactic sequences, there was the participation of the elderly speaker of the ancestral mother tongue both in the recording of the videos and in practical activities in the classroom. The videos, produced and recorded with the elder and the students in the classroom, were edited and posted on the Lingua Chiquitano blog, providing access to the community and other people interested in the subject. What is expected from this work is that the recording of oral textual genres can provide the strengthening of oral practices of the Chiquitano indigenous language.

     

19
  • Waraxowoo'i Mauricio Tapirapé
  • Ensino de palavras masculinas e femininas na língua Apyãwa: resistência cultural e linguística

  • Orientador : REJANE CENTURION GAMBARRA E GOMES
  • Data: 15/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • O propósito deste trabalho é apresentar a importância de uso das palavras masculinas e femininas para manutenção das epistemologias linguísticas Apyãwa, como símbolo da resistência cultural e linguística da comunidade, no que diz respeito aos saberes e sobre organização social, cantos, comunicação, festas tradicionais, rituais e conexão com o mundo sobrenatural, segundo explicação cosmológica Apyãwa. Pretende, pois, investigar as metodologias utilizadas pelos professores Apyãwa para os estudantes de série diferenciada, para criar um caminho que atenda à demanda de inclusão do ensino das palavras masculinas e palavras femininas na Escola Indígena Estadual “Tapi’itãwa”, e assim recuperar o fortalecimento e valorização da identidade própria do saber, e do povo Apyãwa, no contexto de uso de língua materna. Como dizem os sábios (as) da comunidade, na concentração dos nossos saberes, está o conhecimento que partilhamos e vivenciamos, de modo especial, durante todos os períodos da nossa vivência em uma relação com os nossos saberes milenares. A comunicação entre os Apyãwa gira em torno da movimentação dos saberes, que ocorre por meio de sinais e manifestações simbólicas, interpretados por nós como linguagens cósmicas. São linguagens que, de certo modo, garantem a identidade própria dos sexos masculino e feminino, com o ser Apyãwa. Este trabalho traz, portanto, um conjunto de reflexões sobre o uso da palavra masculina e feminina, sobre os conhecimentos linguísticos, interpretados a partir do fluxo do discurso social Apyãwa, que expressa conhecimentos produzidos mediante diferentes modos de viver. Foram realizadas entrevistas com sábios (as), com alguns professores das aldeias Apyãwa, além da participação em algumas oficinas e seminários, também em atividades culturais na aldeia, atividades escolares, participação das conversas noturnas na Takãra, onde são abordados assuntos e problemas relacionados ao povo e seus conhecimentos como Apyãwa. Foi feita uma documentação de palavras masculinas e femininas da língua materna Apyãwa “Tapirapé”, que são ensinadas pelos pais, e dentro da família, a qual será disponibilizada para uso exclusivo da escola da comunidade, como o produto pedagógico de ensino, voltado ao fortalecimento das palavras distintas Apyãwa. O referido produto traz ilustrações feitas pelos alunos, com diversas situações de uso envolvendo pessoas dos sexos masculino e feminino.  


  • Mostrar Abstract
  • The purpose of this work is to present the importance of using masculine and feminine words to maintain Apyãwa linguistic epistemologies, as a symbol of the cultural and linguistic resistance of the community, with regard to knowledge and about social organization, songs, communication, traditional festivals, rituals and connection with the supernatural world, according to Apyãwa cosmological explanation. As the sages of the community say, in the concentration of our knowledge, there is the knowledge that we share and experience, in a special way, during all the periods of our experience in a relationship with our millenary knowledge. Communication among the Apyãwa revolves around the movement of knowledge, which occurs through signs and symbolic manifestations, interpreted by us as cosmic languages. These are languages that, in a way, guarantee the identity of the male and female sexes, with the Apyãwa being. This work therefore brings a set of reflections on the use of the masculine and feminine word, on linguistic knowledge, interpreted from the flow of the Apyãwa social discourse, which expresses knowledge produced from different ways of living. Interviews were carried out with wise men, with some teachers from the Apyãwa villages, in addition to participating in some workshops and seminars, also in cultural activities in the village, school activities, participation in night conversations at Takãra, where subjects and problems related to the people and their knowledge as Apyãwa. A documentation of masculine and feminine words of the Apyãwa mother tongue "Tapirapé" will be made, which are taught by parents, and within the family, which will be made available for the exclusive use of the community school, as the pedagogical teaching product, aimed at strengthening of the masculine and feminine words Apyãwa. This research intends, therefore, to investigate the methodologies used or approached by the Apyãwa teachers for the students of different grades, to create a path that meets the demand of inclusion of the teaching of masculine words and feminine words in the State Indigenous School "Tapi'itãwa", and thus recover the strengthening and valorization of the own identity of knowledge, and of the Apyãwa people, in the context of the use of the mother tongue.

     

SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-02.applications.sig.oraclevcn.com.srv2inst1