Banca de DEFESA: KRISLEY SEIBEL TONDIM

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KRISLEY SEIBEL TONDIM
DATA : 18/05/2022
HORA: 13:30
LOCAL: meet.google.com/srk-gcjt-osr
TÍTULO:

PLANTAS DA FAMÍLIA PIPERACEA: POTENCIAL INSETICIDA SOBRE O PERCEVEJO DA SOJA E SEU PARASITÓIDE DE OVOS


PALAVRAS-CHAVES:

Euschistus heros, Piper, Telenomus podisi, inseticidas botânicos.


PÁGINAS: 65
RESUMO:

A soja é uma oleaginosa com inúmeras finalidades de consumo, como o óleo, leite, queijo, entre outros, transformando-se em um dos principais mantimentos das famílias brasileiras por estar interligada diretamente com a economia do país, essa oleaginosa é extremamente rica em proteína servindo ainda para a elaboração de farelos e rações na alimentação animal. No entanto, a expansão da cultura desse grão no Brasil acarretou o aumento de diversas pragas, com destaque ao percevejo-marrom, Euschistus heros F. Este inseto traz riscos aos cultivos pois atinge a cultura em vários estágios de desenvolvimento, comprometendo principalmente a formação das vagens, o que gera prejuízos de até 30% na capacidade produtiva ou até mesmo no progresso das sementes. A partir desta problemática, objetivou-se: 1) investigar a ação de fitoinseticidas a base de plantas da família Piperaceae como possível alternativa para o controle do percevejo-marrom;  Os bioensaios foram realizados nos laboratórios do Centro de Pesquisas, Estudos e Desenvolvimento Agro-Ambientais (CPEDA) da Universidade do Estado do Mato Grosso (UNEMAT), Campus Universitário Professor Eugênio Carlos Stieler, e a cromatografia foi realizada no Laboratório de Produtos Naturais e Ecologia Química (LAPNEQ) da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Nos experimentos foram testados óleos essenciais obtidos das folhas de três espécies de Piperaceae (Piper hispidum Sw., Piper marginatum L. e Piper aff. divaricatum G. Mey.). As folhas foram secas em estufa de fluxo de ar forçado a 40 °C e moídas até atingirem baixa granulometria. O material vegetal obtido foi extraído por hidrodestilação e arraste a vapor d'água utilizando o aparelho de Clevenger durante quatro horas. Para os bioensaios inseticidas, foram utilizados ovos do percevejo E. heros provenientes de criações estabelecidas em laboratório. Foram testadas cinco diferentes concentrações dos óleos essenciais das três espécies de Piper (0,25%, 0,5%, 1,0%, 2,0% e 4,0%) e dois tratamentos controle, um com água e outro só com o solvente acetona, sobre ovos da praga. Todos os ensaios foram mantidos em câmara climatizada BOD, a 25 ± 1°C, fotofase de 14 horas e UR a 70%. Observou-se que as três espécies estudadas apresentaram efeitos inseticidas sobre ovos do percevejo-marrom e efeito letal nas ninfas eclodidas. Piper marginatum se destacou entre as plantas estudadas, pois causou alta inviabilidade de ovos da praga. 2) O segundo capítulo avaliou o efeito fitoinseticida de óleos essenciais de três espécies da família Piperacea, sobre imaturos de T. podisi. Foram realizados bioensaios no pré e pós- parasitismo, com sete tratamentos e 10 repetições cada, sendo feitos em delineamento inteiramente casualizado. Os tratamentos foram dois controles (água destilada T1 e acetona T2) e cinco diferentes concentrações dos óleos essenciais de cada espécie de Piper (0,25%T3, 0,5%T4, 1,0%T5, 2,0%T6 e 4,0%T7). Pode-se verificar que o experimento pré-parasitismo resultou em menor emergência de parasitoides, em relação aos controles, bem como influenciou na razão sexual; diferentemente do experimento pós-parasitismo, com exceção dos tratamentos T6 e T7 nos quais não se verificou emergência de parasitoides, para as três espécies de Piper pesquisdas, observou-se uma diminuição no nascimento de T. podisi, entretanto não afetou a razão sexual. Apresentando-se como uma alternativa promissora como fitoinseticida de baixo impacto ambiental.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 136121002 - ALESSANDRA REGINA BUTNARIU
Interno - 101366004 - MONICA JOSENE BARBOSA PEREIRA
Externo à Instituição - MICHELE TROMBIN DE SOUZA - UFPel
Notícia cadastrada em: 13/05/2022 14:03
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-01.applications.sig.oraclevcn.com.srv1inst1