Banca de DEFESA: LIZANDRA PAESANO LARA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LIZANDRA PAESANO LARA
DATA : 09/03/2022
HORA: 08:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:
INTERAÇÃO ENTRE GENÓTIPOS DE SORGO BIOMASSA E AMBIENTES DE CULTIVO NO ESTADO DE MATO GROSSO

PALAVRAS-CHAVES:

Sorghum bicolor; avaliação agronômica; interação G x A


PÁGINAS: 40
RESUMO:

Atuando na geração de energia térmica, como substituto para combustão em caldeiras, ou produção de volumoso de baixo custo para alimentação animal, o sorgo biomassa ganhou espaço nos últimos anos, em função de formidáveis características tanto para co-geração de energia, como possibilidade de ser ensilado e fornecido como alimento à animais. Diante disto, pesquisas visando elevar o potencial produtivo são priorizadas, contudo estudos da interação genótipos x ambientes (GxA) são importantes, uma vez que este é uma das maiores dificuldades quando da recomendação de cultivares para plantio em distintos locais. Assim, objetivou-se avaliar a interação entre genótipos de sorgo biomassa e ambientes de cultivo no Estado do Mato Grosso para as características altura, produção de massa verde (PMV), produção de massa seca (PMS) e umidade da biomassa na colheita.

Assim, num esquema fatorial 24 x 2 (24 genótipos x 2 ambientes), 22 genótipos de sorgo biomassa e dois cultivares de sorgo silageiro, usados como testemunhas, foram cultivados nos municípios de Cáceres e Sinop, num delineamento em blocos ao acaso, com três repetições. As parcelas experimentais úteis foram constituídas por 2 fileiras de cinco metros, espaçadas de 0,70m. Os dados das características mensuradas foram submetidos à análise de variância e as médias dos genótipos, para as características que demonstraram significância do Teste F (P<0,05) foram agrupadas pelo teste de Scoot-Knott, a 5% de probabilidade. Foi constatada a presença da interação GxA para todas as características acima mencionadas. Quando do fracionamento da interação GXA, em suas partes simples e parte complexa, conforme proposto por Cruz e Castoldi, com exceção da altura, as demais características demonstraram que a parte complexa é a que prevalece. Tais resultados indicam que o melhor genótipo para cultivo em Cáceres não coincide com o melhor para Sinop. Recomenda-se novos ensaios em maior número de ambientes no Mato Grosso que permitam um estudo da adaptabilidade e estabilidade de genótipos, permitindo assim, a recomendação segura dos genótipos de sorgo biomassa para cultivo no Estado.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 985.174.497-20 - FLAVIO DESSAUNE TARDIN - UENF
Interno - 101376004 - MARCO ANTONIO APARECIDO BARELLI
Externo à Instituição - PAULO EDUARDO TEODORO - UFMS
Notícia cadastrada em: 07/02/2022 09:45
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-03.applications.sig.oraclevcn.com.srv3inst1