Banca de DEFESA: KEILA NUNES PURIFICAÇÃO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KEILA NUNES PURIFICAÇÃO
DATA : 24/04/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aula do PPG Ecologia e Conservação
TÍTULO:

Interações aves frugívoras-plantas em savanas e florestas tropicais: estrutura das redes e implicações para a conservação


PALAVRAS-CHAVES:

Aninhamento, Cerrado, frugivoria, hotspots de biodiversidade, mutualismo, interação planta-animal, Mata Atlântica, Miconia, modularidade, redes ecológicas.


PÁGINAS: 67
RESUMO:

A abordagem de redes de interações tem sido amplamente empregada para elucidar diferentes questões voltadas à compreensão das interações entre animais frugívoros e plantas, incluindo a comparação da estrutura das redes de interações em diferentes escalas geográficas. Atualmente, praticamente todo o arcabouço teórico sobre as interações aves frugívoras-plantas está embasado em estudos conduzidos em florestas tropicais enquanto as savanas, mesmo apresentando alta biodiversidade, têm sido pouco exploradas em relação a esse assunto. Florestas e savanas tropicais tendem a apresentar diferenças em relação a vários aspectos tais como riqueza e composição de espécies, mesmo em regiões biogeográficas próximas. No entanto, nenhum estudo testou se as diferenças existentes entre florestas e savanas tropicais influenciam a estrutura das redes de interações entre aves frugívoras e plantas. Aqui, utilizamos um extenso conjunto de dados de interações aves frugívoras-plantas compilado de estudos realizados em dois hotspots globais de biodiversidade, o Cerrado (savana tropical) e a Mata Atlântica (floresta tropical), para determinar se a estrutura das redes de interações difere entre florestas e savanas tropicais. Além disso, descrevemos a estrutura da rede de interações no mosaico savana-floresta que compõe o Cerrado e avaliamos se a estrutura das redes de interações aves frugívoras-plantas difere entre formações savânicas e florestais em escala local. Para isso, realizamos observações de frugivoria por aves em formações savânicas e florestais no Cerrado e descrevemos e comparamos a estrutura das redes de interações entre as duas formações vegetacionais. Por fim, realizamos observações de frugivoria e avaliamos a potencialidade de dispersão de sementes por aves em Miconia staminea em uma mata de galeria no Cerrado. Essa espécie de planta foi a que teve o maior número de interações em nosso estudo em escala local e o gênero Miconia se destacou como o mais rico em espécies em nosso estudo de escala regional. Diante disso, avaliamos componentes qualitativos e quantitativos do processo de dispersão de sementes e prevemos a eficácia das aves como dispersoras de sementes dessa espécie de planta para melhorar o entendimento sobre as interações entre aves frugívoras e plantas do gênero Miconia.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 068.877.126-28 - DILERMANDO PEREIRA LIMA JUNIOR - UEM
Interno - 132029001 - EDDIE LENZA DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 295695001 - FABIANO CORRÊA
Externo à Instituição - RODRIGO FERREIRA FADINI - UFPA
Externo à Instituição - CARINE EMER - UNESP
Notícia cadastrada em: 04/03/2020 16:58
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-01.applications.sig.oraclevcn.com.srv1inst1