Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA PAULA RODRIGUES DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA PAULA RODRIGUES DA SILVA
DATA : 15/09/2021
HORA: 08:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

INFLUENCIA DE  LICOR PIROLHENHOSO NO DESENVOLVIMENTO VEGETATIVO E ANALISE DO CRESCIMENTO in vivo DE Catasetum sp. E Mormodes sp. in vitro 


PALAVRAS-CHAVES:

Catasetum sp.; Mormodes sp; desenvolvimento vegetativo


PÁGINAS: 12
RESUMO:

A propagação in vitro e o cultivo em viveiros e estufas são ferramentas e propagação e proliferação de espécies de orquídeas, a técnica de cultura de tecidos é uma ferramenta amplamente utilizada em laboratórios e extremamente importante na propagação da espécie. O uso de licor pirolenhoso é uma alternativa viável a produção e tratamento de plantas in vitro pois é um composto de água e compostos orgânicos oriundos de material vegetal,o licor pirolenhoso é oriunda da carbonização da madeira, sendo assim este trabalho tem como objetivo avaliar a influencia de diferentes doses de licor pirolhenhoso no desenvolvimento vegetativo de Catasetum sp.,analisar crescimento in vitro de Mormodes sp. com influencia sobre o meio de cultura, e contribuir para o crescimento citogenético da espécie de Mormodes, caracterizando os parâmetros genéticos e a diversidade genética da espécie, estudando as possíveis influencias dos fitopatogenos no seu desenvolvimento. O experimento será conduzido no laboratório de Citogenética e Cultura de Tecidos Vegetais da Universidade do Estado de Mato Grosso Carlos Alberto Reyes Maldonado – Campus de Alta Floresta – MT. Serão utilizados protocormos de Mormodes, obtidos a partir da semeadura in vitro em meio de cultura alternativo. O meio de cultura será confeccionado no Laboratório e autoclavado a 121°C por 20 minutos, com pH ajustado, e posterior acréscimo do licor pirolenhoso esterilizado. O delineamento utilizado será delineamento inteiramente casualizado, utilizando protocormos de Mormodes sp.,com 6 tratamentos (0, 1, 2, 3, 4 e 5 mL L-1 de licor pirolenhoso), com 5 repetições analisando 20 plantulas por tratamento. Em casa de vegetação serão utilizadas 10 repetições de Catasetum sp., totalizando 60 plantas, com aplicações de doses de licor pirolenhoso (0, 1, 2, 3, 4 e 5 mL L-1 ) a cada 15 dias por um período de 6 meses, avaliando aspectos de desenvolvimento vegetativo e resistência a patógenos. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 131995001 - CELICE ALEXANDRE SILVA
Notícia cadastrada em: 04/08/2021 15:28
SIGAA | Tecnologia da Informação da Unemat - TIU - (65) 3221-0000 | Copyright © 2006-2022 - UNEMAT - sig-application-03.applications.sig.oraclevcn.com.srv3inst1