Banca de QUALIFICAÇÃO: CLEIDE CARNICER

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CLEIDE CARNICER
DATA : 16/12/2021
HORA: 08:30
LOCAL: Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
TÍTULO:

LACUNAS E FATORES DETERMINANTES DA DISTRIBUIÇÃO E DENSIDADE DO ICTIOPLÂNCTON DE ÁGUA DOCE


PALAVRAS-CHAVES:

cienciometria, ecorregiões de água doce, empreendimentos hidrelétricos, ovos e larvas de peixes, recurso pesqueiro.


PÁGINAS: 39
RESUMO:

Sintetizar o conhecimento produzido é um bom caminho para entendermos as tendências e lacunas do conhecimento científico. Nesse estudo, conduzimos uma revisão da literatura de ictioplâncton de água doce com o intuito de investigar: (i) a existência de tendência temporal de aumento das publicações; (ii) os escopos e habitats; (iii) a distribuição espacial; (iv) as espécies de ictioplâncton e seus respectivos status de conservação; e (v) os determinantes do padrão de distribuição espacial dos estudos. Encontramos 652 estudos publicados entre 1959 e 2020. A maioria dos estudos buscaram compreender os fatores determinantes da biologia básica do ictioplâncton e foram realizados principalmente em rios e lagos. Em relação a distribuição espacial, encontramos estudos em apenas 22,3% das ecorregiões de água doce conhecidas. Apenas 870 espécies de peixes possuem estudo de ictioplâncton, o que representa 4,80% das espécies de peixes de água doce atualmente descritas. As espécies de ictioplâncton encontradas nos estudos estão avaliadas pela IUCN em seis status de ameaça, sendo que para muitas espécies (303) não tem avaliações. Além disso, os fatores determinantes da distribuição espacial dos estudos foram a área das ecorregiões, a densidade de rodovias, o volume dos rios e o número de usinas hidrelétricas. Dessa forma, os vieses encontrados em relação aos tipos de hábitats, a distribuição espacial e as poucas espécies de peixes estudadas nas fases de ictioplâncton demonstram a necessidade de novos estudos buscando resolver essas lacunas. Enfatizamos que, a falta desses conhecimentos básicos dificulta a implementação de planejamento estratégico para conservação da biodiversidade nos ecossistemas de água doce.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 068.877.126-28 - DILERMANDO PEREIRA LIMA JUNIOR - UEM
Interno - 132029001 - EDDIE LENZA DE OLIVEIRA
Externo à Instituição - FERNANDA MELO CARNEIRO - UEG
Externo à Instituição - VANESSA GUIMARÃES LOPES - UFG
Notícia cadastrada em: 30/11/2021 11:23
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-01.applications.sig.oraclevcn.com.srv1inst1