Banca de DEFESA: ANTONIO NOEL DIAS SANCHES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANTONIO NOEL DIAS SANCHES
DATA : 27/05/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Sala virtual
TÍTULO:

CONTOS E LENDAS SANTARENAS: uma proposta de letramento literário


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chaves: Leitura, letramento literário, lendas, compreensão


PÁGINAS: 82
RESUMO:

Como ensinar literatura no seio da escola tem se tornado o epicentro das discussões de inúmeros estudiosos e de teóricos da área com debates voltados para a construção de estratégias e de metodologias didático-pedagógicas com forte interesse de contribuir na estrutura formativa do leitor literário. As teorias e pesquisas salientam essa forma de ensinar centrada na efetiva e eficiente leitura de textos literários. Nesse horizonte, o professor passa a exercer um papel fundamentalmente importante no desenvolvimento do comportamento leitor na vida do aluno, e, por conseguinte, nos procedimentos de ensinar por meio do letramento literário. As sugestões dessa proposta de letrar literariamente o aluno por meio de contos e de lendas caminham para ações pedagógicas centradas na técnica da mediação entre a obra literária e o leitor assim como no desenvolvimento de estratégias de leitura, de interpretação e, sobremodo, na formação de um proficiente leitor. “Contos e lendas santarenas: uma proposta de letramento literário” iria encaminhar-se para a aplicação, porém a pandemia inviabilizou a execução das estratégias. A covid-19 fez com que as aulas fossem suspensas bem no início das atividades letivas, não permitindo o retorno em tempo oportuno para o desenvolvimento dos passos sugeridos. Logo, pelo momento excepcional, segue como proposta a ser desenvolvida em turmas do ensino fundamental II. Ressaltamos ainda que este trabalho está vinculado a uma pesquisa qualitativa nos moldes da pesquisa-ação, voltada para o letramento literário, apresentando uma sugestão de proposta interventiva com a finalidade de contribuir na formação de leitores literários com base na leitura de dois contos da autora Marina Colasanti e, especialmente, na leitura e na produção de lendas santarenas. Compreendemos que há uma grande abordagem entre o saber e o fazer pedagógico para se formar um sujeito leitor. Para isso, estudiosos como Candido (1995), Colomer (2007), Cosson (2014) entre outros servem de aporte teórico para se fazer algumas ponderações sobre ensinar com o intuito de formar leitores críticos e autônomos. Com fundamento nesses autores, lançamos um olhar analítico e reflexivo sobre como ensinar leitura literária com a necessidade de fomentar aspectos formativos no desenvolvimento de um sujeito protagonista, crítico e reflexivo. Assim, o corpus das atividades é composto por dois contos da escritora Colasanti (2005) “No aconchego de um turbante”, “Com certeza tenho amor” e duas lendas santarenas “o Boto” e “a Mãe d’água”. A produção escrita pode ser copilada em forma de uma coletânea de lendas, além de um microfilme e a realização de um evento para divulgação das produções finais dos alunos. Por fim, as atividades visam promover a leitura literária com a finalidade de contribuir na formação leitora de indivíduos na perspectiva de gerar pessoas autônomos no trato com textos literários. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 29189002 - ANTONIO APARECIDO MANTOVANI
Interno - 133580001 - ADRIANA LINS PRECIOSO
Interno - 54001002 - GENIVALDO RODRIGUES SOBRINHO
Externo à Instituição - JULIANA PRIMI - USP
Externo à Instituição - ÉRICA ANTUNES PEREIRA - USP
Notícia cadastrada em: 17/05/2021 15:37
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-01.applications.sig.oraclevcn.com.srv1inst1